O Flamengo tem muito a ganhar se a torcida comprar sua briga

Zico andou falando com mais clareza nos últimos dias sobre suas prioridades à frente do futebol do Flamengo. O recado foi dado: os resultados dentro de campo sempre têm sua importância, mas o foco é na reconstrução (ou seria construção mesmo?) do departamento de futebol do clube. Um trabalho bem mais complicado, bem mais importante e de resultados menos imediatos.


Resumindo bem resumido:

- Os objetivos principais são organizar as contas, definir a organização interna - inclusive nas categorias de base - e investir na estrutura física que dará condições aos profissionais do clube de trabalhar sempre da melhor maneira possível.

- O dinheiro não está sobrando. É preciso fazer escolhas. Contratações ainda para esta temporada podem e até devem chegar, mas nunca fora do orçamento.

Já deu pra perceber que a nova linha de pensamento desagrada muita gente. Há a eterna briga entre grupos políticos, há outros interessados se incomodando por ter sua vida mais complicada e mesmo na torcida, há muitos já achando o fim da picada as contratações modestas, querendo reforços bombásticos já.

E só o que eu acho é que a situação atual precisa ser encarada pensando-se num horizonte que vai um pouco além dos próximos quatro ou cinco meses.

* * * * * * * * * *

O Flamengo tem hoje no mercado a fama de um clube mau pagador. Por isso, muitos simplesmente se recusam a trabalhar na Gávea. Nos acostumamos a ver qualquer jogador ou técnico chegar ao Flamengo ganhando salários muito mais altos do que receberiam em outros clubes - porque, para convencer qualquer um a arriscar-se a conviver com salários atrasados, é preciso que as cifras sejam muito vantajosas. Pra quem acha que há muito espaço na folha por comparar o elenco atual com o do ano passado, basta dizer que o clube terminou 2009 devendo R$4 milhões em prêmios, R$900 mil em luvas, R$2 milhões em salários, R$4 milhões em direito de imagem, R$1,5 milhão de 13o salário, R$490 mil de férias. Jogadores falam entre si e este tipo de informação se espalha.

A fama de mau pagador é também com clubes e empresários, que sabem das dificuldades para receber o que o Flamengo promete em suas transações. Há casos que foram parar na Fifa de dívidas de anos por contratações como Íbson ou Souza. Na disputa por um negócio, é natural que o dono de um jogador dê preferência pra quem não tem este tipo de histórico; também é normal que tenham mais receio em aceitar parcelamentos, correndo o risco de receber a primeira parcela e ter que ficar cobrando as outras todas por anos.

O Flamengo tem a fama de ter uma péssima estrutura para se trabalhar. Isso também afugenta bons profissionais - técnicos, jogadores - e faz com que seja necessário pagar mais caro pra convencer alguém a ir para o clube.

O Flamengo tem a fama de ser desorganizado, um lugar onde a indisciplina e a bagunça imperam. Pense em quantas vezes você já não pensou, falou, leu ou ouviu a seguinte frase: "Fulano? Esse é muito bom, mas não duraria três meses no Flamengo". Pois é: quando um dirigente do Flamengo tenta contratar alguém de perfil mais, digamos, sério, é provável que isso também passe pela cabeça do sujeito.

Quando se fala em possíveis patrocinadores que arcariam com salários de grandes jogadores no Flamengo, esta fama também atrapalha. Ninguém quer pagar para ter o nome de sua empresa associado a quem aparece com frequência na imprensa com histórias de atrasos a compromissos, noitadas fora de hora, brigas com torcedores ou companheiros de trabalho. A fama do Flamengo é que estas coisas acontecem por lá com frequência e os diretores encaram como algo normal.

Por toda esta fama, e não só pela pura e simples falta de dinheiro - que é um fato; basta ver a dificuldade para pagar, de maneira parcelada, os 700 mil para ficar com David -, é mais difícil para o Flamengo fazer contratações de peso. Torcedores sonharam, por exemplo, com a contratação de Rafael Sóbis, Montillo e Ricardo Oliveira; pois não é difícil imaginar que, se estes jogadores tivessem nas mãos propostas idênticas do Flamengo e de Inter, Cruzeiro ou São Paulo, não escolhessem a Gávea como destino.

