Flamengo lidera ranking de apostas na Timemania. Você ainda lembra dela?

Você ainda se lembra da Timemania, a loteria criada para ser a salvação da lavoura dos clubes brasileiros? Pois a Caixa divulgou o ranking dos clubes apontados como "time do coração" pelos apostadores ao longo do ano de 2010 - ranking esse que guia a divisão de parte da receita da loteria ao longo de 2011. Para o Flamengo, não mudou muito.

O Flamengo continua na primeira colocação geral do ranking, com 6,38% do total - em 2009, o percentual do Flamengo foi de 6,93% (clique para ver o ranking completo de 2010 e 2009). O número total de apostadores subiu de um ano pro outro, de 55 para 60 milhões (cerca de 9%).

22% da receita da loteria vão para os clubes, sendo que os 20 primeiros do ranking dividem 65% deste bolo - com o percentual de cada um dos times sendo proporcional ao seu número de apostadores. Em 2009, o Flamengo recebeu R$990 mil; não encontrei os valores do ano passado, mas para 2010, fazendo uma conta grosseira, deve ficar um pouco acima de R$1 milhão.

No momento, quem mais se preocupa com este ranking são mesmo times com orçamentos bem menores, que chegam até a fazer campanhas para que seus torcedores apostem mais e os coloquem em boas posições no ranking. Foi caso pelo menos de Coritiba, Ceará e outros clubes que lutam no limite para se manter entre os 20 que dividem o maior bolo da loteria.

Já para o Flamengo, a Timemania foi encarada apenas como uma maneira de regularizar a situação da dívida com o Estado - a lei que criou a loteria também instituiu um novo parcelamento dos débitos dos clubes. E ainda foram criadas maneiras para que as parcelas não pesassem muito no orçamento, ao menos por enquanto; em 2011, os clubes pagarão no máximo 20% do valor que deveriam ter as parcelas mensais destas dívidas. No caso do Flamengo, deve ficar por volta de R$150 mil por mês (antes da mudança da lei que mudou os limites mensais de pagamentos dos clubes, dizia-se que a parcela total do Flamengo deveria ser de cerca de R$700 mil).

Enfim: por agora, são valores que o Flamengo consegue empurrar com a barriga sem tanto susto. Vai piorar bastante daqui a uns anos (o limite de pagamento aumenta ano a ano, e a lei estipula que tudo terá que ser pago em até 20 anos, o que vai fazer com que no meio do caminho as parcelas fiquem realmente altas pra quem deve muito), mas aí tentarão dar um jeito de mudar a lei de novo. Pelo menos Patrícia Amorim garante que, em seu primeiro ano de mandato, manteve os impostos do clube em dia. Tomara que seja verdade e que o clube nunca mais fique de pires na mão na frente do Congresso, implorando por mais uma mamata dessas.

4 comentários:

neuroniosdechuteiras disse...

Expressivos os dados de venda. Impressionante o poder econômico da nossa torcida, mesmo que no centro financeiro do País tenhamos apenas a 5a maior torcida.
Acho que, em conjunto com as informações de PPV, estes dados mostram que, ainda hoje, somos o clube com maior potencial para seus patrocinadores...

Aldevalde disse...

Gostei do texto. Só, se não estou errado, há um erro onde é dito que o Flamengo deverá ter pouco mais de 1 milhão da timemania de 2010.

Havia feito as contas para o Corinthians, veja se estou certo:

- 60 milhões de apostas = 120 milhões de reais;
- 20% destinado ao Grupo I = 24 milhões de reais;
- 5,30% (% do Corinthians) = R$ 1.272.000,00;
- A % do Time do Coração é de 2%, que sobre os 120 milhões, dão R$ 2.400.000,00;
5,30% de 2.400.000,00 = R$ 127.200,00

Total do Corinthians = R$ 2.527.200,00

Como o Flamengo tem cerca de 1% mais que o Corinthians, deve ficar em torno de R$ 2.600.000,00.

Estou certo?

Aldevalde disse...

Perdão, o errado sou eu.

Corrigindo, o resultado da soma correta é R$ 1.399.200,00.

Tiago Cordeiro disse...

Sou contra todas essas mamatas.

Criem um modelo decente de sócio-torcedor e paguem de forma correta a dívida. Caso contrário, os seis mil sócios que se acham donos do clube que paguem a dívida.

Tá. Vou excluir essa segunda hipótese senão ferro o Monnerat e eu.