Estadual 2011 - Taça Guanabara - 7a. rodada - Flamengo 1 x 0 Resende

Será que dá pra dizer que agora acabou a pré-temporada? Semana que vem começam os jogos pra valer e o Flamengo precisa mostrar bem mais do que mostrou até agora.



* * * * * * * * * *

Era um jogo que não valia nada, com mais testes de esquema, sob sol forte e contra um adversário mais fraco que, na maior parte do tempo, esteve satisfeito com o resultado e não fazia muita força para atacar. Se o Flamengo não vinha jogando bem nas últimas partidas, não dava mesmo pra esperar que fosse ser nessas condições que fosse desencantar. Mas a partir da próxima semana já teremos jogos pra valer. Esperemos que todos estes testes e observações tenham servido para o time começar a mostrar algo de bom a partir de agora.

Ao contrário do que se falou em algumas matérias antes do jogo, Angelim não entrou de lateral, e sim como um terceiro zagueiro mesmo. Marquinhos ocupou a ala esquerda, em função parecida com a de Léo Moura pelo outro lado. E Luxemburgo continuou dando "liberdade" para que Ronaldinho e Thiago Neves se mexessem por todos os lados.

Mas a tal "liberdade" acaba parecendo mais é desorganização mesmo. O time, no primeiro tempo, só foi dar seu primeiro chute a gol depois de mais de meia hora de jogo, e ainda assim numa jogada individual de Léo Moura. Não houve padrão para atacar, jogadas trabalhadas, nada. E Deivid, sozinho no ataque, praticamente assistiu ao jogo dentro de campo.

No segundo tempo, Angelim virou mesmo lateral, os volantes ocuparam melhor suas posições e o time até conseguiu se organizar de maneira mais simples - não foi uma bela atuação, mas ao menos não foi o desastre do primeiro tempo. Deivid começou a ser mais procurado e participou bem de jogadas como pivô, com bons passes de primeira. Acabou premiado com um gol, depois de uma jogada em que Léo Moura fez belo lançamento e Fierro aproveitou bem, cruzando de primeira. As entradas de Fierro e Negueba, aliás, também melhoraram um pouco o time, até porque Marquinhos decepcionou o tempo inteiro e participou pouquíssimo do jogo.

No finzinho, por alguns minutos, o Resende soube que estava sendo eliminado e resolveu atacar - e conseguiu pressionar e assustar o Flamengo neste curto espaço de tempo.

* * * * * * * * * *

O que me parece é que Luxemburgo quer criar uma forma de jogo em que Ronaldinho participe muito do jogo. Quer que pegue bastante na bola pra ter mais chances de resolver os jogos, esperando atuações num nível técnico que, pelo que se sabe, ele não apresenta há muito tempo - e não, eu não concordo com essa história de que o "nível daqui é baixo e não é preciso muito para um jogador deste nivel se destacar no Brasil". Em seus melhores momentos na Europa - inclusive em seus últimos lampejos no Milan - Ronaldinho jogou pela esquerda, e é na função em que já se saiu melhor que eu apostaria nele, sem a responsabilidade de procurar participar de todas as jogadas do time.

Aliás: se for pra jogar como jogou ontem, é preferível que participe o menos possível, porque ele errou absolutamente tudo o que tentou. Thiago Neves, novamente, jogou melhor que seu companheiro (o que não é grande coisa), mas desta vez abusou demais do individualismo, tentando resolver tudo sozinho de maneira irritante.




13/2/2011 - 17h - Flamengo 1 x 0 Resende
Estádio Cláudio Moacyr - Macaé, RJ
Público/renda: 6.384 pagantes, R$131.140,00

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Diogo Carvalho Silva (RJ)
Cartões amarelos: Williams (Flamengo)

Gol:  Deivid (FLA), aos 31 minutos do segundo tempo

Flamengo: Felipe, Jean, Ronaldo Angelim e David; Leonardo Moura, Fernando, Willians (Fierro), Thiago Neves, Ronaldinho Gaúcho (Muralha) e Marquinhos (Negueba); Deivid
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Resende: Eduardo; Wellinton, Rogério, Anderson e Kim; Gabriel, Ramon, Leo Silva e Valdeir (Leozinho); Alexandro e Marcel (Elias)
Técnico: Paulo Campos

8 comentários:

Marcos Monnerat disse...

