Uma bela chance de vencer o Palmeiras

O Flamengo tem hoje uma bela chance de derrotar um adversário direto, ao menos na situação atual da tabela, em suas possíveis pretensões de vaga na Libertadores. Já disse por aqui que o Palmeiras ainda precisa melhorar bastante para eu realmente enxergá-lo como merecedor da posição em que está na classificação; mas hoje, especialmente, o time vem com desfalques importantes, que o enfraquecem ainda mais.

Pra começar: o ataque titular do time está fora. Sem Obina, o Palmeiras simplesmente não tem outro centro-avante pra colocar em campo, o que obrigatoriamente já muda o jeito do time jogar. Pra completar, na ausência também de Willians, Jorginho decidiu adiantar Diego Souza para o ataque, tirando do meio-campo seu principal armador. Ou seja: o time perdeu aí a base de seu sistema ofensivo. Ortigoza é fraco, bem fraco, e Diego Souza rende muito menos pegando a bola de costas pra seus marcadores.

No lugar de Diego Souza, o armador do time será o garoto Deyvid Sacconi, que tinha poucas chances com Luxemburgo (dizem que por não pertencer à Traffic) e eu realmente não conheço. Pra completar, volta Edmílson no lugar do volante Souza, machucado, que na partida a que eu assisti foi, junto com Pierre, o responsável pela segurança do time na marcação à frente da zaga. Edmílson já não é mais nenhum garoto, nem está com grande ritmo de jogo. O Flamengo tem aí uma boa chance de controlar o meio-campo e dominar o jogo - desde que Zé Roberto (se for mesmo o escolhido pra jogar) e Éverton participem bastante da partida por ali. Ambos tem a tendência não só de sumirem do jogo por longos períodos, como também de se colocarem sempre abertos pelas pontas. Se ambos voltarem a agir assim hoje, será uma grande oportunidade que o Flamengo estará perdendo. Pelo menos um deles precisa compor o meio de maneira eficiente - na verdade, é esta a vaga que se abriu com a saída de Íbson.

Um caminho para fazer o gol: o jogo aéreo. Há tempos, a defesa do Palmeiras bate cabeça nas bolas levantadas pra área. Se tiver alguém acertando os cruzamentos e Adriano estiver num bom dia, a vitória pode vir por aí.

O cuidado a ser tomado: com Diego Souza. Mesmo no ataque, ele ainda deve ser o jogador mais perigoso do Palmeiras. E eu apostaria que ele vai jogar hoje aberto pela esquerda - como até ensaiou no início do jogo contra o Avaí, a que eu assisti -, pra atacar pelo lado de Léo Moura. Willians e Wellinton devem ter trabalho com ele por ali.

4 comentários:

Flávio disse...

O Obina não vai jogar? Xiiiii!!!
Então eles vêm mais fortalecidos.

André Monnerat disse...

Você vê: eu já acho que é o maior desfalque deles. E eles lá tão achando a mesma coisa.

Tiago Cordeiro disse...

O Obina é um desfalque grande pra eles sim e facilita nossa vida até pela nossa zaga ainda não ser 100% confiável.

Adiantado, o Diego Souza fica mais fácil de ser marcado. É grudarem nele que anula-se o meio.

Eu espero uma forte retranca do Palmeiras.

Marcos Monnerat disse...

Também acho que o Palmeiras virá bem retrancado. Pelos desfalques e pelo fato de que todos vêm mega-retrancados contra o Fla no maraca.

O Obina é um grande desfalque sim, os gols que vem marcando em sequência são a prova disso.

Espero que o Kleberson jogue bem de verdade hoje, pois é o único no meio em quem podemos confiar.