Estadual 2010 - Taça Rio - 7a. rodada - Flamengo 2 x 1 América

O Flamengo x América de ontem no Engenhão ao menos serviu para que tirássemos algum tempo para reflexão.  Sim, era um jogo que valia pouco, com um resultado que não importou pra muita coisa. Mas me deixou com a impressão de que há muito o que repensar.

Como o próprio time do Flamengo. No papel, há um elenco interessante ali. E é exatamente pelo fato de haver sempre em campo jogadores talentosos, capazes de resolver as partidas em lances isolados, que o Flamengo vem vencendo a maioria de seus jogos. Porém, é fato que o jogo não convence.

De modo geral, o Flamengo 2010 vem sempre jogando mal - como foi o caso de ontem. Na verdade, o América - que não é nada mais que um time arrumadinho, mas com jogadores com claras deficiências técnicas, que dão furadas na defesa, erram passes bobos na frente e não levam o menor jeito pra empurrar uma bola pro gol - jogou melhor a maior parte do tempo e criou as melhores chances da partida. Saiu na frente, sofreu o empate na única conclusão de Adriano em todo o jogo (num pênalti que surgiu numa jogada de bicão pra frente da defesa, nada trabalhado) e deu azar de, quando seu domínio era mais claro, ter tido um jogador expulso num lance bobo no meio do campo, no início do segundo tempo.

O Flamengo conseguiu seu gol da virada numa cabeçada de Vagner Love - que ao menos apareceu mais pro jogo que Adriano e participou de quase todos os poucos lances perigosos que o time criou -, num cruzamento perfeito de Léo Moura, o melhor do time este ano. Taí: o tal talento individual, que resolve jogos em lances isolados. Depois o América - que, mesmo com um a menos, seguiu ameaçando - ainda teve mais um jogador expulso e, no fim, o Flamengo poderia até ter feito mais gols e construído um placar enganoso.


* * * * * * * * * * * * * *

E quando digo que o time do Flamengo precisa ser repensado é justamente porque me parece que Andrade não enxerga a função desta fase da temporada da mesma forma que eu. De modo geral, são jogos de menor importância, contra adversários mais fracos do que os que o Flamengo vai encarar quando a coisa for pra valer. É claro que treinador vive de resultados, mas neste momento do ano o foco deveria ser menos nos resultados e mais em montar as bases do time que vai encarar os jogos realmente mais importantes.

Pode ser que, pra fazer 3 no Tigres ou outro adversário do gênero, no momento seja melhor escalar jogadores que agora estão em melhor forma ou com mais ritmo de jogo. Mas, pra mim, é claro que o time vai render menos com um Toró do que com um Maldonado - por isso, a prioridade deveria ser colocar o chileno em condições de jogo o quanto antes, mesmo que isso dê em alguma dificuldade momentânea nestas peladas que o Flamengo vem jogando. Também está claro que Vinícius Pacheco é rápido, pode fazer sua graça contra defesas mais frágeis e tudo o mais - mas que o time vai ter dificuldades sérias pra funcionar se a criação no meio-campo depender dele. Será que ainda há jeito de motivar Petkovic e fazê-lo voltar a jogar bem? Não sei, mas as tentativas neste sentido deveriam ter sido mais efetivas. Pode ser ainda que Ramon possa ser uma boa opção, e ele vai poder jogar a Libertadores a partir da próxima fase. Ele não deveria ter tido chances de jogar mais nos clássicos do Carioca, talvez entrando de início, para ser testado pra valer?

Há ainda Kléberson, que hoje parece vagar pelo campo sem função definida a maior parte do tempo. É um jogador de qualidade, que sabe aparecer nos espaços certos no tempo certo quando vem de trás, que tem um bom passe, pode ajudar a saída de bola. Mas, do jeito que está, nem-volante-nem-armador, sem praticamente ser citado em várias partidas, não é muito útil. Encontrar um jeito de aproveitá-lo, ou encontrar uma opção melhor para o time, é outro trabalho para Andrade.