O rubro-negro que está interessado simplesmente em resultados em campo (o que é normal, é pra isso que se torce para um time de futebol) e quer o time sempre forte deve entender como esta imagem dificulta, e muito, que o Flamengo faça as contratações indiscutíveis de que gostaria; que não se muda esta imagem de uma hora pra outra; e que isso definitivamente não vai acontecer se, mais uma vez, a diretoria for "ousada" e decidir gastar além do que tem, fazer novas dívidas e reduzir ainda mais a margem de manobra para os próximos anos.


* * * * * * * * * *

Reparem que escrevi apenas sobre o que a fama do Flamengo de ser mau pagador, desorganizado e deficiente em estrutura traz de ruim. Nem toquei nos efeitos diretos do Flamengo efetivamente ser mau pagador, desorganizado e deficiente em estrutura no rendimento dos jogadores em campo. Todo mundo sabe disso, todo mundo sempre reclamou disso, todo mundo sempre quis que isso mudasse. E alguém achou que seria simples?

Pois a briga pra mudar não é simples, nem fácil. Pra encarar um trabalho deste tamanho, que pede sacrifícios, exige atitudes polêmicas e vai contra um monte de interesses, tinha que ser alguém com a moral que Zico tem. É a isso que ele está se dispondo, e é por isso - e não por um sentimento sebastianista qualquer ou por uma idolatria cega a um ex-jogador de futebol - que comemorei tanto sua chegada.


É claro que Zico vai errar, e é claro que se pode criticar sua administração. Eu não teria seguido com Rogério como técnico e acho apostas como a feita no zagueiro Jean, por exemplo, muito difíceis mesmo de dar certo. Discutir este tipo de coisa, reclamar de determinadas decisões, é normal e todo mundo pode fazer. O perigo é pegar a parte pelo todo, decretar que "está tudo errado" e não perceber a figura completa.

Coloquemos as coisas em perspectiva: o grande fato, hoje, é que estão tentando mudar a lógica das coisas. Podem errar agora numa aposta em Val Baiano ou Marquinhos, por exemplo - como todo mundo hoje acha que se errou com Vandinho, Sambueza, Fierro, Gil e Dênis Marques. A grande diferença é o pensamento que há por trás do que está sendo feito agora. Não dá pra botar tudo no mesmo saco. Quer dizer então que todo o problema do Flamengo nos últimos anos é simplesmente ser dirigido por gente que "escolhe mal" as contratações? Pode ser que eu quebre a cara, mas ao menos tenho hoje motivos para crer que quem está na direção pensa realmente no que é melhor para o Flamengo - e melhor não só no curto prazo.

É preciso cuidado com um discurso simplificador, que com menos de três meses de Zico na Gávea já crava que "nada mudou" simplesmente porque as contratações imediatas não renderam lindas manchetes. Ou que diz que o Flamengo está trocando um CT por um time na zona de rebaixamento, e que "ninguém vai se contentar com estrutura se o time estiver na série B". Atenção: o Flamengo nem está gastando dezenas de milhões de uma vez em um CT, nem está na zona de rebaixamento. E um trabalho que é declaradamente de longo prazo não pode ter julgamentos definitivos em tão pouco tempo.

Cada um tem direito a ter sua própria opinião, e muitos podem sinceramente não acreditar que as coisas possam estar mudando. Mas sabe-se que nem todas as opiniões que circulam por aí são honestas. Por interesses não divulgáveis, muitos vão bater no trabalho de Zico agora, e forte - muitas vezes sem nem citar seu nome. Por exemplo: se conseguirem que o processo não vá pra frente colocando a culpa em Patrícia Amorim, Hélio Ferraz ou seja lá quem for, o efeito já terá sido o desejado.

É preciso ter cuidado pra não cair em certas pilhas.


* * * * * * * * * *

No mais, realmente não acho que o Flamengo hoje tenha time pra brigar contra o rebaixamento. Especialmente se puderem trabalhar com tranquilidade e tiverem o apoio da torcida. Pra quem realmente teme uma queda pra série B: sei que o elenco do Flamengo está abaixo de uma porção de concorrentes, mas não creio que seja do nível de Guarani, Ceará, Avaí, Vitória, Prudente, Atlético-PR, Atlético-GO e Goiás. O campeonato está ainda no início, mas o Flamengo já jogou com Inter, Grêmio, São Paulo, Palmeiras, Fluminense e Botafogo, todos jogos teoricamente bem complicados, e ainda está a três pontos da zona da Libertadores.

