O Flamengo escolhe seus reforços da melhor maneira?*

Ontem o Flamengo acertou o que deve ter sido a última contratação do ano para o seu elenco: o lateral esquerdo Uendel (este aí da foto ao lado). Parece que jogou no Criciúma, teve uma passagem pelo Fluminense em que entrou apenas três vezes em campo, foi reserva de Eltinho no Avaí e agora era o segundo reserva do Grêmio. Mas foi escolhido para reforçar o Flamengo por um só motivo: foi indicado por Silas.


Silas trabalhou com Uendel em seus dois últimos clubes e deve ter suas razões para indicá-lo. Pode até ser que seja um bom jogador - vai saber? Mas me incomoda bastante que seja contratado um jogador que ninguém conhece, que duvido que alguém na Gávea realmente tenha visto jogar, apenas porque o técnico o conhece. Ao menos está vindo por empréstimo, de graça; não vai, assim, virar um novo Léo Medeiros, trazido por Ney Franco há séculos e até hoje sob contrato com o Flamengo. Mesmo assim, o Flamengo já deveria ter meios melhores e mais embasados de escolher seus futuros jogadores, mesmo os mais baratos.


* * * * * * * * * * *

Em 15 de abril de 2005, publiquei um texto no FlamengoNet com o título Idéias para o Flamengo: como encontrar bons reforços?. Eis o trecho que explica de forma mais direta a ideia:

A minha proposta: a criação de um verdadeiro Departamento Técnico no clube. Contrate um coordenador - talvez algum grande ex-jogador do Flamengo -, alguns auxiliares e uma porção de estagiários. Coloca eles para gravar cada jogo, assistir e fazer estatísticas e relatórios (inclusive dos próprios jogos do Flamengo).
Agora, por exemplo, sabemos que precisamos de um lateral direito. Se iria ao departamento técnico, consultaríamos os laterais que mais deram cruzamentos pra gol e menos deram chances aos adversários por seu setor em cada campeonato; desses, pegaria-se os vídeos dos últimos jogos, analisaria-se qual a melhor opção e iria atrás do cara certo para contratar. Com base científica, nada de indicação de amigo ou vídeo de melhores momentos dado pelo empresário.
Esse Departamento ainda seria útil no dia-a-dia da comissão técnica. A cada jogo, seria fornecido um relatório sobre o próximo adversário, junto com os vídeos dos últimos jogos, para ninguém ser pego desprevenido. E, além disso, ao invés da diretoria ir em cima do técnico e perguntar "porque está perdendo tanto?", perguntaria-se "o que você vai fazer quanto ao setor defensivo direito do time, por onde levamos 72% dos gols, sendo que esse percentual é maior quando o Ricardo Lopes joga?"

Um dos que comentaram o texto foi Mário Cruz, que foi colaborador do FlamengoNet e na época, se não me engano, já era Vice-Presidente de Planejamento do clube. O comentário:

Perfeita sua sugestão Andre... Fará parte de um pacote que estamos tentando implatar... Esperamos em breve poder dar mais notícias...
Mas, até onde sabemos, o tal pacote não deve ter mesmo saído do papel. Ao menos, quanto a esta ideia.


* * * * * * * * * * *

Não sou nenhum gênio ou visionário. Mas leiam esta matéria, publicada este ano no GloboEsporte.com: Grêmio 007: análise detalhada dos adversários é trunfo do tricolor. O texto descreve uma estrutura muito semelhante à que eu sugeria em 2005, com os mesmos fins - análise sistemática dos adversários, do próprio time e de possíveis reforços para o elenco - que foi implantada no Grêmio com sucesso e escolhida como a melhor do Brasil em um estudo feito em parceria pelo Sportv e a Universidade Federal de Viçosa. No texto, há a menção de Mano Menezes ter iniciado trabalho semelhante no Corinthians; de Porto Alegre, um amigo já me contou que o Inter também faz o mesmo.