* * * * * * * * * * * * * *

E outra coisa a ser repensada é o próprio campeonato. Ontem foi mais um joguinho com público patético no Engenhão, com um Flamengo desinteressado em campo e nas arquibancadas. Com todo o dinheiro que o clube gasta com jogadores de fama internacional, é totalmente sem sentido que este tipo de compromisso ocupe tanto de seu tempo.

O sentido dos Estaduais é fortalecer as rivalidades regionais e dar ocupação para os pequenos clubes locais. Porém, estes pequenos hoje mal existem, a não ser como vitrines de aluguel para empresários durante poucos meses; no resto do ano, quase todos praticamente encerram suas atividades e deixam seus jogadores livres para procurar emprego por aí, um defeito grave do calendário. E as tais rivalidades regionais estão sendo "fortalecidas" este ano com clássicos que andaram tendo públicos que caberiam até na Gávea.

É óbvio que algo está muito errado nisso aí.



28/3/2010 - 16h - Flamengo 2 x 1 América
Engenhão - Rio de Janeiro, RJ
Público/renda: 3.218 pagantes, R$75.505,00

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés e Flavio Manoel da Silva.
Cartões amarelos: Toró, Willians, Fabrício e Ramon (Flamengo); Claudemir (América).
Cartão vermelho: Jones e Gerson (América).

Gols: Jones, aos 4 minutos, Adriano, aos 23 minutos, do primeiro tempo; Vagner Love, aos 37 minutos do segundo tempo.

Flamengo: Bruno, Leonardo Moura, David, Fabrício e Juan; Toró (Petkovic), Willians, Kleberson (Maldonado) e Vinícius Pacheco (Ramon); Adriano e Vagner Love. Técnico: Andrade

América: Roberto, Claudemir, Fábio Braz, Luciano Almeida e Gerson; Mael, Joziel, Bruno Reis ( Da Costa) e Jones; Paty (Daniel Morais) e Adriano. Técnico: Gabriel Vieira

11 comentários:

Eduardo disse...

Falou e disse

Paulo Sales disse...

É verdade. O time ainda não tem padrão e nem estamos testando os jogadores. Vamos precisar muito de Maldonado. Acho que Andrade está cometendo uma série de equívocos e tudo me parece meio solto, meio oba-oba.

Guilherme disse...

andré, você não acha que muito do baixo rendimento do time vem da falta de motivação dos jogadores com esse fraquíssimo e extremamente mal organizado campeonato?

digo isso pensando na diferença abissal de comportamento que o time demonstrou nas partidas contra fluminense (no 2o tempo) e U. Católica e Caracas, onde o time teve um comportamento tático excelente, especialmente ao jogar com um a menos no jogo de estreia na libertadores.

é impressionante ver a displicência com que os jogadores se movimentam nas outras partidas do campeonato carioca e atribuo aquela virada contra o tricolor, muito mais a indignação do time com os gritos de olé da torcida adversária do que com a motivação pelo clássico em si, que não valia nada.

o que vc acha?

abs

André Monnerat disse...

Olha, Guilherme, eu até acho que a falta de motivação é parte das atuações ruins no Estadual sim.

Mas a questão é que mesmo na Libertadores, pra mim, o time não jogou bem. A estreia foi um jogo atípico, com um a menos desde o inicio. O time mostrou vontade e tal, no segundo tempo quando ficou tudo igual dominou, beleza.

Mas contra o Caracas, foi um jogo ruim. A defesa deu mole, a saída de bola era péssima, criou-se pouco. E contra o Universidad do Chile o time também jogou mal.

Não sei - acho mesmo que o time não está rendendo e, pior, não vejo uma evolução acontecendo ou um caminho traçado pras coisas melhorarem. Como falei, como há jogadores bons ali, pode ser que a coisa vá andando de qualquer forma, mesmo com esse futebol travado. Pode ser até que a ideia do Andrade seja uma coisa meio Parreira-94 - muita defesa, muito volante no meio e torcer pra dupla de ataque e os laterais se virarem pra resolver na frente.

Mas acho que dava pra pensar em coisas melhores para este time.

Fernando Almenara disse...

André, dessa vez vc pegou na veia!!
Muito bom o post!!!

