Algo de bom pode sair disso tudo

Ontem à noite, enquanto não se batia de uma vez o martelo pela chegada de Luxemburgo ao Flamengo, escrevi no @sobreflamengo: "Pro tempo que Luxemburgo está reunido com a diretoria, não acho que estão discutindo apenas a chegada dele como técnico não." Imaginei que estivessem tratando não só de quem viria com ele, mas também de até onde iria seu trabalho - e não falo no prazo do contrato.


Falavam por aí em "poderes de manager", mas isso ainda não ficou claro. Mas Luxemburgo confirmou, em sua primeira coletiva, o palpite que dei no texto publicado mais cedo: "penso que vamos construir agora mesmo um CT. Isso será feito porque colocamos no contrato."

Luxemburgo participou ativamente da construção do CT do Santos. Chega agora querendo fazer o mesmo no Flamengo, o que marcaria seu nome positivamente na história do clube que sempre disse ser o de seu coração - e o que seria uma maneira de Patrícia Amorim limpar um pouco sua barra, levando adiante a bandeira com que Zico chegou à Gávea (e é bom pra ela mesmo que dê um jeito de melhorar um pouquinho sua imagem, se ainda quiser se eleger alguma coisa na vida).

De cara, inclusive, a ideia de Luxemburgo é a mesma de Zico: iniciar os trabalhos levantando por lá ao menos uma estrutura provisória, para que os jogadores já tenham por lá seus alojamentos e refeitório funcionando e possam treinar em Vargem Grande em período integral com um mínimo de condições. E depois, com o tempo, vai se construindo as instalações definitivas.

Vamos ver se isso realmente sai do papel e ao final de tudo isso, quem diria, o Flamengo possa finalmente ter o seu CT.


* * * * * * * * * * * * * *

No texto de mais cedo, também coloquei que Luxemburgo teria a seu favor a baixa expectativa quanto aos resultados do time - livrar do rebaixamento sem muito perrengue já será o suficiente pra quase todo mundo.

E ele já tratou de começar a se aproveitar disso, declarando que conseguir uma vaga na Sul-Americana "seria como um título".

Vamos combinar que será dos títulos mais fáceis da história do Flamengo. O time está a apenas dois pontos da zona de classificação da Sul-Americana e, pra chegar lá, precisaria ultrapassar hoje apenas Ceará e Vitória. Vale até volta olímpica, não?

Sugiro até a criação de uma taça pra isso aí. Troféu Doutor Leonardo Ribeiro - que tal?


* * * * * * * * * * * * * *


Ao mesmo tempo em que Luxemburgo acena com a construção do Centro de Treinamento, Zico resolveu falar e colocou mais razões para sua saída do clube. Ficou claro o quanto ele se sentia boicotado lá dentro e o quanto a corda já estava mais do que esticada.

E, em suas entrevistas, Zico deixou no ar que pode voltar - mas só como presidente. Não prometeu, mas também não negou - bem pelo contrário. E podem crer que vai ter muita gente por aí, alguns inclusive já em contato com o ídolo, se mexendo para que isso se torne realidade já em 2012.

De novo: algo de bom pode sair disso tudo.

3 comentários:

JEFF disse...

André,
O episódio Zico mexeu com a torcida e pode ter nos tirado da inércia. Gostaria de ser sócio do clube. Li um post seu falando que o prazo expirava no final do ano passado. Porém, pelo que li do estatuto, há uma carência de 2 anos para sócios patrimoniais e 3 para aqueles que pagam mensalidade. Ou seja, ainda seria possível que novos sócios patrimoniais votassem em #Zico2012. Mas, na secretaria do clube estão informado que o prazo se expirou em julho. Sabe alguma coia? Pode ajudar? Se houver outra camapnha para que pessoas tornem-se sócioas. Agora poderá ter chances de pegar! Mas, o objetivo seria o de votar no Zico, claro!
Agradecidamente,
@JEFFaraah @IgrejaFlamengo

Bosco Ferreira disse...

Bem, as notícias são boas mas ví no Aurélio que "manage" significa empresário. Estamos precisando de um empresário, um tocador de obras, um supervisor de clube, um faz tudo ou de um treinador?

O que a Patrícia precisa é limpar a barra dela, mas o Flamengo precisa é de um treinador cujo FOCO seja as quatro linhas.

Como você eu torço, mas não sei bem se é isso que precisamos, se é isso que queremos e se isso desse modo funciona.

Ultimamente não tem funcionado e já ví comentaristas no Sportv achando que para o primeiro passo da reciclagem, o Luxa poderia começar esquecendo essa megalomania de ser um todo poderoso faz tudo e ser um técnico de futebol.

Segundo o cronista, é lá que ele seria útil.

André Monnerat disse...

Jeff,
Realmente não dá mais pra se associar pra votar em 2012.

Isso porque o prazo de 2 ou 3 anos (dependendo da modalidade do sócio) não conta em relação à data da eleição, mas sim em relação à data de divulgação da lista dos eleitores. E isso acontece no meio do ano, alguns meses antes da votação mesmo.

O prazo que expirava no ano passado era par os sócios contribuintes. Fizemos a campanha naquela época porque o grosso das pessoas nunca iria se dispor a comprar um título de R$8.000,00.

Realmente, valia ter feito o reforço este ano para aqueles dispostos a comprar o título, mas agora a data já passou.