Brasileiro 2011 - 37a. rodada - Flamengo 1 x 0 Internacional

Luxemburgo resolveu inventar o feijão com arroz mais diferente dos últimos tempos - e conseguiu ao menos o resultado que queria.



* * * * * * * * * *

Todo mundo levou um susto ontem quando viu a escalação do Flamengo para enfrentar o Internacional. Acho que Fierro não havia entrado como titular em jogo nenhum da temporada - e ainda havia sido o motivo do que deve ter sido a primeira vez no ano que Luxemburgo ouviu gritos de "burro" vindos da arquibancada, na partida contra o Figueirense. Deivid, que finalmente parecia ter se firmado no time e vinha sendo o melhorzinho do ataque nas últimas partidas, foi barrado. Alvim, confirmado como lateral esquerdo. Thomás, culpado pela derrota contra o Coritiba, de novo titular. Wellinton voltou ao time titular, depois de rodadas no banco aparentemente por sobrepeso. Ronaldinho, depois de muito tempo sem o treinador usá-lo nesta função, virou centro-avante. E todas estas mudanças sem um único treino.

Mas o mais impressionante mesmo foi a resposta de Luxemburgo quando perguntado na beira do gramado, antes do jogo começar, sobre o que pretendia com as mudanças: "resolvi fazer o feijão com arroz". Hein?!? Coisa de maluco.

Mas bem: com todas estas alterações, o Flamengo até começou jogando direitinho, com Fierro pela direita e Thomás pela esquerda dando opções de jogada pelas pontas além dos laterais. Mas, à medida que o tempo passava, o Inter foi controlando o jogo, se mostrando um time bem melhor. Oscar e D'Alessandro pareciam os jogadores que o Flamengo não tem em seu meio-campo, capazes de fazer a passagem do meio para o ataque, prender a bola, dar passes decisivos. A situação não era boa.

Só que um zagueiro do Inter resolveu colaborar e entregou um gol de bandeja a Ronaldinho de forma até constrangedora. E isso resolveu a partida.

Não vi muito bem o segundo tempo, por outros compromissos. Mas o que leio é o que o Flamengo se fechou atrás, enquanto o Inter martelava e via Felipe - que até teve um primeiro tempo meio inseguro - fechar o gol. Enfim: a vitória que o time precisava veio, mas sabe Deus como.

A essa altura do campeonato, creio que o resultado era o que mais importava mesmo. O time não jogou realmente bem quase nunca durante o ano todo - não ia ser agora que ia jogar. E, dentro do espírito deste campeonato tão esquisito, em que vemos séries de resultados bons longas de times que jogam sempre sem convencer, o Flamengo está à beira de conseguir o objetivo que definiu em seu projeto.



27/11/2011 - 17h - Flamengo 1 x 0 Internacional
Estádio Cláudio Moacyr - Macaé, RJ

Árbitro: Evandro Rogério Roman (FIFA-PR)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (FIFA-SC) e Bruno Boschi
Cartões amarelos: Fierro, Ronaldinho, Thomás (FLA); Rodrigo Moledo, Kleber (INT)

Gols: Ronaldinho, aos 46 minutos do primeiro tempo.

Flamengo: Felipe, Léo Moura, Alex Silva, Welinton e Rodrigo Alvim; Willians, Fierro (Galhardo, 39'/2°T), Renato e Thiago Neves (David, 42'/2°T); Thomás (Negueba, 18'/2°T) e Ronaldinho. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Internacional: Muriel, Nei (Jô, 33'/2°T), Bolívar, Rodrigo Moledo e Kleber (Fabrício, 36'/2°T); Guiñazu, Tinga, D'Alessandro e Oscar; Gilberto (Andrezinho, 15'/2°T) e Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior.

7 comentários:

Luis disse...

Mais um jogo fraco do Mengão. Ganhamos sem querer, assim como estamos na zona da Libertadores por pura mediocridade de todos! Fora Luxemburgo! Fora Ronaldinho! Que uma barca bem grande estacione na Gávea e saia lotada!

Flávio disse...

