Brasileiro 2010 - 13a. rodada - Corinthians 1 x 0 Flamengo

Perder para o Corinthians no Pacaembu, por 1x0, normalmente seria um resultado normal, que não deveria desesperar ninguém. Mas a atuação de hoje do Flamengo foi patética, desanimadora, deprimente. E o pior é que não foi algo isolado: o time manteve defeitos que já apareciam em outros jogos. O mais triste é perceber que não está havendo qualquer evolução.


Chama muita atenção de todos a falta de ataque do time. "Perderam Adriano e Vagner Love, não veio ninguém..." Claro, ter uma dupla de peso na frente faria diferença. Mas eu diria que este passou longe de ser o maior defeito nesta partida: do jeito que o time jogou, não ia ser fácil para nenhum atacante fazer diferença.

O maior problema, provavelmente, é a saída de bola. É algo que aconteceu em todas as partidas desde a volta da Copa do Mundo: sempre que o time enfrenta uma marcação um pouco mais adiantada, como aconteceu hoje no primeiro tempo, não consegue sair da defesa. Falta movimentação, sobram erros de passes - Juan, Léo Moura, Willians e Kléberson falharam demais nisso hoje. Foram incontáveis as vezes em que vimos o time trocando passes laterais, daí pra trás, mais pra trás ainda, até um zagueiro ou o goleiro dar um chutão pra frente. Não sei bem o quanto Rogério tem trabalhado nos treinos pra resolver este problema, mas seja o que for que ele esteja fazendo, não está dando certo. Não se percebe nenhuma melhora.

No segundo tempo, o Corinthians passou a marcar mais atrás e o Flamengo pôde ter um pouco mais de posse de bola, mas não teve objetividade nenhuma. É nítido que depende demais de Petkovic e que ele simplesmente não aguenta mais movimentar-se no ritmo que precisaria num time em que qualquer jogada mais decisiva tem que passar por ele. Sobra a esperança tola de que Juan (que hoje errou tudo o que tentou) e Léo Moura possam abrir sozinhos a defesa adversária. Não lembro a última vez em que isso aconteceu.

Mas o time não teve problemas só quando tinha a bola. A marcação pela direita, por exemplo, foi sempre ruim - Jean não foi bem, mas Léo Moura foi pior ainda. Sobrou também espaço inúmeras vezes para o Corinthians chegar à entrada da área do Flamengo sem ser incomodado; nisso pesou a estreia ruim de Antônio, que não soube ocupar seu espaço, não roubou bolas, não ajudou na saída da defesa. Eu o teria substituído, recuando Willians para a função de primeiro volante; Rogério preferiu tirar Kléberson, que jogou bastante mal, mas mesmo assim deu o passe para uma das únicas chances de gol do time em todo o jogo. Do jeito que o time tinha dificuldades de dar qualquer passe mais objetivo, eu não teria aberto mão da possibilidade de ele acertar mais um lance como aquele - algo que não aconteceria nunca, por exemplo, com Willians adiantado como jogou no segundo tempo, sem produzir nada de útil.


* * * * * * * * * * * *

No gol corintiano, Jean mostrou um pouco da falha que eu havia comentado aqui no blog anteriormente, que apareceu em lances nos jogos contra Inter e Vasco: no que Elias fez que ia chutar de fora da área, seu reflexo foi virar-se de costas pra bola - assim levou o drible e permitiu a conclusão tranquila do adversário pro gol.



* * * * * * * * * * * *

No ataque, Cristian Borja nem jogou tão mal quanto muitos vão falar; nas bolas que recebia, até conseguiu dar sequência a quase todos os lances, sem tentar nenhuma maluquice. Mas caiu em seus pés a única chance que o time criou o primeiro tempo, e ele perdeu. Ninguém vai perdoar.

Val Baiano foi pior. Errou várias matadas simples e, ao menos duas vezes, entrou em impedimento de maneira tão inacreditável que parecia jogador de pelada. Não que ele tenha sido o único; o Corinthians marcou em linha o tempo todo, mas os rubro-negros, em vez de aproveitarem, ficaram impedidos de maneira tola seguidas vezes.