Enquanto isso, da mesma maneira que fez em 2006 trazendo jogadores desconhecidos do Ipatinga por pura indicação do então técnico Ney Franco, o Flamengo está agora contratando mais um jogador obscuro e sem credenciais por pura indicação do treinador de momento. Tomara que este se saia melhor que Léo Medeiros, Jaílton, Walter Minhoca...

Zico e Patrícia Amorim têm o discurso afinado quanto à melhoria da estrutura do Flamengo e a intenção de deixar um legado para o clube. Deixo então a eles a mesma sugestão que dei há 5 anos para dirigentes anteriores - agora, já com exemplos práticos de outros clubes onde isso foi feito. O Flamengo tem que evoluir.

* Texto da coluna semanal no FlamengoNet

12 comentários:

rnagato disse...

Acho interessante mencionar também o caso do Internacional. Eles têm mapeados diversos jogadores de cada posição no Brasil e lá fora. Inclusive os de categoria de baixo, cujos contratos estão por expirar, o que permite trazer o jogador por um valor baixo ou até de graça, dependendo do caso.

Ou seja, o Flamengo precisa implantar este trabalho, pensando inclusive na base.

SRN!!

Marcos Monnerat disse...

A nossa presidenta falou muito sobre profissionalização dos setores do clube e tal e nesse aspecto, como em todos os outros, não avançou um milímetro sequer.

Vamos fazer com que essa ideia de observação técnica profissional dos jogadores em atividade no Brasil e lá fora seja colocada na mesa do Zico o mais rápido possível.

Isso é primordial para termos um Flamengo disputando todos os títulos dos campeonatos que participa como acostumamos a ver na época do Galinho em campo.

Luis disse...

"Contratar" é algo que o Mengão definitivamente não sabe fazer. É impressionante como os clubes de SP, de Porto Alegre e o Cruzeiro são mais profissionais. As nossas contratações são sempre caras, "por indicação", com relação negativa de custo vs benefício etc.

Raphael Perret disse...

Bem, a entrevista da presidenta ao Globoesporte.com diz muita coisa sobre a "política de contratações" do Flamengo, CONFIRÃO:

GLOBOESPORTE.COM: O Flamengo apostou alto em contratações como as de Deivid, Diogo, Val Baiano e Renato Abreu, que chegaram com problemas físicos e ainda não deram o retorno esperado. Como vê isso?

Patrícia Amorim: Acho que a gente aprende uma lição. O que acontece com jogadores de fora? Contratamos com currículo e imaginamos que vão chegar aqui muito melhores. O nome do Renato passaria por qualquer comissão técnica e torcedor. Foi uma surpresa ele chegar do jeito que chegou.


"Contratamos com currículo"? Foi uma "surpresa"? Tá de sacanagem.

Flávio disse...

Uma opção é contratar jogadores novos. E esse Uendel só tem 21 anos. Se em 10 contratações uma der certo, paga-se com sobras o investimento.
O Vasco fez isso nos anos 90 e se deu bem em várias oportunidades, uma delas foi com o Juninho Pernambucano.

Para o próximo ano, penso que o Egídio pode ser uma boa alternativa ao Juan. Ele tem jogado muito bem pelo Vitória.

Aproveito para lembrar a todos que a única presidente do Flamengo que conseguiu trazer o Zico de volta foi a Patrícia. E isso não é pouca coisa.
Se com o Zico não há profissionalismo, então esse tal de profissionalismo não existe.
E, prezado Raphael, você acha mesmo que foi a Patrícia que analisou currículo de jogador???? Foi o Zico. A decisão é dele e ele pode errar, mas terá sempre a boa intenção, não está lá para faturar $$$$.

Daniella Simões disse...

Estudei alguns casos na internet e muitos estudos elaborados sobre o futebol e em todos falavam que o Brasil é um país que está engatiando quando o assunto é futebol-empresa. O clube melhor citado foi o Atlético-PR. Essa sua sugestão de criar esse departamento é totalmente positiva, mas como podemos ver todos os clubes brasileiros ainda preferem analisar apenas as partidas jogadas X partidas em que se ganha, esquecendo de outros fatores básicos como a criação de departamentos como esse. Futebol é negócio e clube são empresas!