O time joga mal. Mostra as mesmas deficiências que teve em seus piores momentos nos últimos 10 anos que é a incrível lentidão na saída da defesa para o ataque e a total falta de movimentação de seus jogadores ofensivos para criar jogadas. Aí quando entra um Fierro, que se apresenta para receber os passes pela lateral do campo e não erra 100% das jogadas que tenta, o time melhora.

E o nosso técnico/empresário/manager/showman continua recebendo rios de dinheiro sem que seus resultados justifiquem isso.

Júnior Holanda disse...

Com a entrada de FIERRO e NEGUEBA o meio de campo do FLa ganhou muito mais movimentação e criação, os 4 homens de trás já está claro qeum deve ser: Léo Moura,David Braz,Welliton e ANGELIM, sendo que este último atuou muito bem no lado esquerdo, isso deu força de marcação ae FLA, agora é preciso acertar os nomes do meio de campo e INTROSAR esses jogadores, também temos que dar mais chances ao Wanderley!............................................................

Luis disse...

Até agora só pegamos time pequeno e o Vasco meia-boca. Me parece que ainda falta muito para o Fla ter time para um mata-mata com um grande ou um campeonato de pontos corridos. Problemas na zaga, ala esquerda, armação e cento-avante, ou seja, metade do time!

Paulo Sales disse...

O time é mal treinado. Luxemburgo não consegue encontrar um padrão tático, assim como não conseguiu no ano passado. Agora, porém, não há desculpa. A escolha dos dispensados foi equivocada e a dos que estão sendo escolhidos como titulares também. Sinceramente, não vejo saída enquanto estivermos com esse "técnico/empresário/manager/showman" como disse o Marcos Monnerat. É uma aberração essa concentração de poder nas suas mãos.

Paulo Sales disse...

Outra coisa que gostaria de abordar aqui com vocês: será que o Flamengo não vai fazer nenhum tipo de homenagem a Petkovic? Sei lá, um jogo de despedida, um anúncio oficial sobre a relação dele com o clube, uma placa no Maracanã. Por que esse desprezo com um de nossos maiores ídolos recentes (e eles foram tão poucos)? Pet merecia mais do que a indiferença.

Ad@1LtoN disse...

Paulo, acho que não vai acontecer nada, ou só depois que a midia entrar em campo questionando isso, da mesma forma que houve com o emprestimo do Kleberson.
Quem tá mandando na parada TODA é o Luxa, com a direção do clube se omitindo sobre tudo, afinal, eles tem um entendido tomando conta de tudo, alem do "apoio" da Traffic.
Tenho muito medo disso.

@snejaim disse...

Eu acho o esquema do Luxa muita forçação de barra. Daria certo se R10 e TN estivessem em suas melhores fases, mas do jeito que anda ele parece totalmente perdido.
Acho que um 4-4-2 c/ losango funcionaria melhor, com o meio formado por willians, maldonado, renato e TN, e ataque com R10 (caindo pela esquerda) e Deivid (centralizado).
Maldonado e Renato, dentro das opções do elenco, possuem um toque mais apurado pra ligar defesa com ataque.
Pra não deixar o time viciado na esquerda, as jogadas pela direita surgiriam de subidas do Leo Moura, melhor da temporada e sempre perigoso quando vai ao ataque...

Tiago Cordeiro disse...

Tudo bem, André. A culpa disso tudo aí que você listou foi do vento, tá bom?


A melhor coisa que pode acontecer ao Flamengo hoje é o Luxemburgo cair fora e vir um Dorival Junior da vida. Desse jeito a gente vai brigar pra cair de novo.