No segundo tempo, Diego Maurício entrou no lugar de Pet e, com pouco tempo num time perdido, até que não se saiu mal. Mas as chances de gol só surgiram, no finzinho do jogo, para Michael e Pacheco, que também tinham entrado no meio do segundo tempo - e os dois desperdiçaram. No total, foram apenas três lances de perigo ao adversário em toda a partida, mas foi o bastante pra deixar a impressão de que um bom finalizador poderia ter feito a diferença para o time escapar da derrota.


* * * * * * * * * * * *

No primeiro tempo, precisando atacar mais, o Corinthians não criou muito; fez o gol, teve um pênalti não marcado e apenas mais uma boa chance. No segundo, recuou pra tentar o contra-ataque e foi melhor, mas não conseguiu concluir bem as jogadas que criou. Foi uma partida razoavelmente boa, mas a falta de competência pra fazer mais gols poderia ter custado caro se uma das duas grandes chances que o Flamengo criou no final tivessem sido aproveitadas. Ao que parece, sem Ronaldo, o melhor finalizador do time é o meia Bruno César, que não jogou e fez falta.


* * * * * * * * * * * *

Leandro Amaral e Renato que se preparem: podem estar sem jogar o tempo que for, mas quando entrarem, serão vistos como salvadores da pátria. Complicado.



8/8/2010 - 16h - Corinthians 1 x 0 Flamengo
Pacaembu - São Paulo, SP
Público: 29.222 pagantes
Renda: R$ 936.324,00

Árbitro: Heber Roberto Lopes/PR(FIFA)
Auxiliares: Roberto Braatz/PR(FIFA), Gilson Bento Coutinho/PR
Cartão Amarelo: Jean (FLA)

Gol: Elias, 38'/1ºT (1-0)

Corinthians: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei e Elias (Danilo, 37', 2ºT); Dentinho (Paulinho, 20'/1ºT), Iarley (Defederico, 30'/2ºT) e Jorge Henrique. Técnico: Adilson Batista.

Flamengo: Marcelo Lomba, Léo Moura, Jean, Ronaldo Angelim e Juan; Antônio, Willians, Kleberson (Michael, 12'/2ºT) e Petkovic (Diego Maurício, 30', 2ºT); Borja (Vinícius Pacheco, 12'/2ºT) e Val Baiano. Técnico: Rogério Lourenço.

17 comentários:

Régis disse...

O time esteve muito mal hoje, e sinceramente não tenho muita esperança de melhora com o Rogério no comando. É claro que a culpa não é apenas dele, falta principalmente um bom atacante. Volto a discordar do André quando se trata do Borja, acho muito ruim e não apenas pelo gol perdido hoje. O Val Baiano está muito mal também mas acho que quebraria um galho (nas atuais circustâncias diga-se) com um bom atacante ao seu lado e emagrecendo um pouquinho. Discordo também quanto a atuação do Antonio que achei razoável por ser uma estreia, sem duvida melhor a opção de ter o sofrível Fernando jogando. Quanto ao Jean concordo totalmente, torço para que o David retorne logo. Meu maior receio é pela oferta de treinadores hoje no mercado, acho que o Rogério não deve durar muito, mas Geninhos, Tites e Jorginhos podem deixar as coisas ainda mais sinistras.

André disse...

Sua visão do jogo de hoje está 95% perfeita. Apenas a sua INTERMINÁVEL paciência com o tal BORJA é que não consigo entender.

O Borja é péssimo!!! Perdeu um gol IMPERDÍVEL. Além disso não possui habilidade alguma. Como eu disse um tempo atrás: Mais um craque de DVD...sinceramente...se o Inter dispensou o cara SEM dar uma única chance porque ele serviria para o Flamengo??? POR QUE??? Quanto amdorismo contratar por DVD!!! O Flamengo deveria ter uma rede de olheiros por todo o país e pelo menos 1 rodando a América do Sul para buscar novos jogadores. Estamos pelo menos 20 anos atrasados.