André disse...

Não posso concordar com a último parágrafo do Flávio.

Realmente é AMADOR contratar apenas analisando o currículo. Este deve ser apenas e, não passa disto, apenas o 1°item a se analisar em alguma contratação.

O que deveria se seguir é uma análise CRITERIOSA sobre a situação TÉCNICA E FÍSICA do atleta nos últimos 3 meses.

Apenas currículo é dose!!! Por isso somos o clube mais amador no país.

Esta diretoria por enquanto é só "garganta". Para mim continua tudo na mesma. E se é para continuar assim que tragam de volta o Adriano que pelo menos uns golzinhos ele faria...

André Monnerat disse...

Só é bom lembrar que o Adriano foi embora porque quis. A diretoria tentou de tudo pra mantê-lo, assim como o Vagner Love.

Acho que tem um monte de críticas pra fazer à diretoria. Mas as pessoas volta e meia falam como se tivessem dispensado os dois, o que não é o caso.

The Dog disse...

É evidente que o Flamengo precisa de uma base de dados de jogadores, de uma equipe pra mapear e garimpar talentos, mas isso só é possivel com um departamento de futebol serio e competente... Vamos torcer que com a sequencia do trabalho do Zico ele implemente isso, mas não é uma coisa de curto prazo. O principal é um bom trabalho de observação pra pescar boas peças, e isso vai muito do talento do profissional... O Mano é o maior exemplo disso, buscou Elias, Jucilei, Bruno Cesar pro Corinthias por exemplo.

Por outro lado o SP que é o exemplo de estutura do Brasil contrata muito mal, ou seja, isso vai muito do talento de uma pessoa encontrar bons jogadores e a sorte do jogador se adptar.

The Dog disse...

E queria ressaltar o fator sorte do jogador se adptar, o Willians veio do Santo Andre e conseguiu mostar seu futebol, o Christian veio do Atletico/PR e tambem conseguiu jogar... O Fierro por exemplo era um dos principais jogadores em atuação no Chile e nada, o Montillo veio pro Cruzeiro e deslanchou logo de cara... O Mariano ha dois anos foi dispensado do Atletico/MG se nao me engano, hoje ta voando no Fluminense e foi convocado pra seleção.

Entao isso varia muito do jogador tambem.

André disse...

Preciso desabafar no intervalo: Na boa...chega deste discurso de "profissionalismo...nova diretoria...vamos apoiar o Zico..."

Não dá mais!!! Será que ninguém vê que o time não consegue CORRER EM CAMPO!!??!?!?!?!

Tem que dar férias URGENTE para Renato, Deivid,Toró...

Tem que DEMITIR por JUSTA CAUSA o JUAN!!! Fora JUAN URGENTE!!!Fora JUAN!!!

Vamos ser rebaixados!!! Ninguém faz nada!!! Ninguém fala nada!!!

O Zico, e ninguém da diretoria falam alguma coisa!!! Nâo é possível!!!
Fico escutando que o "time passa por uma boa fase". Que que é isso!??!?!?!

A Patrícia vai ser a presidente que CONSEGUIU REBAIXAR O CAMPEÃO BRASILEIRO!!! Fora PISCINEIRA!!!

anitta disse...

a situação está ficando dramática e eu prefiro um time de muleques que comem a grama do que esse time de supostas estrelas que não corre. esse time de garotos, q foi vice esse ano merece ser aproveitado. já q não dá mais pra contratar, temos que resolver com o que tem. z4 tá logo ali, falta energia a esse time.
não falta muito pro campeonato acabar, a reação tem que começar logo.
o zico pegou o bonde andando, tentou fazer as coisas certas e no papel até fez mas no campo ninguém correspondeu.
e nós, torcedores, ficamos a espera daquela reação. achei que ela tinha começado mas flamengo é isso ai, sempre perrengue.