Meu candidato à presidência do Flamengo

Sonho em vê-lo assumindo, de óculos escuros e gravata colorida.


* * * * * * * * * *

Não é minha intenção antecipar a disputa presidencial do Flamengo, justo num momento tão decisivo da temporada. Mas não resisto a compartilhar esta.

Parece que foi recente o lançamento do projeto "Memória Roda Viva", que pretende disponibilizar em texto todo o acervo de entrevistas do programa da TV Cultura, no ar há mais de 20 anos. E veja só o que li lá, parte de uma entrevista de 1995 - que aconteceu, ao que parece, no dia seguinte à decisão do Brasileiro daquele ano, que deu o título ao Botafogo em cima do Santos:

Marcelo Pires: No material que a gente recebe aqui sobre a sua vida, um material maravilhoso, você falando sobre o Rio de Janeiro, sobre o fato de você ser carioca, você toparia ser presidente do Flamengo. Eu quero dizer que eu apoio a candidatura. Como é que é esse papo?

Jorge Ben Jor: Muito obrigado [risos]. Muito obrigado. Eu até já comprei um título para poder fazer parte do conselho. Eu quis fazer parte do conselho. Eu acho que tem a maioria que tem essa idéia junto comigo. Muita gente já, da minha época, nós, torcedores, muita gente está comprando seu título para poder entrar no conselho e poder me apoiar ou eu poder apoiar alguém que tenha idéias diferentes. Mas é a única presidência que eu gostaria de tentar.

É o meu candidato.

* * * * * * * * * *

O link para a entrevista completa está aqui - no meio de todo o papo sobre música (Chico Science era um dos entrevistadores!), ele fala um pouco de futebol e até do seu tempo de jogador nas categorias de base do Flamengo.

5 comentários:

lussiannosousa disse...

Fantástico!!

Eduardo H. Costa disse...

Entendo a homenagem e talvez a mensagem, mas eu pensei que o post fosse sério! kkkkkkk

ps: Eu acho que o blog poderia ter um lado político mais forte mesmo(um diferencial dos demais blogs). Bastidores e tal. Vc alcançando o conselho e vai que você participa da mudança histórica onde o CRF vira um clube sério. Com tanta informação tu ainda lançaria um livro dos bons!

Abraço!

André disse...

Aí André ... comentário nada a ver com o post:

O "bixo" vai pegar para o Ronaldinho lá em Porto Alegre e você não vai bolar um post sobre estas questões de "traição" ?

Eu acho que o R10 vai pipocar igual o "Ronalducho" pipocou na libertadores, naquele jogo da chuva que fomos juntos.

Acho que vão "sentar o sarrafo" nele no jogo porque historicamente o Grêmio é um time que beira a "psicopatia" e se deixa levar pela pilha da torcida.

Termos um exército de 150 seguranças, a Brigada Militar (=PM do RJ) vai proibir a entrada de faixas ofensivas ... o clima está no limite do "perigo".

Podia emitir um post quanto a isto tudo.

Abraço !!!

André disse...

Apenas para complementar o meu comentário anterior, dê uma olhada no blog da "geral do grêmio" e veja como anda a relação entre a maior torcida organizada do Grêmio e a Brigada Militar de Porto Alegre.

O que acha que vai acontecer quando proibirem todas as faixas contra o R10 na entrada de 45.000 pessoas?

http://geraldogremio.com.br/site/?display=a-melhor-arma-politica-e-a-arma-do-terror

Pode ser que não aconteça nada, mas tem tudo para dar MUITA MERDA, com o perdão da palavra.

Bosco Ferreira disse...

E essa história de que em SP ele é Corinthians? Como ele vai resolver?