Quem se decepciona com o Santos?

Não assisti aos jogos do Santos com Palmeiras, Atlético-PR e São Paulo. Mas pelos dois que vi, contra o Fluminense e este de ontem contra o Vitória, me parecem exagerados os comentários sobre a "queda de produção" do time desde a volta da Copa do Mundo. É provável que boa parte dos que falam nisso agora tivessem também na mente uma imagem maravilhosa e exagerada dos meninos da Vila pré-Copa.

Quando se fala nesta queda de rendimento, a comparação deve estar sendo com os maravilhosos resultados no campeonato paulista e nas fases iniciais da Copa do Brasil. Mas antes mesmo da parada, o Santos já não estava passeando no Brasileiro; era óbvio que, no momento em que começassem a enfrentar adversários melhores, as facilidades não seriam as mesmas. Contra adversários frágeis, a sua característica super ofensiva fazia com que as goleadas surgissem com mais facilidade do que para outras equipes mais, digamos, equilibradas. Agora os adversários criam mais dificuldades para o seu ataque e colocam mais à prova sua defesa; e com o time tendo que se esforçar mais atrás, já não é tão fácil chegar toda hora com tanta gente à frente e ser tão encantador assim. É normal.

Mas gostei do que vi em campo contra Fluminense e Vitória. O Santos jogou bem, continuou com uma movimentação muito interessante no ataque e criou muitas chances. Porém, mostrou o mesmo defeito nas duas partidas: não conseguiu traduzir as chances criadas em gols na proporção desejável. Por isso, acabou perdendo para o tricolor numa partida que dominou completamente e deixou de dar uma goleada que teria decidido ontem o título da Copa do Brasil. Mas o futebol nos dois jogos foi bastante bom de se ver - e competitivo.

É pena que não deve dar pra ver ao longo do Brasileiro uma verdadeira comparação de resultados entre a filosofia alegre do time dos "meninos da Vila" formado no primeiro semestre e o futebol mais, ahn, pragmático dos outros grandes do país - pois a equipe santista não vai seguir a mesma.


* * * * * * * * * * * * * *

Como falei, o Santos jogou bem ontem. Principalmente no segundo tempo.

E isso inclui Neymar, que tinha uma boa atuação até a patética cobrança de pênalti. Faço questão de colocar o vídeo aqui, pois foi das coisas mais engraçadas que vi no futebol na minha vida. É divertido ver alguém com tanta marra assim se dar mal de vez em quando.

Na hora em que ele começou a correr pra bola, já deu pra ver que algo ia dar errado. Com toda a sua fama de presepadas, paradinhas e tudo o mais, somada à corridinha lenta e esquisita pra bola, não foi surpresa que o goleiro do Vitória tenha esperado pra ver o que ele ia aprontar.




Pode ser que isso sirva de lição pra Neymar e vá ajudá-lo a se tornar um jogador melhor ainda no futuro. Ou não.

3 comentários:

Bosco Ferreira disse...

O garoto é um pouco exibicionista. Deveria fazer apeans o que sabe.

The Dog disse...

Desculpa fugir do assunto mas recomendo ao Andre e aos amigos do blog a leitura do artigo do Lucio de Castro da ESPN (excelente jornalista):

Blogueiro revela articulação para minar Zico na direção de futebol do Flamengo
http://espnbrasil.terra.com.br/luciodecastro/post/138586_ZICO+DEVE+TOMAR+CUIDADO+COM+O+CABO+ANSELMO


E é engraçado ver que essa articulação tem voz na imprensa com o senhor Renato Mauricio Prado.

The Dog disse...
Este comentário foi removido pelo autor.