Como foi a passagem de Álvaro no Inter

Não dá pra avaliar o futebol de Álvaro por um só jogo - ainda mais tendo sido contra o Santo André. Para ter um pouco mais de base para imaginar se ele pode mesmo ajudar a resolver o problema crônico que vive a zaga do Flamengo desde que Fábio Luciano se aposentou (e até um pouco antes), fui pesquisar qual a imagem que os torcedores do Inter têm do zagueiro.

E está aí a opinião do Tiago Vaz, conselheiro do Inter e um dos responsáveis pelo site Supremacia Colorada:

O Álvaro é um belo zagueiro, líder dentro de campo. Foi muito bem no Inter durante a conquista da Copa Sul-Americana de 2008, fez um campeonato Gaúcho de 2009 impecável conquistando o título invicto e estava indo muito bem na Copa do Brasil, quando teve a infelicidade de sucumbir perante o Gordo Ronaldo na primeira partida das finais. Saiu estigmatizado como "o zagueiro que perdeu na corrida para o Gordo". Mas acredito que o Flamengo fez uma boa contratação. Será titular.

E, pesquisando um tanto na comunidade do Inter no Orkut, vê-se que o comentário do Tiago cobre bastante das opiniões sobre Álvaro que apareceram por lá, que vão variando de acordo com o período em que se pesquisa. Até o ano passado (Álvaro começou a jogar no Inter em setembro), os colorados eram só elogios - ainda mais depois da atuação contra o Boca Juniors, na Bombonera. Este tópico - "ÁLVARO - um monstro" - é exemplar do cartaz que o cara tinha até o fim de 2008.

Ao longo deste ano, porém, começaram a aparecer críticas cada vez mais intensas quanto à sua lentidão e ao excesso de faltas, com muitos pedidos para que fosse barrado. Mas sua saída do time não melhorou o desempenho da defesa, o que fez com que alguns pedissem sua volta e falassem da falta que sua liderança estaria fazendo dentro de campo (característica que citam com frequência em todos os comentários sobre o zagueiro). Em sua saída, muitos deram o "já vai tarde", enquanto outros lembravam sua grande participação no título da Sul-Americana.

Mas o que me deixou intrigado foi a quantidade de referências que surgiram em um tópico sobre sua ida para o Flamengo sobre sua vida na noite - na linha "agora sim ele vai se dar bem", "vai ficar amigo do Adriano" e por aí vai. E, pesquisando um tanto mais, vê-se que há comentários espalhados aqui e ali, por diversos tópicos, falando por alto sobre seus "hábitos noturnos", mas sem nenhum exemplo concreto. Via Google, não consegui encontrar nenhuma notícia sobre problemas do gênero que o jogador tenha passado em Porto Alegre - parece ser uma fama desenvolvida dentro do próprio Orkut, talvez por referência àquela acusação de um ex-companheiro de Levante de que ele teria chegado para treinar bêbado por lá. Voltei ao Tiago Vaz para perguntar sobre o assunto:

É um excelente profissional.
Foi inclusive muito honesto com o Inter durante a recisão do seu contrato. Questões extra-campo, podem ter existido.... Mas não sei de nada concreto em relação ao Álvaro.

2 comentários:

Tiago Cordeiro disse...

EXCELENTE análise, Monnerat. Fiquei mais feliz depois de ler isso.

Max Amaral disse...

eu li em algum lugar que ele tinha um apelido relacionado à Gruta Azul, famosa boite de Porto Alegre.

Mas quem já foi lá sabe que frequentar o lugar é, no mínimo, sinal de bom gosto... rs...