Jogo: Flamengo 1 x 1 Cruzeiro - Brasileiro 2012 - 30a rodada

Gol mal anulado pode ter custado a vitória em jogo em que o Flamengo criou chances, mas sofreu muito com contra-ataques.



Ao contrário do que eu imaginava, Dorival Júnior não retornou no início do jogo ao esquema que havia dado certo contra o Atlético-MG, com o meio-campo formado por dois volantes e dois meias. Ele arrumou o setor em um losango, com apenas Aírton fixo como volante, Léo Moura e Íbson jogando cada um de seu lado e Cléber Santana na armação. Funcionou nos primeiros minutos, quando o time pressionou e conseguiu seu gol. Mas, com o tempo, o Cruzeiro conseguiu se acertar melhor, empatou o jogo e passou a levar muito perigo nos contra-ataques, principalmente pela costumeira avenida deixada por Ramon. Pelas chances criadas, os mineiros poderiam ter vencido o primeiro tempo.

No fim da etapa, Léo Moura saiu machucado para a entada de Adryan, o que mudou o esquema do Flamengo e lhe deu mais força no ataque. Foram mais chances criadas, principalmente no final, e a vitória poderia ter vindo. Mas a marcação seguiu não funcionando e o time esteve muito exposto aos contra-ataques, que o Cruzeiro não aproveitou por errar muito no último passe. Íbson não ajudou na marcação e Aírton, voltando de muito tempo sem jogar, teve que se virar praticamente sozinho no meio-campo muitas vezes. Não faltou ao Flamengo vontade de ganhar - inclusive nas substituições d Dorival Júnior -, mas a desorganização tática na hora de recompor a defesa gerou muitos sustos.

* * * * * * * * * *

Pelo que as duas equipes jogaram, até daria pra dizer que o empate foi justo. Mas o juiz errou em três lances decisivos, que poderiam mudar o resultado do jogo. Depois de não marcar toque de mão de Vágner Love no gol do Flamengo, anulou mal um gol de Liédson e deixou de apontar um recuo de bola pego com a mão pelo goleiro Fábio.

* * * * * * * * * *

E, com a vitória do Atlético-GO sobre o Inter, o Flamengo passou a ter a pior campanha do returno. Atenção: a pior! Já escrevi aqui várias vezes que o elenco é fraco - mas é o pior?

Não acho que vá acontecer. Mas o Flamengo só corre risco de rebaixamento graças ao aproveitamento horroroso sob o comando de Dorival Júnior. O time jogava mal com Joel Santana, mas são os pontos conquistados naquela época que estão evitando que se encontre, hoje, em uma situação realmente desesperadora.




13/10/2012 - 18h30 - Flamengo 1 x 1 Cruzeiro
Engenhão - Rio de Janeiro, RJ
Renda e público: R$232.780,00, 15.922 pagantes

Árbitro: Anderson Daronico (RS)
Auxiliares: Bruno Boschilia e João Patricia de Araujo
Cartões amarelos: Leandro Guerreiro (21min/1ºT); Marcelo Oliveira (37min/1ºT); Charles (19min/2ºT); Adryan (20min/2ºT); Vagner Love (23min/2ºT); Ramon (30min/2ºT); Cleber Santana (34min/2ºT); Wellington Silva (43min/2ºT).

Gols: Liedson, 10′/1ºT (1-0); Everton, 18′/1ºT (1-1)

Flamengo: Felipe, Wellington Silva, Frauches, Renato Santos e Ramon; Aírton (Luiz Antonio, 21min/2ºT), Ibson (Wellington Bruno, 36min/2ºT), Léo Moura (Adryan, 44min/1ºT) e Cleber Santana; Liedson e Vagner Love Técnico: Dorival Júnior.

Cruzeiro: Fábio, Ceará, Léo, Mateus e Everton (Diego Renan, 38min/2ºT); Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Willian Magrão (Charles, 8min/2ºT) e Montillo; Martinuccio (Elber, 24min/2ºT) e Anselmo Ramon. Técnico: Celso Roth.

2 comentários:

Luis disse...

Parecia que o Dorival iria dar jeito no time do ponto de vista tático, mas o cara na realidade é um desastre! Por enquanto, é um dos piores treinadores que já passaram no Mengão em termos de aproveitamento. Como o Andrade perdeu a eleição, sugiro um pouco de folclore para tirar o Fla da degola e chamar ele de volta!

André disse...

Concluirmos queo trabalho do Joel era melhor que o atual é uma afronta a inteligência de todos.

Realmente conseguimos mais pontos na passagem dele mas muitos deles em jogos totalmente injustos. Se formos pegar os VT's das vitórias do Joel vamos ver que o Flamengo foi patrolado na sua grande maioria conseguindo suas vitórias apoiadas em grandes atuações do Paulo Vitor e em gols absolutamente fortuitos sem mérito algum do time.

Não quero com isso defender o trabalho do Dorival, que realmente é patético, mas dizer que é pior que o do Joel já fica meio dificil. Podemos dizer que é a mesma porcaria.

Não vamos cair porque este ano, provavelmente até com 39 pontos escapa devido ao desempenho rídiculo dos 4 últimos.