Outro dia li um comentário por aí de alguém que "não aguenta mais ver Val Baiano jogando no Flamengo". Mas já? Acho que vale esperar mais um pouquinho antes de tirar conclusões tão definitivas, ainda mais num momento que pode ser realmente histórico para o clube. 

O Flamengo teria muito a ganhar se a torcida agora comprasse a sua briga. Talvez fosse o caso da própria diretoria dizer isso com mais clareza.

43 comentários:

Murdock disse...

Eu não acho nada do outro mundo passar uns 2 ou 3 anos sem títulos, desde que essa estrutura seja construída, mas quantos torcedores aceitariam isso?

E mais, será que conseguimos fazer isso sem correr risco de rebaixamento?

Alan disse...

Numa boa, acho que tem muita gente fazendo tempestade em copo d'água. De 92 a 2009, ganhamos apenas uma Copa do Brasil, uma Mercosul e uma Supercopa. O resto foi carioquinha. Nada nos impede de ganhar carioquinha com esse time que temos (na boa, a concorrência tá bem longe de encher os olhos de qualquer um). E pasar 2-3 anos de coadjuvante no BR pra voltar depois com força máxima, pra mim, tá mais do que ótimo.

Comentando algumas partes do texto: acho que tiraria Ceará, Avaí e Vitória dessa lista, André. Não acho que são grandes super potências, mas estão claramente acima dos outros citados. Mas ainda acho que abaixo da gente.

E quanto a gente falando que "não aguenta mais Val Baiano", me lembro de ter lido comentários semelhantes, ano passado, em relação ao Zé Roberto. Mas só no meio do ano. Não me lembro destes comentários no final do ano...

Apoio o Zico no que ele precisar.

SRN

Nivinha disse...

Perfeito! Parabéns pelo texto!
Eu confio totalmente no Zico e apoiarei sempre!
SRN

André Monnerat disse...

Murdock, eu pensei em citar essa sua frase no texto, porque é algo que já li por aí inúmeras vezes, desde muito antes do Zico pensar em voltar.

E o que eu tenho a dizer é: eu sei que o Flamengo precisa - atenção: PRECISA - de uma reconstrução e sei que isso tem seu preço. Estou disposto a comprar esta ideia por que simplesmente não vejo alternativa.

Se há torcedores que não concordam, só posso dizer que o pensamento deles foi o que prevaleceu ao longo dos anos, até hoje. E, nessa de não querer trocar a estrutura por uma falta de títulos por 2 ou 3 anos, passamos 17 de jejum no Brasileiro.

Mais: tenho a convicção que é possível fazer isso sem rebaixamento. Hoje não penso nisso, com toda sinceridade. As pessoas não percebem, mas a mudança do calendário do futebol brasileiro favoreceu e muito o Flamengo. Atualmente, a diferença de receita do Flamengo em relação à grande maioria dos concorrentes é mais do que suficiente pro Flamengo ter essa margem de manobra, se trabalhar sério.

André Monnerat disse...

Alan, não disse que todos aqueles times estão no mesmo nível. Apenas listei times que, pra mim, têm elencos inferiores ao do Flamengo.

André Amaral disse...

O hexa ano passado foi péssimo para uma parcela da torcida de pensamento simplista.

Ficamos 17 anos sem um título brasileiro, o discurso sempre foi, principalmente com o SPFC sendo tricampeão brasileiro, que o Fla só voltaria a ganhar um título do Brasileiro de pontos corridos se investisse na estrutura, "porque time bom ganha jogo, mas estrutura ganha campeonato", mas eis que por vários viés, com uma pitada de sorte quebramos todos os paradigmas de "como ganhar um brasileiro de pontos corridos".

Até aí tudo bem, mas o problema é pensar que se repetir essa fórmula, o modo operante do ano passado, vamos ganhar sempre, esquecendo que já fizemos isso por vários e vários anos e não ganhamos nada.

