Reforço, patrocínio, pagamento de dívidas e protesto de organizadas

Uma quinta-feira cheia de novidades interessantes que serão tema da #TozzaCAM desta noite, com minha participação.


Dia movimentado hoje no Flamengo, com anúncio de pagamento de dívidas, novo patrocinador e reforço para o time. Vou começar os comentários pelo último.

O zagueiro Wallace vem do Corinthians, que rescindiu seu contrato "amigavelmente" e o liberou para assinar com o Flamengo por 4 anos. Tem 26 anos e foi formado nas divisões de base do Vitória, de onde saiu depois de participar da campanha do rebaixamento para a Série B em 2010. Em seu último clube, só teve chances de jogar com alguma frequência como titular em 2011, graças a contusões de Chicão. Mas sempre foi reserva e entrou pouco em campo no ano passado. Sua contratação agora está sendo encarada por muitos por aí como mais uma prova da influência do empresário Carlos Leite no futebol rubro-negro, depois das chegadas de Gabriel e Elias.

E é bem capaz de ser por aí mesmo; ter vindo como contrapeso por alguma contratação que interessasse mais é a melhor explicação para o negócio.

Não tenho lembranças do cara jogando. Mas, pelo histórico, dá pra sacar que não é um nome indiscutível, que chegue para ser titular de cara. E, sendo assim, eu não traria; ficaria com Gonzalez, Alex Silva e Renato Santos e deixaria mais espaço para os que vêm da base terem chance de ao menos treinarem entre os reservas, ficarem no banco e entrarem de vez em quando. E assim guardaria mais espaço no orçamento para as posições em que o elenco realmente está mais necessitado de reforços: a armação no meio-campo e o ataque.

* * * * * * * * * *

Meu raciocínio, de que não valia gastar dinheiro em zagueiro com jeito de incógnita, é até reforçado pela nota oficial que a diretoria publicou pela manhã no site oficial. Segundo ela, o clube acabou de pagar R$8 milhões em dívidas com o Refis e a Timemania. Ambos são programas de renegociação de outras dívidas, mais antigas, com o Estado. E os atrasos nos pagamentos das parcelas de ambos ajudaram a criar a situação caótica do caixa rubro-negro neste início de ano, com penhoras bloqueando muito do dinheiro que ameaça cair na conta. Mais: foi divulgado que, nos últimos 3 anos, o Flamengo não repassou à receita nada da percentagem dos salários de seus funcionários retida na fonte para o Imposto de Renda - o que inclusive configura crime de apropriação indébita.

Parecem estar tratando o assunto com seriedade, contratando uma auditoria para entender exatamente o que se deve e partindo para negociar e parcelar os pagamentos, acertando o fluxo de caixa. Não há outro caminho. Ma, enquanto o dinheiro for pouco, especialmente nessa situação de incerteza que as penhoras geram, tem que escolher muito bem onde gastar o que tem.


* * * * * * * * * *

Uma notícia pra aliviar este perrengue de dinheiro foi o anúncio do patrocínio da Peugeot, por 3 anos. Na imprensa, já dão como certo o valor de R$15 milhões por temporada, dentro do esquema de rodízio de patrocinadores de que falou Bap, atual vice de Marketing, durante a campanha eleitoral.

A lógica da ideia é boa: em vez de querer muito de um patrocinador master e pouco dos demais, cria-se três cotas equilibradas, com a mesma exposição, dando um terço do ano para cada uma no espaço principal do uniforme. O raciocínio é que boa parte da dificuldade para conseguir um bom dinheiro com o patrocinador principal vem de que está fácil conseguir uma exposição relevante pagando bem menos pelas cotas menores, e esta solução resolveria isso. Parece correto, mas há muitos detalhes a serem pensados para o esquema funcionar bem.

E a verdade é que não se tem certeza de que é isso mesmo que fecharam. Segunda-feira haverá uma coletiva em que falarão dos detalhes e só na terça o contrato vai ser votado no Conselho Deliberativo do clube, em sessão de que participarei - minha primeira como conselheiro. E aí vai dar pra entender direito quais os valores e condições. Por enquanto, a certeza é apenas que o clube conseguiu a segurança de um contrato por três temporadas, o que facilita o planejamento pra frente.