Quanto a este assunto vou passar uma informação do sul do país: O Vice de Futebol do Internacional há mais de 10 anos possui uma planilha com TODOS, digo, TODOS os jogadores profissionais Brasileiros com informações de contrato, características físicas, técnicas e psicológicas e mantém acompanhamento constante para manter este arquivo atualizado. Ele já se interessa inclusive por jogadores africanos.

DUVIDO, DUVIDO que o Flamengo tenha alguma coisa PARECIDA!!!

Outra também que está sem explicação: O Val Baiano está treinando há muito tempo e AINDA está GORDO (GORDO MESMO, sem preparo físico algum. Foram várias vezes em que ficou nítido que ele não tem EXPLOSÃO para antecipar lances e ganhar dos zagueiros.

Quanto ao gol do Corinthians na hora eu resmuguei: IGUAL AO QUE DISSE O ANDRÉ!

Mais uma da série "sem explicações": Como que o Renato Abreu que estava anunciado desde antes da Copa do Mundo AINDA está LONGE da forma física ideal ??? ABSURDO !!!

Petkovic já deu o que tinha que dar. Ele simplesmente não consegue mais. Basta colocar um volante qualquer par vigiar que ele morre no jogo. Outros também já estão dando claros sinais que a aposentadoria está batendo a porta. Casos de L.Moura, Angelim e Kléberson.

O time hoje foi TOTALMENTE dominado o jogo inteiro pelo adversário. Foi constrangedor. Não entendo como vocês não se preocupam com rebaixameno. O Flamengo fazer gol hoje é mais dificil do que a Marina Silva ganhar as eleições. Não tem um jogador em TODO o elenco do Flamengo que saiba chutar. Vamos ver se o R.Abreu não desaprendeu...

Li hoje em algum lugar que vão deixar o contrato do Maldonado terminar e liberá-lo !!! Esta é a tal "nova filosofia" ??? Como que o ZICO está permitindo tal ABSURDO ??? Ficamos com Kléberson e mandamos embora o Maldonado???

Temos que rezar muito este ano...sua a misericóridia divina para nos salvar do rebaixamento.

The Dog disse...

''Li hoje em algum lugar que vão deixar o contrato do Maldonado terminar e liberá-lo !!! Esta é a tal "nova filosofia" ??? Como que o ZICO está permitindo tal ABSURDO ??? Ficamos com Kléberson e mandamos embora o Maldonado???''


E qual é a outra opção? Voce vai dar o dinheiro pra comprar O Maldonado?

André disse...

The Dog: Com certeza mais caro é manter Romulo e Kléberson.

Gastamos dinheiro contratando Val Baiano, Borja, Fernando... Se não foi com "passe", foi com luvas e salários. Gastamos dinheiro mantendo o Pacheco. Estamos gastando errado.

Assim como é mais caro contratar estes jogadores do que contratar o Emerson Sheik que fez mais um gol pelo Fluminense e garantiu mais 3 pontos. Deste modo ele garante mais público e mais renda. Deste modo ele aumenta a atratividade do mercado publicitário...enquanto o Flamengo vai pelo caminho inverso...

Principalmente esta conta do Emerson pelo V. Baiano e pelo Borja vai sair MUITO CARO!

The Dog disse...

Andre

O clube nao ta conseguindo dinheiro nem pra pagar pra ficar como David, que não é um valor muito alto... Nao sei da onde tiraria dinheiro pra comprar o Maldonado, o Kleber Leite certamente arranjaria um ''jeito''... Assim como ele certamente ''pagaria'' os mais de 1M pra liberar o Emerson, e tambem ''pagaria'' os 300 MIL de salario dele..

O resultado desse tipo de administração a gente ja conhece, se voce acha que vale a pena... Eu prefiro tomar o remedio amargo do Zico agora.

Tiago Cordeiro disse...

Realmente não achei o Antonio tão mal. Nitidamente se enrolou algumas vezes, mas era a estréia do garoto. Foi bem melhor do que esperava, embora tenha dúvidas se com este porte físico ele consegue jogar nos profissionais.

Mas até o Maldonado retornar, seria meu reserva do Correa como primeiro volante.

