O Passaporte Rubro-Negro e seu "concorrente" no mercado

Estou pra começar uma pequena série de textos analisando o Cidadão Rubro-Negro, seu funcionamento, seus pontos fracos e onde ele poderia melhorar. Como é um assunto não tão simples, demorei um pouco pra começar - e a minha ideia era começar falando do plano gratuito, pra daí passar pro Cidadão Prata e depois pro Ouro. Mas vou inverter a ordem graças às descobertas sobre o Passaporte Rubro-Negro, do qual já falei por aqui, que me foram passadas pelo colega de FlamengoNet Hermínio Correa - que também deve escrever sobre o assunto por lá a qualquer momento.

Embora o Cidadão Rubro-Negro seja tocado pela empresa de marketing Golden Goal, o convênio para que o Passaporte Rubro-Negro funcione usando as casas lotéricas como "ponto de carga" dos cartões foi assinado com a Caixa pela Ingresso Fácil - que é a responsável pelas vendas de ingressos dos jogos do Flamengo (e do Botafogo no Engenhão - o que facilita as coisas se essa for realmente a casa rubro-negra durante o tempo que o Maracanã estiver fechado).

E vejam vocês: embora não haja menção ao Passaporte na home do Cidadão Rubro-Negro, ele está em destaque no site do Ingresso Fácil - inclusive com uma explicação mais completa dos serviços. Já dá até pra ver a cara do Passaporte:



Cliquem aqui e dêem uma olhada na página: lá, é deixado claro que o dono do Passaporte Rubro-Negro realmente não terá descontos nos ingressos, ao contrário do que outros clubes fazem com seus programas de sócio-torcedor. Ou seja: a vantagem está só na praticidade na hora da compra - é isso o que é oferecido pelo valor de R$33,00 por mês. Os demais benefícios deste plano Ouro estão basicamente na diferença na velocidade de acúmulo de Flas através das ações do site e de compras com parceiros, mas o tamanho desta diferença não fica claro pelo site do programa - o que faz com que essa vantagem não fique muito palpável em relação ao que já é oferecido no plano Bronze, gratuito.

Já comparei o programa rubro-negro com o do Vasco. Mas vejam vocês que o Grêmio lançou há pouco o seu Exército Gremista, que também visa, de maneira aparentemente mais simples, cadastrar os torcedores do clube - e dá a chance de, com um pagamento único de R$5,00, sem mensalidade, se obter um cartão basicamente com os mesmos benefícios do Passaporte Rubro-Negro: compra de ingressos pela Internet ou diversos pontos de venda, com a entrada no estádio sendo feita com o próprio cartão.

Mas o mais impressionante não é isso: na verdade, o próprio torcedor do Flamengo tem uma opção mais barata para usufruir destes benefícios. Trata-se do Cartão IF, da própria Ingresso Fácil; ele também funciona por um sistema de carga de créditos no cartão para dar a entrada a diversos eventos com ingressos vendidos pela empresa - inclusive jogos de futebol. A parada, ao que parece, já está valendo para o Maracanã (o próprio cartão serviria de ingresso nas roletas), também tem as casas lotéricas como ponto de carga (parece só que não tem sistema de venda pela Internet) e, vejam vocês, pode valer para meia-entrada se, na hora de adquirir o cartão, você provar que é estudante. O cartão custa apenas R$15,00, sem mensalidade - cobra-se apenas uma taxa de R$2,5o por ingresso comprado.

Vocês podem ler como funciona este milagroso Cartão IF aqui e aqui. Os valores nos dois textos variam, mas no site da Ingresso Fácil há o link para adquirir o cartão por R$15,00. O estranho é não ter por lá mesmo nenhuma explicação sobre como funciona - sei lá por que a divulgação deste serviço está sendo tão ruim. Tentei ligar para o telefone de contato da empresa disponível no site para tirar dúvidas, mas ninguém atendeu.

Enfim: no duro, é mesmo lógico que as pessoas tenham este cartão sem mensalidade. Sem desconto no ingresso, não há motivo para esta cobrança mensal - os custos da operação de venda já estão embutidos no preço do ingresso, e o do cartão é pago na hora em que ele é adquirido. Dar mais facilidade a todo o público para conseguir sua entrada no Maracanã deveria mesmo ser do interesse do Flamengo, que poderia ver sua média de público (e de arrecadação) aumentar - assim como a satisfação de seu público consumidor. E, ao que parece, este serviço milagroso já existe; dá pra desconfiar pela falta de informação e vale ir até as casas lotéricas pra confirmar se a parada já está em andamento - mas, se não está, logo vai começar.

8 comentários:

Luiz Felipe Freitas disse...

É brincadeira. O marketing do Flamengo é uma piada!!! Enquanto não forem no mercado e contratar um bom profissional da área, vai continuar esse amadorismo. Esse vai ser mais um produto micado do Flamengo. Desanima...

Henrin Bueno disse...

Plano fraco e mal-concebido. Flamengo sempre vários passos atrás na modernidade. Até quando?

Henrin Bueno disse...

André Monnerat, pelo amor de Deus, mande teu currículo ao Flamengo e assuma o lugar do sei-lá-quem que está lá...

André Amaral disse...

Ou seja, quem comprar o Passaporte Rubro Negro por R$ 33,00 não terá descontos nos ingressos.

E pior ainda, a Ingresso Fácil tem um cartão que custa R$ 15,00 com as mesmas funções?

Pra que eu vou querer o PRN?

Max Amaral disse...

André,

vc já tentou um contato com a Golden Goal?

ou eles não falam sobre o assunto?

André Monnerat disse...

Max, eu mesmo não falei com ninguém da Golden Goal mesmo ainda não. Mas uma conversa com eles pode ser uma boa sim.

JLD disse...

André, não podemos esquecer, ainda, que promoção do Banco Itaú permite a todos os clientes comprar ingresso pela internet, com 50% de desconto. Agora me explica, pq vou comprar o passaporte se meu banco (banco!!) oferece melhores condições?

Luiz Claudio disse...

Eu tenho o Passaporte Rubro Negro. Sou Cidadão Rubro Negro Ouro e assinante anual da FlaTV. Perguntaram por que assinar o PRN? Minha resposta é: Para ajudar o meu time. Tem sempre um forum discutindo porque cada rubro negro não doa R$1,00 ao time, pois, considerando o tamanho da torcida, o Flamengo ganharia uma grana forte. Pois bem, o Flamengo lança dois programas (CRN e FlaTV) e pelo visto a adesão da torcida não foi a esperada. Eu estou fazendo a minha parte. Se o programa é ruim hoje, com certeza será aperfeiçoado com o passar do tempo. Sobre os FLAS, digo a vocês que já troquei os meus por uma camisa exclusiva, que não será vendida em loja nenhuma. Já fui a jogos com ela e não vi ninguém com outra igual. SRN.