Brasileiro 2012 - 4a. rodada - Flamengo 3 x 1 Coritiba

A primeira vitória no campeonato veio com uma atuação ruim, principalmente no segundo tempo.



O Flamengo até fez um primeiro tempo razoável. Ajudou muito para isso os dois gols logo no início - um deles em impedimento -, marcados nas duas primeiras chances que criou. A partir daí, o time pôde se colocar atrás para tentar os contra-ataques. Era um risco manter o Coritiba tanto tempo com a bola no ataque, mas os espaços para sair em velocidade sobravam. E as duas alterações de Joel na escalação - as entradas de Luiz Antônio e Diego Maurício - ajudaram, tornando o time mais leve e rápido. A saída de bola não era das melhores, Renato errava muitos passes (e deu muito espaço para o cruzamento no lance do gol do Coritiba), mas ainda assim o Flamengo até teve suas chances para fazer mais gols.

Mas o segundo tempo foi bem diferente. O time recuou demais, o Coritiba acertou sua marcação no ataque e pressionou até o final do jogo. O Flamengo mal conseguiu passar do meio-campo, em uma atuação horrorosa. Joel ainda tentou melhorar com a entrada de Bottinelli (com a qual Renato foi jogar na lateral esquerda, transformando o setor em uma avenida ainda pior do que era com Magal), promoveu a entrada de Hernane, mas nada dava resultado. A vitória só veio porque o Coritiba não teve competência nas finalizações, pois teve chances para empatar e até virar o jogo. No fim, ainda foi castigado com o terceiro gol em um lance meio de acaso - uma cobrança de falta que pegou na barreira e sobrou para Hernane chutar meio sem jeito.

O resultado em si serviu para aliviar um pouco a pressão, pois chegar à quarta rodada sem vitória seria algo de trágico. Mas a atuação ainda foi muito desanimadora. É um elenco fraco, cheio de falhas, que joga desarrumado em campo e ainda parece mal preparado fisicamente. Está difícil ter algum otimismo.

* * * * * * * * * *

Renato foi péssimo e Magal voltou a não convencer que possa ser um titular ao menos razoável na lateral esquerda. Mas houve ainda um outro destaque individual negativo: o goleiro Paulo Victor.

Foi sua segunda partida como titular "oficial", já que antes estava jogando devido a problemas de Felipe. E a segunda em que foi mal. Poderia ter se saído melhor no lance do gol, mas a maior insegurança é mesmo nas saídas pelo alto, sempre atabalhoadas. Não sei se é algo que possa se resolver com sequência de jogos e uma maior tranquilidade.




10/6/2012 - 18h30 - Flamengo 3 x 1 Coritiba
Engenhão - Rio de Janeiro, RJ
Renda e público: R$ 112.165,00 / 4.066 pagantes

Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)
Assistentes: Marcio Luiz Augusto (SP) e Carlos Nogueira Junior (SP)
Cartões amarelos: Airton (FLA); Roberto, Willian (CTB)

Gols: Vagner Love, 6'/1ºT (1-0); Luiz Antonio, 13'/1ºT (2-0); Emerson, 24'/1ºT (2-1); Hernane, 46'/2ºT (3-1)

Flamengo: Paulo Victor; Wellington Silva, Marllon, Welinton e Magal (Bottinelli, 20'/2ºT); Airton, Luiz Antonio (Muralha, 33'/2ºT), Ibson e Renato; Diego Maurício (Hernane, 28'/2ºT) e Vagner Love. Técnico: Joel Santana.

Coritiba: Vanderlei; Ayrton, Demerson, Emerson e Lucas Mendes (Tcheco, 20'/2ºT); Willian, Sergio Manoel (Chico, intervalo), Lincoln (Robinho, intervalo) e Éverton Ribeiro; Roberto e Everton Costa. Técnico: Marcelo Oliveira.

4 comentários:

Luis disse...

O Joel sofre do mesmo problema que outros treinadores que andaram pela Gávea: recuar quando o Mengão está na frente, ao invés de liquidar a fatura de vez. Parece coisa de time pequeno.

O PVictor não é melhor do que o Felipe - só tem defeitos diferentes. A zaga segue (há um bom tempo) fraca (será que não tem um cara ou dois da base para testar?), o Magal consegue ser mais fraco do que o Egídio (!!!), o Renato tem que se aposentar, o DMaurício parece uma diva um campo e o Airton é bem pior do que o Williams. Esse ano vai ser longo ...

André disse...

Com este time atual o destino é a sul americana em 2013.

O clube deve começar já o processo de reconstrução para 2013.

Flávio disse...

É inadimissível o Flamengo poder pagar 20 milhões pelo Love e ter o Welinton titular da zaga há 3 anos.

Isso é a prova da incompetência generalizada.

Não aguento mais o Joel. É humilhante o Flamengo ter um ex-zagueiro do vice como salvador.

Time sem jogadas, sem goleiro, sem zaga.

Olha a frase do vergonhoso: "essa semana vamos trabalhar a defesa".

Ficou de férias 1 mês, depois teve 10 dias livres e agora fala isso???

Não podemos mais ser vítimas de vergonha. Temos de vaiar e exigir a saída desse treinador imediatamente.

Ordep Sier Segmon Lavis disse...

Cara,concordo plenamente com o Flávio. Um mês só treinando e não tem padrão. Ano passado tinha 7 meias e nenhum zagueiro ou atacante. Esse ano tem 1 atacante,mas não tem zagueiros nem meias...é muita bagunça lá dentro...
Mas vamos torcer sempre...