* * * * * * * * * *

Vale comentar ainda o anúncio de que o Flamengo não dará ingressos de cortesia para torcidas organizadas neste Estadual. Ao menos é uma posição clara, já que até hoje nunca soubemos direito exatamente que benefícios elas tinham para conseguir suas entradas para as partidas.

Já escrevi aqui que nem sou contra dar vantagens às organizadas nos ingressos, desde que a relação seja transparente e institucional, com todo mundo entendendo como funciona e as regras estabelecidas. Por enquanto, nenhuma das facções protestou contra a decisão e seria estranho se o fizessem - soaria muito antipático chiar em voz alta por querer entrar de graça. O protesto que elas marcaram para a estreia na temporada é válido, contra o alto preço que está sendo cobrado. R$40,00 por um ingresso para Flamengo x Quissamã é mesmo dose.

As organizadas ressaltam, ao divulgarem o protesto, que não estão contra a diretoria do clube e sim contra a Federação, que definiu a política de preços. Mas a verdade é que o clube deveria se posicionar também sobre a questão, que o afeta diretamente. Os valores parecem mesmo muito altos para o interesse que estes jogos despertam e cobrar tão caro obviamente vai espantar os torcedores do estádio, o que não é bom pra ninguém. O pior é já imaginar, no fim do campeonato, o presidente da FERJ dizendo que está "pesquisando" as causas da baixa média de público.

De qualquer forma, vale acompanhar com atenção como vai ser a relação entre a diretoria e as torcidas organizadas daqui pra frente.


* * * * * * * * * *

Eis que hoje à noite participarei da #TozzaCAM, em que conversarei ao vivo pela web com André Tozzini, Patrick Selener e Pablo dos Anjos, com direito a participação de quem estiver assistindo com perguntas através do Twitter e Facebook. Começa às 22h.

Confirmei a presença no programa ontem à noite e não imaginei que tantos assuntos fossem surgir ao longo do dia para se tornarem pauta. Se estiver a fim de assistir, presta atenção nos canais do SobreFlamengo no Twitter e no Facebook, por onde vou passar o link um pouco antes de começar.

2 comentários:

Paulomarcus Ferreira disse...

Achei uma boa contratação se considerarmos que por conta das eliminatorias o Gonzalez deve desfalacar o time em varios jogos e , ainda que o Alex Silva é uma incognita ,e recebe o módico salário de R$ 300.000,00 , ou seja pode rodar a qualquer momento , basta aparecer um louco que o queira contratar.

Em relação ao pagamento deste valor de R$ 8.000.000,00 me parece que esta diretoria foi composta de profissionais de excelente gabarito então creio que o mesmo deve ter sido indispensavel para não comprometer o recebimento de novas receitas .

Acho que o Flamengo vai anunciar o carlos eduardo , não tenho nenhuma informação, mas vi que o Santos esta fora da parada , no site da ESPN o empresario do jogador disse que o destino do jogador esta entre Flamengo e fluminense , só esta pendente em acerto com o clube russo para anunciar o clube .
No lancenet tem um video do Abel falando sobre a contratação do Felipe ,ele declara que por ele o elenco esta fechado e explica os motivos .
Sendo que analisando o time aonde o carlos edurado jogaria no fluminense? Ou seja creio que ele esta fechado com o Flamengo.
Essa é informação o atacante visado é o Thiago riberio .
SRN

Paulomarcus Ferreira disse...

Acho excelente o flamengo fechar patrocínios de camisa de fornecedor esportivo etc., mas acho que o principal "patrocinador" do flamengo deveria ser a sua própria torcida , através de um plano de sócio torcedor atrativo . Se tivéssemos 100.000 sócios torcedores ,número inexpressivo face o tamanho da nação rubro negra , pagando 35,00 reais por mês , em um ano corresponderia a mais de 40 milhões.qual sua opinião ? SRN