A história se repete?

Tomara que não.



No início de 2010, pouco após a conquista do hexacampeonato brasileiro, acreditava-se que o Flamengo ainda dependeria bastante ao longo da temporada do desempenho de Petkovic. Mas o meia que foi figura central da história conquista não voltou tão bem das férias. Envolveu-se em discussões internas e via o técnico Andrade hesitando em apostar novamente nele como titular, aparentemente por questões físicas.

Eis que surgiu o inesperado substituto para o gringo: Vinícius Pacheco. Desacreditado há tempos, voltava de empréstimo sei lá de onde e começaram a surgir notícias de que se destacava nos treinos. Ganhou a chance de assumir a responsabilidade de entrar no lugar de um dos grandes ídolos da torcida no intervalo de um Fla-Flu - e correspondeu, com três assistências em uma vitória empolgante. Em jogos seguintes, suas arrancadas pareciam irresistíveis. Os comentaristas não deixavam de notar como aquele inesperado reforço se mostrava muito mais útil para o elenco do que se podia imaginar. Os elogios se acumulavam em grandes atuações contra adversários como Macaé, Resende e Boavista.

A diretoria da época, claro, não bobeou. Na primeira metade de março, acertou a renovação com Vinícius Pacheco, com direito a 100% de aumento em seu salário.

Este contrato de Vinícius Pacheco com o Flamengo está em vigor até hoje.


* * * * * * * * * *

Torço de verdade para que ninguém consiga fazer um paralelo no futuro entre o que aconteceu com Vinícius Pacheco e as recentes renovações de contrato com Cléber Santana - e, principalmente, esta agora com Hernane, até o longínquo ano de 2016.

6 comentários:

Ad@1LtoN disse...

Ótima lembrança, quando todos os portais estão fazendo reportagens sobre o "brocador" nesses dias

lussiannosousa disse...

Pra vender tem que ter contrato em vigor. Mas realmente acho que 2 anos já seria suficiente rs.

@papoulab disse...

Todo mundo sabia que o Pacheco era horroroso assim como é notório que esse Brocador é um caneleiro.
A diferença é que o Hernane joga pq não tem outro e o Pacheco foi uma invenção do Andrade, que é um ídolo e tal, mas como técnico não presta. A burrice do Andrade custou, inclusive, a Libertadores de 2010. O Império do Amor tava voando, tudo que precisava era do Pet o municiando, mas ele preterido por alguém que não conseguia pensar e correr ao mesmo tempo.
Sobre o Hernane, eu nao teria renovado com ele. Ele tá com sorte e tem marcado gols, mas mata o time pq nao consegue prender a bola e nao acerta um passe. Deixaria ele lá até maio (pq é barato e o estadual nao vale nada) e depois daria um abraço de despedida e contrataria alguém pra quando a temporada começar de fato no 2º semestre.

Gabriel Folha disse...

"Como vc poderia imaginar que um jogador que faz gol em todos os jogos do ano não daria certo?"

Ouviremos adiante...


Paulomarcus Ferreira disse...

Espero que ele seja o artilheiro do estadual e o Flamengo consiga uma boa grana vendendo pro mundo árabe , lembra do Wanderley ? Acho que no esquema montado pelo Dorival um bom nome seria O Ariel , ex curitiba . Ele tá jogando no Barcelona de Guayquil . Excelente a sua sugestão sobre o Estádio de rugbi na Gávea , O Flamengo tem que aproveitar o momento politicamente favoravel no Estado para obter algumas vantagens , tendo em vista que o governador e o prefeito vascainos sempre querem atrasar o lado do Flamengo .SRN

Marcelo Constantino disse...

O que eu custo a entender é a duração: por que 3 anos? Custava esticar só até o fim do ano?

Se fosse pra vender, o momento seria... agora! Ou no fim do estadual.

Tudo indica que foi mais uma bola fora da nova gestão.