Estadual 2010 - Taça Rio - 4a. rodada - Flamengo 1 x 0 Vasco

O time venceu o clássico, Adriano voltou a marcar, tirou a camisa e mostrou seu recado (endereçado a quem exatamente? Seria ao Dodô? Fiquei na dúvida). Mas a verdade é que foi uma atuação bastante ruim a do Flamengo ontem.

Mesmo jogando mal, venceu. E venceu porque o Vasco, na hora de decidir, depende de Philippe Coutinho - que é habilidoso, mostra personalidade e pode vir a ser um grande jogador, mas hoje ainda erra sempre na hora de definir os bons lances que cria. E de Dodô, que dispensa comentários. No fim, a diferença do jogo foi essa: enquanto Dodô entregou dois pênaltis para Bruno (que novamente mostrou seus méritos de grande pegador de pênaltis, fazendo os mesmos movimentos de sempre), Adriano converteu o seu.

(É bom dizer que o pênalti que deu no gol rubro-negro foi inacreditável, uma das marcações mais equivocadas de um árbitro que eu vi este ano. Mas como ele já havia deixado de dar um muito claro em cima de Léo Moura no primeiro tempo, ficou elas por elas.)

Fora o gol, o Flamengo até teve alguns bons lances que poderiam ter dado em um placar mais dilatado. Mas isso graças à fragilidade da defesa vascaína; toda vez que o Flamengo conseguia fazer a bola chegar à intermediária de ataque, acontecia um lance de perigo. É pena que isso não tenha acontecido com tanta frequência, graças à péssima atuação do meio-campo rubro-negro. Toró e Willians foram mal tanto na marcação (o segundo, especialmente, exagerou nas faltas sem necessidade) quanto na saída de bola; Vinícius Pacheco errou a maioria de seus lances e criou pouco (embora a arrancada que deu no pênalti mal marcado tenha sido impressionante). Já Kléberson, quando a bola chegou a seus pés, deu os melhores passes do time; porém, é um jogador que busca pouco o jogo, não se apresenta o bastante para jogar. Como segundo volante, pode ser um diferencial; se jogar numa posição em que o time dependa dele para a armação, fica complicado. E, nisso, o Império do Amor viu pouco a bola e quase não apareceu no jogo.

Assim, ao longo do jogo, o Vasco teve mais a posse de bola e rondou bastante a área do Flamengo, de maneira perigosa. Foi o bastante para os jogadores e o técnico do Vasco saíssem de campo falando de sua "melhor atuação no ano" - o que mostra como é frágil este time. Tá certo que jogaram sem dois de seus jogadores mais importantes no meio, Carlos Alberto e Souza. Mas a presença dos dois me parece pouco pra resolver os problemas que se viram ontem.



14/3/2010 - 19h30 - Flamengo 1 x 0 Vasco
Maracanã - Rio de Janeiro, RJ
Renda/público: R$ 841.565,00/ 30.214 pagantes

Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Cartões amarelos: Willians, Adriano, Vagner Love (FLA); Paulinho, Márcio Careca, Fernando Prass, Élder Granja, Titi (VAS)
Cartões vermelhos: Jeferson, após o término da partida

Gols: Adriano, 5'/2ºT (1-0);

Flamengo: Bruno; Léo Moura, Álvaro, Fabrício e Juan; Toró, Willians, Kleberson (Rodrigo Alvim, 25'/2ºT) e Vinícius Pacheco (Petkovic, 30'/2ºT); Vagner Love (Ronaldo Angelim, 46'/2ºT) e Adriano. Técnico: Andrade.

Vasco: Fernando Prass; Fernando, Titi e Gustavo (Rodrigo Pimpão, 26'/2ºT); Élder Granja, Paulinho (Léo Gago, 40'/2ºT), Rafael Carioca, Phillipe Coutinho e Márcio Careca; Rafael Coelho (Jeferson, 19'/2ºT) e Dodô. Técnico: Vágner Mancini

3 comentários:

Cleber Soares disse...

E ai André, vencer sempre é bom, mesmo nas condições que foi.
Eu até já estava preocupado, pois em minha analise o time não vem jogando bem, achei que estava sozinho nessa.
Temos que arrumar um meia urgente, se o Pet não pode ser o cara, que arrumem outro, estamos jogando muito mais com a habilidade de alguns jogadores que por realizar uma boa jogada começada, organizada pelo meio.

Fernando disse...

André, muito bom seu blog!! Parabéns!! Estava acompanhando outros blogs do Mengão mas achei os blogueiros parciais de mais... tipo torcedores fanáticos que não entendem nada de futebol!!!
Vc tem um olhar bastante crítico e é bastante racional nas suas colocações! Pode der certeza que sempre que possível passarei por aqui!!!
Abraço e saudações rubro-negras!!

André Monnerat disse...

Fernando - valeu, rapaz!