O ciclo da vida

O último post, sobre as reclamações a que todos têm direito a essa altura por questões extra-campo, gerou aí uma quantedadezinha de comentários. Não é pra menos: com todo mundo com o Brasileiro na cabeça e essa semana sem jogo pra quase todo mundo, o assunto teria que sair de algum lugar - e STJD e adjacências têm cumprido este papel.

Pra deixar bem claro: é óbvio que não sou adepto da teoria que reúne numa só conspiração a Globo, a CBF, os árbitros, o STJD e a PM de São Paulo (da qual tratou tão bem Arthur Muhlemberg). O ponto é que um campeonato tão apertado como este deve ser mesmo decidido nos detalhes - e quem os vê contra seu time, a essa altura, tem todo o direito de achar ruim, com boa dose de razão. E seria papel da organização do campeonato diminuir as possibilidades desse tipo de coisa acontecer - trabalhando direito na tabela, na organização dos eventos, no treinamento dos árbitros, na elaboração dos contratos de TV, na estrutura da Justiça Desportiva e por aí vai.

Não faz muito tempo, ouvia de um sem-número de rubro-negros que estava tudo armado para o São Paulo. Era a época em que o Barueri ganhava do Flamengo com gol impedido, tirava seu goleiro e seu artilheiro de campo no Morumbi e ainda via o São Paulo ganhar graças a um pênalti não marcado. Na semana seguinte, um árbitro esquisitíssimo no Maracanã, pênalti mandrake pro Santos. A torcida do Flamengo se revoltava, enquanto por lá, ria-se do chororô alheio. Por sorte, não tive o constrangimento de ver esse tipo de teoria da conspiração ser incentivada por gente da Gávea (tirando reclamações pontuais e normais contra a arbitragem). Mas tudo isso, como se sabe, passou.

O Palmeiras, que vinha se segurando como podia na liderança, arrancou um empatezinho contra o Corinthians graças a um gol marcado por um zagueiro que deveria ter sido expulso antes. Isso ficou pra trás e logo o Verdão passou a ser a vítima da vez, para em seguida voltar a ser ajudado - num processo em que, na verdade, não precisou de muito empurrãozinho pra se afundar sozinho. Passou.

O momento de choro livre agora é são-paulino, incentivado pelas decisões de ontem do STJD - é meio que consenso por aí que pegaram leve na suspensão do reserva Borges e pesado nas dos titulares Dagoberto e, principalmente, Jean. É o ciclo da vida: o beneficiário da armação de três ou quatro semanas atrás é, agora, a vítima da conspiração. Faz parte e, como já falei, a torcida tem todo o direito de achar ruim, como eu também acharia se fosse comigo - mas é tudo muito, muito chato, e bem que poderia ser evitado.

Mas tem também seu lado divertido. Alguém contrate esse cara pro Zorra Total!

8 comentários:

Victor disse...

Foi mal André.

Não consigui ver nem um minuto do vídeo.
Nem para rir esse sujeito serve.

Vinícius disse...

Monnerat, esse kajuru é um retardado. Hilário.

Abs,

Vinícius Rodrigues

Renato Cavallera disse...

Ah, eu ri MUITO com o Kajuru.

Romulo disse...

Falando em Zorra Total e no Pet, me veio a cabeça as trapalhadas do Sr. Delair nas negociações das dívidas, negociou algumas e esqueceu de outras duas. Uma já apareceu aí, mais de 1 milhão...

Anônimo disse...

Esse Kajuru kkkkkkkkkk
Ha Romulo, o sr. Delair ainda vai deixar muito mais podre p Fla. O time ta bem em campo, mas n se pode esquecer das dívidas q assombram o mengão e só aumentam. O próximo presidente vai ter q dar duro, pq n pode ser esse Delair d novo não.

Anônimo disse...

Cara, só de ter conseguido perdão/desconto/parcelamento (seja o que for!) de uma ou algumas das dívidas com o Pet já valeu a pena. E nem estou falando dele no campo, é só no aspecto orçamentário mesmo.

O legado sinistro da dupla Edmundo Santos Silva e Kleber Leite vai perdurar ainda por algumas décadas.

Marco.

Bosco Ferreira disse...

O Apolinho WR e o Kajurú, dois nomes de peso consagrados da crônica esportiva brasileira, só eles tiveram a coragem de chamar os ladrões de ladrões.

O resto da imprensa tem medo de perder o jabá da máfia do apito e continuam a serviço delas justificando com lenga lengas os assaltos aos clubes. Com o FLAMENGO a coisa estava tão escancarada que precisou o Apolinho da um murro na mesa e gritar no microfone.

Quatro anos de roubo para os paulistas é foder com camisinha toda a vida.

Edge disse...

Po eu acho q o simon garfou sim...mas nao pra ajudar o flu e sim o sao paulo,q nao lembro,se assumiu ou colou na liderança,depois disso.O UNICO TIME BENEFICIADO DO CAMP É O SP...são paulo e nautico-MIRANDA,tesourinha por tras dentro da area,juiz deu nada..lance decisivo-SAO PAULO E SANTO ANDRE-a msma coisa,só q pior...pois a nao marcaoção do juiz possibilitou o contra-ataque d gol sao paulino...e teve ainda SAO PAULO E PALMEIRAS(ou foi corinthians) q de tao impedido o washignton tava quase na frente do goleiro....essas 3 partidas foram seguidas....e fizeram parte da arrancada do sao paulo...se for tetra vai ser tetra ROUBADOO...arbitragem nunk erra contra o sao paulo, impressionante...Tanto q em libertadores,arbitro d fora,sao paulo semrpe apanha d brasileiro...NGM ENXERGA ISSO!!!