Se montarmos uma base sólida de estrutura e de trabalho agora, podemos até ficar dois, três anos sem ganhar um título, mas o fruto virá depois, que é o de disputar sempre o título brasileiro, e não ter que quebrar todos os paradígmas de como ganhar um título brasileiro de pontos corridos e correr o risco de ficar 17 anos pra voltar a ganhar.

FÁBIO GIL disse...

Monnerat, essa é uma aula de cidadania rubro-negra. A galera tem que encarar essa Era Zico como uma quimioterapia: vai ser desagradável, vamos perder muitos cabelos, mas ao final, teremos acabado com um mal terrível que vive dentro do Flamengo.

The Dog disse...

Perfeito Andre.

E quem nao leu o post do Lucio de Castro no blog dele na ESPN leia que vale a pena.

Os torcedores de bem do Flamengo nao podem cair em pilha errada, se o Zico nao der jeito no clube eu nao tenho mais esperanças.

Renato disse...

Texto Perfeito!
Saudações, Eu sou Flamengo.com

Tiago Cordeiro disse...

O pessoal quer justificar todo esse comportamento baseado em 2009. Se esquecem que em 18 anos conquistamos UM brasileiro. Tá na cara que ano passado foi exceção e não a regra.

Tiago Cordeiro disse...

Ah e belo texto. :)

Anderson Mendes disse...

Meu apoio ao Zico é cego, estúpido, desmedido, inconsequente e insano!!!

TriTon disse...

Pessoal, com toda a certeza do mundo, o FLAMEMGO ira crescer muito mesmo na mão do ZICO. Da mesma forma que os amigos, MURDOCK, ALAN e o proprio ANDRE falaram, eu estou de acordo com estas opinioes sobre o ZICO e sua administracao.
Tenho certeza de que o FLAMENGO não sera rebaixado, pois antes dele, varios outros times cairam primeiro.
Eu tenho um pequeno comercio no meu bairro, e aqui logo pela manha cedo, varias pessoas, umas sensatas outras nem tanto, conversam aqui, e para a minha alegria, a maioria que se diz FLAMENGUISTA, falam que estao concientes de que o trabalho do ZICO so ira surgir ano que vem ou na pior das hipóteses, só em 2012 mesmo.
Sei que ouviremos várias pessoas de outros times, falando bastante besteira. Que tambem existirá noticias "plantadas" em jornais, blogs e sites, falando mal do ZICO, PATRICIA, etc.
Eu confio no trabalho do ZICO.

SRN

Anderson Mendes disse...

Eu não entendi essa frase:

"... nem todas as opiniões que circulam por aí são honestas...", linkando pra matéria do Lúcio de Castro na ESPN.

Tem algo errado no que ele escreveu?

André Monnerat disse...

Anderson, não tem nada de errado no que o Lúcio de Castro escreveu. Ele justamente explica por que algumas opiniões não são honestas.

Marcos disse...

Rpz...é o seguinte: SOU TOTALMENTE A FAVOR do seu COMENTÁRIO e TOTALMENTE A FAVOR DE ZICO! Ele sim, foi uma grande contratação do Mengo! Tenho a certeza de que essa coisa de rebaixamento não irá afetar o clube! os jogadores vão olhar pros lados e observarem as coisas mudando...e vão sim dá mais valor ao clube por qual está defendendo! Zico, desde já AGRADEÇO ao seu retorno ao CRF.

Tira Onda disse...

Segundo informações amplamente divulgadas o custo total para construção total do CT gira em torno de R$ 25.000.000,00 com prazo estimado (falei estimado) para conclusão de 3 anos. Calculem comigo:

Custo do CT: R$ 25.000.000,00

Salário mensal do Diretor Executivo: R$ 350.000,00

Custo anual do Diretor Executivo: R$ 4.200.000,00

Custo do Diretor Executivo ao longo de em 3 anos: R$ 12.600.000,00

Ou seja, o Diretor Executivo custará a metade de um CT totalmente concluído.

O Diretor Executivo pede a nossa compreensão e sacrifício durante 3 anos (no mínimo) para termos não só melhores jogadores como estrutura digna.