Acho que seria interessante recuar o Kleberson e o Willians. Mas o Rogério tentou isso contra o Universidad e o Kleberson deixou muitos espaços. Pode ser que ele não o enxergue como volante de forma alguma.

AF STURT disse...

Seu post só confirmou minha tese,que a tatica de Rogério não está dando certo.Eu só vejo uma solução trocar de tecnico...

http//confionomengao.blogspot.com/

Bosco Ferreira disse...

Essa de dá as costas e ser driblado é própria de peladeiros de fim de semana.

Quanto ao Zico cometer o "absurdo" de não ter a grana para comprar o Maldonado, o André bem que poderia ser um pouco mais generoso com o seu clube de coração e mostrar como o Zico pode transformar dívidas, e déficites em cédulas de Euros.


Mesmo que ele conseguisse essa proêza, acho que ainda não usaria os Euros para a compra do Maldonado. Usaria para saldar dívidas e reconstruir o patrimônio do clube para que esse patrimônio que se encontra depredado passe a dar lucro.

Marcos Monnerat disse...

Olha, estou concordando quase que 100% com os comentários do André dos comentários (meu grande amigo Juninho)... É muito triste ver o Flamengo jogando tão mal sem nenhuma reação.

Estamos falando muito do ataque mas na verdade estamos com todos os setores do time muito fracos.

Na defesa temos dois jogadores que já mostraram muita qualidade, mas que estão em decadência por causa da idade avançada (Leo Moura e Angelim), um zagueiro que tem medo da bola - INADMISSÍVEL!!!! - (Jean) e um lateral esquerdo que até já nos enganou por um tempo, mas que é muito, mas muito ruim mesmo (Juan).

No meio, não temos bons cabeças-de-área que saibam desarmar sem falta e sair jogando com qualidade minimamente razoável (talvez até seja o Correa esse cara, mas com as outras tranqueiras que tem do lado dele, fica até difícil de avaliar). Do time de ontem, Antonio errou todos os passes. Willians não serve para nada além de desarmar e passar pro lado ou pra trás, é muito supervalorizado. Kléberson tem até potencial, mas joga com uma preguiça que não dá pra aceitar. E o Pet tem 38 anos. Não tem como um cara com 38 anos ser o único jogador de quem você pode esperar alguma coisa no meio do seu time. Fica muito fácil de marcar...

No ataque, Borja, Val Baiano, V. Pacheco, Diego Maurício... São todos jogadores muito fracos. Incapazes de oferecer qualquer risco para a defesa adversária.

Para fazer um time de jogadores medíocres como os nossos funcionar razoavelmente é preciso que se treine muito bem todas as movimentações dos jogadores no campo e, principalmente, os fundamentos. O cara que não tem muita inteligência em campo tem que ser orientado muito claramente. Do tipo: "Willians, quando o Leo Moura passar do meio com a bola você corre para a meia direita, domina a bola e lança ela para a linha de fundo. Depois corre para o bico da área para dar opção de jogada para ele. Faça isso sempre, entendeu? SEMPRE!"

Só que pra completar nosso drama, nosso técnico é uma ameba.

Estou seriamente preocupado com rebaixamento. Seriamente...

André Amaral disse...

Rogério tem poucas opções mas é incrível como ele sempre escolhe pelas piores e não faz o simples.

Pô, é lógico, não adianta colocar dois postes na frente e um meio campo lento e sem movimentação.

É povoar o meio campo e tentar uma ligação da defesa pro contra-ataque.

Correa fez falta, porque pelo menos ele sabe sair com a bola, domina e leva o time ao ataque.

Por mais que VP e Michel sejam fracos, mas pelo menos se movimentam, caem pelas laterais, abrem o jogo.

E acho que ta na hora de voltar com Diego Maurício, ele estava com fome de bola, cavou dois penaltis e fez um gol, coloca o Val Bulani ou o colombiano pro banco.

Alan disse...

Discordo que o time não mudaria com um ataque decente, André. Acho que, se tivéssemos um ataque bom, o jeito de jogar do time seria outro. O Rogério arma o time dessa forma exatamente por que não confia no ataque. Eu não duvido nada que ele esteja só "segurando as pontas" até aparecer um reforço que vai realmente mudar o panorama das coisas (só espero que esse reforço não seja o Leandro Amaral ou o Renato). Mas com atacantes bons, ele arma o time de outra forma, sem dúvida.