E novamente o Fla sai atrás no placar! Assim fica complicado, ainda mais quando pegar um time bem fechadinho!!

Abraço a todos!!!!

Bosco Ferreira disse...

Campeonatos estaduais e copa do Brasil é pura demagogia.

O primeiro atende aos presidentes de federações, o segundo é apenas média com os arraca-tocos-futebol clube país a fora.

Ambos endividam e inviabilizam os clubes grandes de todos os estados brasileiros.

Felizmente os grandes são poupados desse prejuizo chamado Copa do Brasil.

Poderiam ficar fora deses estaduais disputando um torneio regional, tipo Rio-SP ou amistosos.

Só servem para endividar e inviabilizar os clubes grandes. Em todo o país os estaduais estão gerando sérios prejuizos e inibindo investimentos.

Bosco Ferreira disse...

Será que O BLOGSOBREFLAMENGO poderia fazer uma pesquisa sobre a média de público em cada estado durante os estaduais e compara-la com a média do brasileirão série A e B? E fazendo uma análise comparativa para que possamos emitir uma opinião correta?
Embora os estaduais sejam um fracasso sob todos os aspectos, a maioria dos cronistas esportivos o defendem com unhas e dentes.

Anônimo disse...

O Flamengo jogou bem no 2o tempo contra o Fluminense. E só.

Se for eficiente como tem sido, ok. Mas sabemos que a história não é assim.

André, e o Pet, hein? Já deu adeus com aquela entrevista. E o que mais me espanta é que o cara é experiente, não é nenhum garoto propenso a falar (e fazer) besteira.

/Marco

Roger-Fla-Bsb disse...

Pra que gil e denis marques no flamengo?
gente e $ jogado fora, a máfia no flamengo continua do mesmo
jeito bem que o pet disse, vc viu o bruno paulo falando, o marcos braz
e foda o cara e complicado mesmo, ou trocamos ele por um cara mais
tranquilo e educado ou estamos frito, pois ele vai queimando os jogadores
idem, bruno paulo, pet, e outros

Roger-Fla-Bsb disse...

Eu acredito que o andrade não terminar a libertadores como treinador do FLA, ele anda errando demais, o per jamais pode ser reserva do vinicius pacheco, o maldonado jamais pode fica no banco para o toro, o time do flamengo ta jogando um futebol horrivel eu nem tenho saco pra assisti o jogo o love e fominha demais so que tocar a bola para o adriano ja notou isso? espero que eu esteja errado ou trocamos o andrade ou estamos sem nem um titulo este ano, ou andrade muda o jeito dele ou estamos frito, ouço na tupi do rj os jogadores não aguenta o jeito do andrade mais assim o reporte que cobre o flamengo disse, ele tem medo de alguns jogadores e os jogadores estão vendo isso e complicado....

Roger-Fla-Bsb disse...

Agora o complicado e a falta de respeito com o pet, ser ele vai embora teremos que agüenta o toro? e brincadeira.......o Denis marques? doce pra leão né, o Gil, e brincadeira?

Mandando o Denis marques embora e o Gil não daria pra ter o pet até o final de 2011?

1000 mil a mais ou a menos na conta do flamengo no final de 2011

Eu no inicio gostei da Patrícia amorim, mais ela está sendo muito amiga do Braz e do Andrade gente, duvido ser fosse o Adriano que tivesse feito o que fez no Fla x flu ser o marcos Braz teria feito aquele discurso, ou trocamos o Andrade agora ou não vamos ganhar o carioca e nem a libertadores, alguém duvida de mim?

Da pena do Andrade ele e muito fraco o FLA foi campeão em 2009 com a ajuda dos deuses gente com todo respeito a ele e historia dele no FLA mais e nítido que ele está perdido, ao deixa o morto do kleberson em campo, ao não entra logo de cara com o Maldonado, ao não tentar muda o esquema de jogo do FLA, tirando o Juan colocando um lateral mais marcado e jogando com pet e mais 1 meia, e 2 volantes e lateral esquerdo mais fixo, e Léo moura liberado pra jogar no ataque, eu estou falando besteira ou não gente?