Como torcedor, o Sr Diretor Executivo não deveria também se sacrificar com no mínimo diminuindo seu exorbitante salário em prol do seu time de coração? Até porque quando foi convidado (ou sondado) pra exercer cargos não remunerados (como presidente), ele nunca quis... Vale ratificar que sendo ele presidente, ele é quem daria as cartas para todos os segmentos do clube, então não adianta falarem que ele só aceitou ser Diretor Executivo por acreditar na atual presidente. Creio que ele acredita mais nele do que na presidente...

Aguardo respostas nos próximos 3 anos (no mínimo). Respostas convincentes, com conteúdo...

SRN

André Monnerat disse...

"Tira Onda", talvez justamente por esperar este tipo de colocação é que o Zico deixou claro que não receberia salários do Flamengo, e sim de patrocinadores.

Coisa que, aliás, eu acho totalmente desnecessária. Por mim, o Zico poderia e até deveria receber seu salário do Flamengo, e com direito a bônus muito bons por resultados.

DJ Mangueira (Anderson Lopes) disse...

Postei mais ou menos isso ontem no Blog da Flamengonet e no meu blog. Acho um absurdo quando alguém que se diz torcedor do Flamengo é capaz de dizer que quer que a Patrícia Amorim demita o Zico e recontrate o Marcus Brás...

Lívia disse...

Excelente texto, Monnerat!

Eu não me importaria em ficar alguns anos nas posições intermediárias do campeonato brasileiro. Quem já passou o que passamos de 2002 a 2006, suporta qualquer coisa. E nesse caso, é para que consigamos algo que precisamos, tem uma finalidade tudo isso.

Outro dia, ouvi uma pessoa falar : "pra que CT? Ganhamos o hexa sem isso". Esse tipo de gente com esse tipo de pensamento não vai apoiar o Zico.

André disse...

Claro que as intenções da diretoria são boas e as rupturas são necessárias para a construção do novo Flamengo.

A única coisa que questiono e fiquei sem resposta no último comentário no post "quem é esse Clayton" são os critérios para contratações.

Continuo com o pensamento que 1 Emerson Sheik é mais viável economicamente do que 1 Val Baiano (gordo)+ 1 C.Broja (trombador).

O Sheik nos daria gols e consequentemente algumas vitórias. O que podemos esperar do Val Baiano ainda gordo (enquanto o Sheik já está jogando e marcando gols) e do Borja?

Foi comentado também que o Flamengo possui muito mais renda de estádio que os outros times.

Isto foi verdade nos últimos anos devido as BOAS campanhas do time. Dúvido que se mantenha nos próximos anos (mesmo neste) com campanhas médias e SEM O MARACANÃ até 2013 pelo menos. Todos estão esquecendo disto.

Vejo os jogos do Flamengo aqui no RS e o Maracanã sempre está vazio e tenho a quase certeza que será assim enquanto esta estruturação toda não der frutos.

Quem de vocês que leem este blog vai ao jogo do Flamengo quando este está da 5a colocação para baixo? Quem irá sair de casa para ver o Val Baiano ou o C.Broja?

O grande perigo é o clube não se sustentar o tempo suficiente para este trabalho amadurecer.

Aproveitando a chamada deste post faço uma provocação a todos os leitores: quem de vocês também dá a sua parcela sendo sócio do clube ou entrando no programa Cidadão Rubro Negro e dando a sua contribuição de poucos reais por mês, na medida da condição financeira de cada um.

Eu faço a minha parte, desde o ano passado. Meus amigos Marcos (irmão do owner deste blog) e o próprio owner, justificaram que este programa não ia para frente porque este dinheiro seria certamente desviado e eu estav botando fora a minha grana. Me lembro de algum jogo da libertadores nós 3 juntos no Maraca e este mesmo assunto veio a tona a minha resposta foi: "eu faço a minha parte".

Provoco todos vocês: agora com a "santa diretoria" qual a desculpa para a não adesão em massa? Não vejo nenhuma notícia dizendo que o Flamengo tem milhares de sócios ou milhares de pagantes no Cidadão Rubro-Negro.

Como a minha realidade é a de Porto Alegre vou mandar mais um dado do quadro de sócios do Internacional (mais uma vez semi-finalista da Libertadores)que é de incríveis 105.000 sócios em Abril deste ano.

Não consigo entender como um time com 30 MILHÕES de torcedores não consegue o mesmo feito de um com 5 milhões?

