Contagem regressiva para Íbson?


O que todos sabem: o contrato está terminando e, se nada de diferente acontecer, a partida contra o Sport será a última de Íbson no Flamengo. O Porto, pelo que se fala, não tem interesse em renovar o empréstimo. E, pra quem quiser comprar, o preço está fixado: 4 milhões de euros, ou 10 milhões de reais. Não parece que o Flamengo tenha essa grana.

Kléber Leite e Uram, empresário do Íbson, estão indo pra Portugal negociar. Diz-se que a vontade do jogador é permanecer por aqui. O Flamengo tem "sua linha de ação", mas não dá pra saber qual é. Falou-se em ceder parte de Léo Moura e Juan, mas acho difícil que seja por aí. Não vi nenhuma declaração da boca do Kléber Leite sobre isso, nenhum dos dois tem esse mercado todo por lá e, no duro, são hoje mais importantes no Flamengo que o Íbson, principalmente por não terem concorrentes em suas posições no elenco.

Lê-se por aqui notícias de que há outros clubes interessados. Olhando o que se publica em Portugal, a única notícia um pouco mais concreta que encontrei de interesse de outro clube, fora uma referência meio abstrata ao Olimpiakos, foi do... São Paulo . Mas Íbson já declarou que, no Brasil, não negocia com ninguém que não seja o Flamengo, o que foi bacana de se ler. Claro que não dá pra botar a mão no fogo por ninguém nesse mundo, mas se ele acabar indo pro Morumbi vai pegar malzão.

Se não aparecer nenhum interessado em compra e eles não querem mais emprestá-lo, a opção a ser considerada seria a dele jogar pelo Porto. Apesar de agora parecer ter se decidido por ficar no Rio, o jogador sempre foi meio dúbio quanto a voltar a Portugal. Nesta entrevista publicada em março, ele fala que nunca teve problemas com o técnico, estava feliz com a vontade do presidente do clube em tê-lo de volta, gostaria de provar seu valor e continuava acompanhando os jogos do tricampeão português. Suas boas atuações por aqui no ano passado foram sim notícia por lá e chamaram a atenção, assim como os gols que tem feito nos últimos jogos. E foi noticiado em Portugal que Íbson já tem marcada para o dia 7 de julho uma passagem pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras para regularizar a sua situação em Portugal.

Mas, pelo que dá pra ler de comentários dos portugueses em fóruns de discussão, Íbson deixou a imagem de jogador habilidoso, mas que joga muito "como brasileiro": não toca a bola, corre muito com ela no pé e faz muitos "rodriguinhos" - em bom brasileiro, firulas. Há quem tenha saudades, mas mesmo esses acham que teria que brigar por vaga no time e têm a expectativa de que ele se adapte melhor ao estilo europeu de jogo. Há um trauma devido à desclassificação do Porto da Taça Portugal para o Atlético, time da terceira divisão, graças a uma jogada em que Íbson tentou sair driblando na defesa , perdeu a bola e entregou o gol que definiu a derrota por 1 x 0. O técnico Jesualdo Ferreira, o tal que não lhe dava chances, continua por lá. E, assim como se fala de sua volta na imprensa, também há referências a ele como jogador que não faz parte dos planos do técnico - vejam esta notícia sobre a política de empréstimos para esta próxima temporada.




Minha opinião: eu já não contava com o Íbson desde o ano passado e acreditava que nem a diretoria tinha planos de continuar com ele. Mas acho que decidiram fazer um esforço para manter o jogador muito pelas atuações decepcionantes desde o início do ano de Jônatas e Kléberson, contratados para suprir sua falta. Pesou também a notícia do interesse do São Paulo - se acontecesse dele ir pra lá e fazer sucesso, a diretoria ia ficar muito mal com a torcida.

Hoje, acredito que existam sim chances dele ficar - e sabe lá que loucura Kléber Leite tem na cabeça pra convencer os portugueses. Seria bom se continuasse por aqui. Com a cabeça só no Flamengo e a sequência dos jogos, a tendência seria subir de produção. Se for embora, no papel o Flamengo tem boas opções para sobreviver à perda. Mas seria o momento de Kléberson começar a mostrar a que veio.

3 comentários:

André Amaral disse...

Uma coisa que não entendo, se o São Paulo tem chance de ter o Ibson, claro que vai ser por empréstimo, pois nunca eles pagariam 10 milhões para comprar o meia, fica claro que o Porto não vai conseguir vender o jogador por esse valor, porque o Flamengo não pode conseguir essa prorrogação do empréstimo? Por que só se fala aqui no Flamengo em "ter que pagar 10 milhões para manter o jogador" e o São Paulo só se fala em conseguir o empréstimo do jogador?


Só nos resta torcer para a viagem de Kléber Leite traga boas notícias, por que o Ibson tem que ficar!!!!

André Monnerat disse...

A minha opinião é que essa deles não aceitarem emprestar é um blefe do Porto. Eles gostariam de vender e estão forçando a barra pra isso. Mas se não tem nenhum comprador - que é o que tá parecendo - e eles não querem aproveitar o Íbson no time - que também é o que tá parecendo -, vão fazer o quê com ele?

Enfim, vamos ver no que vai dar essa viagem do Kléber Leite.

KID disse...

O KL não iria a Portugal à toa. Como ele foi me dá esperança de continuar-mos a contar com Íbson.