Sites de vendas coletivas podem também ser bons para ingressos esportivos - o São Paulo já se deu conta disso

Há pouco tempo, aconteceu no Rio de Janeiro a fase final da Liga Sul-Americana de basquete. Quando foi anunciado que os jogos seriam na HSBC Arena, em vários dias seguidos, imaginei de primeira que seria um fracasso de público - não muito diferente da grande maioria dos jogos de basquete do Flamengo por lá, que ainda têm uma média muito baixa de ingressos vendidos. E soltei, no Twitter e no Facebook, a sugestão: por que não tentar aumentar a ocupação no ginásio fazendo uma promoção em um dos vários sites que surgiram por aí de vendas coletivas pela internet?


Trata-se de um tipo de negócio muito na moda na internet hoje em dia - e não só no Brasil: o Google acabou de comprar o GroupOn, um dos sites do gênero nos Estados Unidos, por US$2,5 bilhões  os donos do GroupOn recusaram uma oferta de compra de US$6 bilhões do Google. Trata-se de um modelo de negócios simples e relativamente barato de implementar, fácil de copiar, basicamente sem risco para os anunciantes e de grande poder "viral" - os próprios usuários se encarregam muito de espalhar as ofertas dos vários sites do gênero que vemos por aí.

Funciona da seguinte maneira: o anunciante cria uma promoção com um forte desconto no preço, acreditando que ela irá valer a pena caso consiga um volume de vendas realmente muito grande; o site divulga esta promoção para sua base de usuários e cuida da contagem de vendas. Caso o número de compradores atinja o mínimo desejado pelo anunciante, as vendas são concluídas - caso contrário, o dinheiro é devolvido. O anunciante normalmente não paga nada adiantado ao site, que apenas recebe uma percentagem do valor arrecadado com a promoção. Como diz o site do Peixe Urbano:

* Novos clientes garantidos
* Resultados imediatos e mensuráveis
* Desembolso zero
* Visibilidade para uma audiência qualificada de milhões de pessoas
* Ferramenta de marketing extremamente eficiente e livre de risco

Me parecia uma boa maneira de divulgar a existência das finais da Liga Sul-Americana e de tentar aumentar a presença de público na HSBC Arena - que é um belo ginásio, mas além de grande demais para o apelo que têm a maioria dos jogos do basquete rubro-negro, é mal localizada para boa parte do público e mal servida de transportes públicos. Além do mais, os jogos continuam sendo marcados em datas e horários ingratos, muito por conta de exigências da TV. Tudo contribui para que ninguém se disponha a ir pra lá; é preciso ser criativo para tentar criar público.

No final, o que fizeram foi justo o contrário: colocaram preços incrivelmente altos. Coincidiu de ser ainda aquela conturbada semana de violência no Rio de Janeiro, e o resultado foi um público baixíssimo em todos os jogos. Mas enfim: a ideia continua valendo para ser usada no NBB, que está rolando e tem o Flamengo fazendo uma bela campanha (4 vitórias em 4 jogos). Por que não tentar uma promoção especial de ingressos para os jogos neste modelo de venda coletiva, de repente até fazendo um pacote que inclua no valor comida e bebida dentro do ginásio? Basta procurar um dos muitos sites que atuam no ramo e negociar - de fato, não custa nada.


* * * * * * * * * * * *


Levantei o assunto aqui porque percebi que esta ideia que me ocorreu não era mesmo nada de absurdo - e nem nada que precisasse de grande genialidade para se imaginar. Afinal, duvido que a diretoria do São Paulo leia meu Twitter ou me acompanhe no Facebook, mas eles acabaram de colocar à venda um pacote de ingressos para seus 10 jogos no Campeonato Paulista de futebol com 67% de desconto (de R$300 por R$99,99). Se conseguirem mesmo um grande volume de vendas, o tamanho da receita vai compensar o grande desconto - além de dar uma certa garantia de que seu time vai jogar sempre para um bom público. A oferta foi colocada no ar hoje e, até o momento em que escrevo, foram 101 pacotes vendidos (ou 1010 ingressos para jogos que acontecerão apenas no ano que vem, pelo não tão valorizado Campeonato Paulista). Estou curioso para ver quantos conseguirão vender até o fim do prazo da promoção, daqui a quase 13 horas.

Escrevi acima sobre o uso deste modelo para o basquete - mas o São Paulo já mostra que pode ser válido usá-lo até mesmo no futebol. Faria mais sentido ainda para o Flamengo, que tem pela frente um Estadual que há algum tempo não motiva tanto assim sua torcida e que será jogado num estádio ainda estranho, ao qual seu público não está acostumado. A receita de bilheteria do clube, que foi uma das principais em seu orçamento nos últimos anos, já teve uma forte queda neste ano, em que ainda tivemos Maracanã e Libertadores no segundo semestre; se a diretoria pretende diminuir esta queda e criar hábito nos torcedores de frequentar o Engenhão, já está mais do que na hora de pensar em maneiras de como fazer isso.
 