Se todos fizéssemos este seria o maior clube do mundo.

André Monnerat disse...

Juninho, peralá. NUnca te falei pra nçao se associar, nem que dinheiro de Cidadão Rubro-Negro ia ser desviado nem nada disso não! Queísso!

Fiz campanha aqui no blog pras pessoas se associarem e sou sócio proprietário do Flamengo, inclusive!

Tiago Cordeiro disse...

André, vc tá errado. O Emerson está ganhando mais no Flu do que Val Baiano, Borja, Leandro Amaral e Diego Maurício juntos. Isso tudo com um histórico de muitas contusões.

Isso pra não falar da forma deplorável como ele conduziu sua negociação alardeando amor ao clube, mas fazendo leilão pra acertar.

André Monnerat disse...

Completando os seus assuntos: não sei se o Flamengo ganha mais de bilheteria do que os outros - nunca escrevi isso. Tem a maior média de público; acredito que não tenha a maior receita.

Mas o Flamengo hoje ganha de TV a mais do que Cruzeiro, Fluminense, Botafogo e a maioria dos outros grandes uma grana que daria pra construir um CT por ano. Tem um dos melhores, se não o melhor, contrato de material esportivo do país - muitas vezes superior ao da enorme maioria dos concorrentes. De patrocínio de camisa, ganha muitas vezes mais do que, por exemplo, Grêmio, Inter, Cruzeiro e Atlético - e sempre vai ser assim. Há receitas do Flamengo, como a de bilheteria, que irão mesmo variar com a campanha; um monte de outras se manterão sempre altas, bem mais altas do que as de adversários de porte.

Um dia vou me alongar neste assunto aqui. Por enquanto, só repito o que falei em um comentário anterior: a mudança do calendário brasileiro, a partir de 2003, favoreceu e muito o Flamengo, embora a maioria não se toque disso. Do jeito que funciona hoje, é muito fácil o Flamengo ter um nível de receita muito alto em relação à grande maioria de seus concorrentes. E isso dá uma margem de manobra pra administração que é muito maior hoje do que era, por exemplo, quando o Márcio Braga levou o Júnior pra tentar profissionalizar o futebol do Flamengo em 2004.

Tiago Cordeiro disse...

Sobre sócio: se todos nós fizermos nossa parte o Fla será mais forte mesmo. Pra começar, a própria diretoria deveria fazer sua parte.

Em tempo: sou sócio off-Rio.

E atesto que o Monnerat sempre encorajou as pessoas a se associarem mesmo. Inclusive o SobreFlamengo foi um dos blogs que participou da campanha para todos se associarem.

André Monnerat disse...

E quanto às contratações, é o que eu escrevi no texto: você pode discutir isso e discordar. Só o que peço é que as pessoas coloquem as coisas em perspectiva antes de sair esbravejando por aí que "tá tudo errado", "nada mudou" e coisas do gênero.

Falando de um dos pontos especificamente: não sou tão fã do Emerson não. E o Zico já disse que ele não veio porque quis ganhar mais no Fluminense.

André disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
André disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
André Monnerat disse...

E bem, sobre a questão de sócios: o que eu acho que falta pra parada deslanchar é oferecerem um programa em que os benefícios realmente pareçam atraentes e tenham um bom custo-benefício para o consumidor. Quando fizerem isso, pode crer que vai dar certo.

Régis disse...

Dessa vez não tenho nem uma observação para fazer do seu texto André, porque concordo totalmente com ele. Parabéns pelo texto. Espero que muitos Rubro - Negros tenham lido e pensado um pouco sobre o assunto. SRN

Lorenna Zannard disse...

Ótimo texto.
O problema é que torcedores de mente mediocres, que eu nem chamo de torcedores, querem apenas titulos, mesmo que o time continue como estar. Já estava mais que na hora de chegar alguém que realmente amasse o clube e que tivesse profissionalismo. Alguém que não entre na labia das covas que existem no Flamengo. O projeto e as mudanças não terão resultados imediatos, lógico. Mas são fundamentais para que o Flamengo volte a ser "o Gigante", não que ele tenha deixado de ser, mas sim, porque quem o ocupava e mandava no clube eram as pessoas que menos mereciam.
"Ha de chegar o dia"..

fla_2010 disse...