Gostei do Fierro e da ida do Deivid para o banco. Mas é muito estranha a vota do Welington, pois o Flamengo não tinha tomado gol nos dois jogos anteriores.
Mas o pior foi ver o Negueba... Quem disse a esse rapaz que ele é jogador de futebol?
Não vou comentar as opções do Luxemburgo. Ele é um ex-treinador em atividade. Acabou!
Agora é torcer para empatar com os vices.

LuksAlves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LuksAlves disse...

Ao ver a escalação do time pensei, puts só falta o Fernando e o Deivid pra completa a lista de jogadores que a torcida mais ama(Wellington, Alvim e Fierro só faltou o Fernando e o Deivid mesmo). Luxemburgo consegue a proeza de ser vaiado antes de começar o jogo só ao divulgar a escalação, e o pior é que os cara jogaram ate bem, e os méritos vão pra quem? Luxemburro '-' no final do ano ele pode ate usar pra se defender e não ser demitido (que eu acho q dificilmente acontecerá).
Tem que arruma a casa pra chegar bem na Libertadores, porque com esse timinho que ta jogando agente tem que torcer pra não ir pra pre-libertadores pra ser eliminado por um Tolima.

André disse...

Dentro da situação atual do elenco do Flamengo e pelo o que vimos o ano todo do nosso técnico o Fierro até pode ser uma altermativa interessante ao Renato Abreu. Corre mais, tem mais disposição e ataca melhor.

Colocar Wellinton, David Braz, Jean, Rodrigo Arroz...tanto faz, vai ser ruim igual...

Agora a opção de ataque com Ronaldinho de centroavante e Thomas de segundo atacante...pelo amor de deus...foi o mesmo que jogar no 4-6-0 !!! Ronaldinho já vai mal de segundo atacante, o que dirá de centroavante!!!

Quem pode quebrar um galho de SEGUNDO atacante é o Thiago Neves que sabe se posicionar na área e até cabeceia bem. Ronaldinho é no máximo 4º homem do meio, isto se estiver a fim de correr um pouco.

Com o elenco atual, o Deivid tem que ser titular mesmo com todas as suas INÚMERAS deficiências.

Talvez eu mandasse o Ronaldinho pastar e escalasse o meio e ataque com: Willians (ou Aírton), Muralha, Fierro e Thomás; Thiago Neves e Deivid (ou Diego Maurício).

Entretanto, antes que me excumunguem, fica claro que Fierro e Deivid são insuficientes para os objetivos do Flamengo. Precisamos URGENTEMENTE de um 3º homem que componha bem o meio campo com boa chegada na frente e 2 atacantes: 1 de velocidade para puxar contra ataques e 1 centroavante que saiba fazer gols com um mínimo de técnica e velocidade.

Outra necssidade urgente é um zagueiro para compor junto com o Alex Silva...coitado também joga sozinho...

obs: não sei se consigo torcer para o Vasco ser campeão para não ver a paulistada cantando...seria bem legal cantar "VICE DE NOVOOOO!!!"

Bosco Ferreira disse...

Enquanto continuarmos vendendo promessas futurosas, e importando jogadores milionarios com super salário e nenhum retorno finaceiro nem de títulos, todos em fim de carreira, na contramão do que faz os grandes clubes do planeta, e o SFC, sendo dirigido, ora por estagiários, ora por ex treinadores em atividade, teremos que esperar mais uma década para ganhar um titulo nacional. Título estadual não me interessa.

Eduardo H. Costa disse...

Nem vi o jogo na íntegra... mas que golzinho do além hein... quero só ver o time que vão montar pra libertadores.

Na verdade, ano que vem vou me dedicar menos ao futebol e ao mal administrado Clube de Regatas do Flamengo.

E quero que o vasquito ganhe esse basileiro chato pq eu quero mais é que o Chorinthians se exploda. Lavanderia de dinheiro sujo da máfia russa.

Sanchez na CBF se preparando pra tomar o lugar do Ricardo Teixeira e Ronalducho iletrado virando CEO desses bandidos...

A Polícia Federal bem que podia derrubar eles. Operação Jules Rimet... ou que vcs preferirem.

Cansei...