Estadual 2013 - Taça Rio - 2a. rodada - Flamengo 0 x 0 Boavista

Os poucos que se esforçaram pra ir ao Engenhão foram premiados com um jogo muito, muito chato.




Escrevi antes do jogo que não gostava da opção de esquema e escalação de Jorginho para o jogo de hoje. Não dá pra dizer que qualquer outra escolha, com os jogadores que ele tinha à mão hoje, fosse fazer o time jogar bem. Mas esta não funcionou.

No primeiro tempo, o Flamengo tentou trocar passes e manter a posse de bola. Mas foi um time lento, estático, previsível. Rafinha era o único que se mexia, mas errava sempre na definição das jogadas. Uma única chance de gol clara foi criada, graças a uma jogada individual de Íbson. E, além disso, na marcação cercava muito mais do que tentava roubar a bola - e tomar a bola no campo de ataque seria uma maneira de surpreender um adversário que jogava todo recuado.

Ainda assim, Jorginho manteve o time para o segundo tempo. O ritmo, previsivelmente, seguiu o mesmo. Vendo que nada sairia dali, ele fez suas substituições e passou ao 4-2-3-1 que ele mesmo anunciou, em sua apresentação, que era seu esquema preferido. Ao menos passou a haver mais pressão no ataque, mas não surgiu imaginação para nenhuma jogada que não fosse abrir a bola pra ponta e tentar um cruzamento. E, com o Boavista sempre com quatro ou cinco jogadores dentro da área pra cortar, era difícil isso dar certo. O jogo acabou sem o goleiro do Boavista ter qualquer trabalho.

Foi só o primeiro jogo e eu já esperava que Jorginho fosse passar por um período de muitos testes neste início. De novo: é torcer pra ele encontrar seu caminho logo, que eu não apostaria que seja este que tentou em sua estreia. O elenco é limitado, dificilmente deixará de ser este ano, mas tem que encontrar ao menos um jeito de se organizar para ser competitivo.

* * * * * * * * * *

E, de novo, menos de 5 mil pagantes em um jogo do Flamengo. Cabia na Gávea. Tem o que repensar aí.

23/3/2013 - 18h30 - Flamengo 0 x 0 Boavista
Engenhão - Rio de Janeiro, RJ
Público e renda: 4.171 pagantes /R$ 113.650,00

Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Auxiliares: Marcos Sivolella do Nascimento (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
Cartões amarelos: Tony, Léo Faria (BOA); Alex Silva (FLA)

Boavista: Vinicius, Leonardo, Rômulo, Bruno Costa e Romarinho; Douglas Pedroso, Thiaguinho (Leandro Chavez, aos 33'/2°T), Tony e Bruno Tiago (Max Pardalzinho, aos 26/2ºT); Léo Faria (Julio César, aos 13/2°T) e Gilcimar. Técnico: Lucho Nizzo.

Flamengo: Felipe, Léo Moura, Alex Silva, Wallace e João Paulo; Amaral, Elias, Ibson (Gabriel, aos 15'/2ºT) e Cleber Santana (Nixon, aos 15'/2ºT); Rafinha e Hernane. Técnico: Jorginho.

3 comentários:

Luis disse...

Dorival foi um desastre no Mengão, mas o Jorginho é muuuuuuito fraco!!! Escalou mal e o time estava mais uma vez perdido em campo. O tal "padrão de jogo" não existe no Fla há um tempão.

André, acho o Mano um mala e caro. Não era para o Fla. Mas vai ser difícil aturar a dupla gospel Jorginho / Léo Moura por muito tempo. Além de um treinador, precisamos urgentemente de um lateral direito, um "camisa 10" e um centro-avante.

Marcos Monnerat disse...

Invejo o Vasco, que mais sem grana ainda que o Fla, contratou o Autuori, um dos poucos técnicos brasileiros que eu acho realmente bons e anos luz à frente do Jorginho.

André disse...

Na situação em que estamos não temos condição de contratar um técnico de primeira linha.

Jorginho é um aposta em algo diferente. Fez alguns bons trabalhos, contruiu um caminho de carreira interessante e tanto ele quanto o clube estão apostando.

Duvido que qualquer técnico, por melhor que seja, consiga fazer este elenco ter um bom time titular.

A começar pelo centroavante que é horroroso! Hernane brocador é de nível de 3ª divisão. O único atacante que temos hoje é o Rafinha. Ainda assim é uma criança ainda, não tem corpo e o certo seria prepará-lo para a próxima temporada.

Fora isso temos os problemas de 2012 ainda: lateral esquerda inexistente (João Paulo), lateral direito deveria ser aposentado (leo moura), nenhum meia de ligação com a mínimo condição, zagueiros péssimos...

Mais uma vez torcerei para não irmos para a 2ª divisão.

Ao menos se esse perrengue todo servir para organizar a vida financeira do Flamengo, terá valido a pena. Mas temos que não o farão...ultimamente perdi a esperança...