Concordo quanto ao apoio da torcida ao projeto do Zico, mas discordo que isso signifique perder o senso crítico.

É sabido por todos que o problema do time é a falta de atacantes, além de um zagueiro e um meia para armar com o pet.. e diante disso, a diretoria opta por Gilberto Silva... planejamento zero.. parece que atiram no primeiro que aparece!

Também concordo que o elenco do Flamengo é superior a vários outros da série A, mas não desprezem a capacidade de Rogério Lourenço em conseguir nos colocar abaixo, mesmo destes times citados!

Marcelo Constantino disse...

Mais um texto primoroso, André.

Daqueles pra vc guardar.

Parabéns mais uma vez.

lussiannosousa disse...

Acho que o ponto principal do texto é sobre os erros que ele pode cometer e os benefícios que ele trará.

Acho sim que ele está indo mal nas contratações até agora. Muita gente diz que 'não tem quem contratar, não tem dinheiro...' P*rra, deixa do jeito que tá então. Não precisa mais apostar em gente fraca!!

Ele fala tanto em projeto a longo prazo que tô começando a achar que ele tá montando time pro ano que vem. E tipo, se for isso msm, blz, compro a ideia. Mas não me tirem o direito de me chatear por enquanto rsrs.

Putz, o post bombou mesmo ein?!! rss Tomara que não perca o charme dos blogs iniciantes e de poucos comentários a partir de agora haha.

Tiago Cordeiro disse...

Acho engraçado do "Tira Onda" é que parece que pra TRABALHAR pelo clube tem que ser TORCEDOR. Receber salário é errado.

Vale lembrar que além de trabalhar como diretor-executivo, Zico também será garoto-propaganda.

E se vamos contabilizar o salário dele nessa questão do CT, que tal contabilizar também o hipotético salário de cada reforço que a torcida quer? Aliás, o que pagávamos de salários ao Adriano já custou o mesmo.

Bosco Ferreira disse...

niumshÉ isso Cordeiro. O "TIRA ONDA" parece um cabo Anselmo. Aliás eu nunca respeito quem não mostra a cara.

Ivan disse...

Só não entendo a dificuldade do nosso marketing em elaborar um projeto de sócio-torcedor que efetivamente ajude a equilibrar as contas do futebol.
Com o potencial que temos não me parece difícil encontrar uma fórmula de colocar a torcida "jogando junto"
Por exemplo: mensalidade de R$ 30,00 e direito a ganhar 1 camisa oficial por ano. Simples...mas daí pra frente podem pintar várias idéias, com vários "brindes" para várias classes sociais.

mborges disse...

Excelente texto! Tomara que o Zico consiga resistir a todas as pressões que certamente existirão. Certamente o Flamengo irá crescer muito com ele.

Flora disse...

Bombou hein? rs

Falou tudo.

Gustavo disse...

Caro André!
Torço para o nosso Zico consiga, contra tudo e contra todos, mudar a Gávea. Ele mesmo já está criticando a burocracia da própria Diretoria com quem trabalha, não vai ser fácil...
Eu li uma coisa que me deixou intrigado. Ele afirmou que se pudesse, ficaria só com as divisões de base, mas teve que assumir o profissional também para poder usar a sua imagem para conseguir patrocínios. Fiquei pensando, será que não valeria a pena trazer o Leonardo para trabalhar junto com ele? Dava um cargo remunerado qualquer para ele, mas na prática, ele passaria a tocar o profissional e deixaria o Zico cuidando da estrutura e da molecada...
Confesso que não consigo ser tão otimista, talvez com o tempo, o nosso Zico consiga mais aliados, mas atualmente parece que ele está tendo que pensar em tudo completamente sozinho... nem o salário dele está sendo pago, por enquanto...
SRN
Gustavo

marcelo disse...