9 comentários:

Daniel Mazini disse...

Gostei do post que fala sobre outros aspectos do esporte e nao dos perna-de-pau do nosso Mengo.
O modelo de vender antecipado tem que ser implementado. O Clube tem uma receita previsivel, ganha mais algum lugares com os faltantes (ninguem que compra pacote vai a todos os jogos) e cria uma fidelizacao com o consumidor. Nao acho que tenha que ser por estes sites de grupo que cobram altas taxas e participacoes e ainda banalizam o produto (alias, o Google desistiu do Groupon http://www.thestreet.com/story/10938563/1/google-groupon-deal-is-off.html), mas atraves de atividades online dentro do proprio clube ou com parceiros com mais experiencia online. O SPFC como tem "casa propria" deve poder se dar ao luxo de dar ingressos quase de graca (nao acho que tenha lucro nenhum com este preco) pagando somente a manutencao do Morumbi. Para o Fla que tem que pagar aluguel fica um pouco mais dificil.

André Monnerat disse...

Daniel, na verdade foi o GroupOn que recusou a oferta de compra do Google.

Acho que há uma infinidade de modelos de venda de ingressos antecipados. O modelo de compra coletiva - seja por um site desses, seja por um modelo próprio - é mais um, e acho mesmo que pode ser interessante. O clube só tem prejuízo com isso se quiser - ele pode definir a partir de quantos ingressos vendidos a oferta tá valendo ou não.

Ou seja: se você acha que R$500 mil de renda com um determinado jogo é o bastante e seu estádio dá pra 30 mil pessoas, você pode colocar os ingressos todos à venda por R$17 reais. Se vender todos, você garantiu a renda que queria e terá casa cheia. Se não vender tudo, você cancela a promoção e tá tudo certo.

Realmente não acho que seja uma banalização do produto não. Acho que é um modelo que não será o melhor pra qualquer jogo em qualquer situação, mas que serve bem para partidas em que você sabe que terá uma capacidade ociosa do estádio considerável - como é o caso do SP no Paulista no Morumbi, do Flamengo na maior parte do Carioca e do basquete na HSBC Arena.

LuksAlves disse...

André, sei que meu comentário não tem muito haver com o seu post, mas queria fazer um pedido pra você, eu acho que eu e muitos outros que seguem seu blog queriam saber sua opinião sobre as negociações do Flamengo, tipo as saídas de Leo Moura,Juan e o Willians; e sobre o Forlán, Victorino, Manoel, Wallace e Cleber Santana estarem vindo para o Flamengo.

Fonte: GloboEsporte - vai-e-vem do mercado : http://globoesporte.globo.com/futebol/vai-e-vem-do-mercado/#/nacional/flamengo

André Monnerat disse...

LuksAlves, prometo que vou tratar do assunto! Acho que por enquanto é praticamente tudo especulação e não gosto muito de falar em cima do que não é certo, mas não tem como escapar de falar disso. Amanhã, de repente!

Elton disse...

Acho ótima idéia, porém só fica na cabeça dos torcedores. Não consigo imaginar o Flamengo fazendo uma promoção realmente boa. Pelo contrário, eles querem é cobrar caro por produtos ruins. Esses ingressos + baratos no final do Br. Foram exceção pois o Luxa pediu muito.

vamogaloo disse...

Fala amigos do Blog e com satisfação que venho saudar e parabenizar pela iniciativa cada vez mais de divulgar matérias com opiniões de seus idealizadores.
A intenção do blog é levar informação com opinião clara e objetiva sem deixar influenciar pela grande midia. E acho que em breve seremos parte da grande midia ou seremos a grade mídia.
Conquistamos o tão sonhado espaço na web e nosso reconhecimento é a verdade e a justiça que fará de nossa almas livres e com personlidasde.
Desde já agradeço a todos e Feliz Natal e Um prospero ano novo cheios de conquistas.
@vamogaloo ou http://vamogaloo.blogspot.com/

vamogaloo disse...

Fala amigos do Blog e com satisfação que venho saudar e parabenizar pela iniciativa cada vez mais de divulgar matérias com opiniões de seus idealizadores.
A intenção do blog é levar informação com opinião clara e objetiva sem deixar influenciar pela grande midia. E acho que em breve seremos parte da grande midia ou seremos a grade mídia.
Conquistamos o tão sonhado espaço na web e nosso reconhecimento é a verdade e a justiça que fará de nossa almas livres e com personlidasde.
Desde já agradeço a todos e Feliz Natal e Um prospero ano novo cheios de conquistas.
@vamogaloo ou http://vamogaloo.blogspot.com/

contato disse...

Olá amigos!!


Estou passando para informar que lançamos agora um site de venda coletiva no segmento de gastronomia www.clickapetite.com.br passa la e aproveite.

saopaulomotors disse...

Procura EMPRESAS QUE FAZEM SITES, então visite nosso site www.hostvlag.com.br e conheça nossos planos e promoções.