Quanto a compras e vendas de jogadores, calma, galera. Esse "time medíocre" aí(como disseram) tem Léo Moura, Juan, Angelim, Pet, Willians e Kléberson, todos Hexa ano passado.

Alguém aí falou que é um absurdo contratarmos o Borja se o Inter não deu nem chance pra ele. Achavam a mesma coisa do Álvaro ano passado? "Zagueiro encostado no Inter, vai servir pra que"? Menos, galera, menos...

E quanto ao Maldonado, se for embora, muito obrigado por tudo, mas vai na fé. Sobrevivemos à saída do Ibson ano passado e fomos Hexa. Não é o Maldonado que vai me deixar mais saudades que ele (e cá entre nós, Maldonado não joga porra nenhuma desde a maldita contusão do ano passado).

Galera, mais calma. Não acredito em título esse ano, mas a situaçao não está tão feia quanto pintam não...

André Monnerat disse...

Alan, acho este seu raciocínio meio esquisito. Porque não confia no ataque, ele arma um time sem nenhuma saída de bola? Porque não tem ninguém bom na frente, ele arma um time sem nenhuma opção pra atacar?

Chegando ou não outros atacantes, ele tem que mudar o jeito do time jogar. Como está, não dá. O que eu quis dizer é: jogando da maneira como está, só trocar os centro-avantes não vai fazer o time deixar de ser muito ruim.

Freire disse...

Rogério Lourenço é fraco.

M1ster disse...

Sobre o Antonio: errado não é ele. Errado é o Rogerio que inventa que o guri "treinou bem durante a semana" e o cara vira titular, sendo que ele tem Fernando, Romulo e mais uma porrada de volantes no grupo.

Sobre o ataque: Borja ainda jogou melhor que o ValBulani. O Valbulani pode até ser melhor, mas tá fora de forma. E ele não é o Ronaldo e muito menos o Cabanhas. Volta Diego Mauricio que pelo menos aguenta correr.

André Monnerat disse...

Só pra esclarecer duas coisas...

1) Não disse que o Borja jogou bem. Disse que não foi mal como todo mundo ia falar por conta do gol perdido. Não é o atacante dos sonhos, não parece ter nível pra ser titular do Flamengo (ainda mais com Val Baiano ao lado). Mas acho que estão pegando mais pesado que o necessário com ele. Minha INTERMINÁVEL paciência com ele, por exemplo, está durando apenas dois jogos completos. DOIS.

2) Não disse também que o Antônio é ruim. Disse que jogou muito mal. Foi o único jogo que vi dele na vida, e era um garoto estreando em um time que jogou inteiro muito mal. Pode ser que ele tenha futuro - ou não. Não sei dizer.

Alan disse...

Em verdade, André, eu acho que, já que não confia no ataque, mete o time inteiro na defesa, e reza pra alguém fazer um gol. Não adianta armar jogadas pra esse ataque. É quase a mesma coisa que enfiar um chutão pra frente e ver no que vai dar (que por acaso, é a opção dele).
Por isso, ele mete essa retranca ferrenha (que bem ou mal, tem funcionado - 3 gols em 6 jogos, todos de fora da área, 2 deles em chutes bem improváveis).
Creio que se o ataque fosse melhor, ele avançava mais o time, tentando equilibrar mais os setores. O que ele está fazendo por hora é confiar no único setor bem montado - a defesa.
E preste bem atenção: não disse que concordo com isso. Disse apenas que acho que é isso que ele faz.

SRN

André Monnerat disse...

Alan, a retranca não tá funcionando não. Só tomar poucos gols não adianta, se o time faz menos ainda e no final acaba perdendo.

E nem acho que a intenção dele seja armar uma retranca não, isso que é o pior. Se quisesse mesmo jogar só no contra-ataque, nunca ia armar um time com dois centro-avantes sem nenhum jeito pra puxar contra-ataque na frente.