Amigos enviei esse comentário ao Gilmar Ferreira comentarista esportivo do jornal Extra em 28 de julho 2010

Sou leitor assíduo do jornal e flamenguista, assisti no final de
semana, o programa "Bem Amigos" do sportv( Galvão Bueno, não estava
apresentando) e li sua matéria hoje sobre o Flamengo e os
procedimentos do Zico. Você escreveu: " Só mesmo seu ídolo maior teria
peito para desafiar paradigmas atuais.....", mas não é o que estou
vendo, participo de perto das categorias de base e se o Zico tem
profissionalismo e ética, isso está faltando nas categorias de base,
foi como ele falou no "Bem Amigos" que já tem 4,5 ou 6 jogadores do
Cfz nas categorias de base do Flamengo com a fusão, mas não esta tendo
um critério como deveria ser feito. Na gíria dos jogadores, " eles
estão caindo de para-quedas!" e tomando a vez de jogadores de
qualidade, isto é, feito por imposição, além do mais, dispensando os
jogadores e ninguém ou ele não tem noção que, estará fortalecendo
nossos adversários.
No Mirim sub-13 e pré-mirim sub-11, no CFZ acabou essas categorias e
alguns jogadores foram colocados na "marra" no Flamengo. Onde esta a
fusão? A troca? Foram aproveitados 6 jogadores de cada categoria e os
restantes foram dispensados do CFZ, imaginem como estão o psicologico
dessas crianças, disseram:" Acabou e pronto". Pense, o que os pais
irão dizer para essas crianças(CFZ).
No Flamengo mandam embora alguns jogadores para encaixar os dos CFZ,
isto está acontecendo em todas as categorias.
O Zico como jogador, técnico bom, sensacional e como formador, qual o
jogador foi formado pelo CFZ? Foi técnico em vários times e não tentou
levar nenhum jogador para revelar, nos times por onde passou, por
que????
Temos que rever os procedimentos e critérios que estão sendo usados
para esta fusão. Foi dito, que seria uma troca, onde está essa troca?
Se terminaram com duas categorias de base do CFZ. Onde está a ética e o
profissionalismo do Zico? "Onde está a formação de novos e bons
valores?" Para onde foram essas crianças????
Gilmar precisamos vigiar, essas covardia, injustiça. Porque são
crianças, eles tem um sonho.
Conheço que existe um critério de todo ano, uma avaliação para cada
jogador. Tudo bem, quanto a esse procedimento. Mas como está
acontecendo, não pode.
Espero que você procure saber, porque acredito na sua honestidade e
profissionalismo.
Atenciosamente,
Marcelo.

blog do raymundo affonso disse...

Mesmo com atraso, devo comentar o texto:
Aconpanhei toda a carreira do atleta Zico.... a meu ver foi um dos 03 maiores jogadores do mundo.... à sua frente só Pelé e Garrincha...no entanto, a mídia comete uma injustiça enorme com outros jogadores do Fla dizendo que Zico é o maior ídolo da história do clube...Zico foi o maior da sua época... quem viu Dida sabe que ele foi tão ou mais genial que Zico...Zizinho, Evaristo, Leônidas da Silva e tantos outros também foram geniais... cada um no seu tempo... tive o privilégio de assitir o Mengão ao vivo e à corres por esse Brasil afora desde
1960...sempre fui muito fâ do jogador Zico....
quanto ao dirigente Zico, êsse não, pisou na bola, fez muitas lambanças nos 04 meses que passou à frente do futebol do Flamengo...despreparado, incompetente, lerdo, sem planejamento... um zero à esquerda ..ele fala em salários altos no Flamengo...mais foi ele quem contratou o Deivid pagando mais de 500 mil/mês... o Val Baiano pagando 180 mil, o Leandro Amaral: 130 mil, o Renato Canelada mais de 200 mil por mês e assim por diante...Zico foi uma grande decepcção como dirigente...
e a tristeza maior: quando saiu..
para justificar (e aí ele contou com toda a mídia), saiu atirando para todos os lados...inclusive falando mal da Patrícia Amorim, que nada teve com a péssima gestão dele... e com postura nobre jamais abriu a boca pra falar mal da administração do Zico...ela não baixou o nível como fez o dirigente Zico...
outro detalhe: por ironia do destino, logo depois que a presidente resolveu assumir o futebol, não delegando poderes a mais ninguém, o Fla começoi a mudar da água pro vinho... só não vê quem não quer...ou seja: as viúvas do dirigente Zico...
saudações rubronegras...
Rai Afonso

blog do raymundo affonso disse...

como perguntar não ofende: o Sport existe fora de Pernambuco e dos tribunais da justiça do estado?