O jogo que interessa hoje

Sport x Cruzeiro
A três pontos do Flamengo, o Cruzeiro precisa desesperadamente de uma vitória sobre o Sport, na Ilha do Retiro, para seguir confiante em suas chances de ao menor ir para a Libertadores - título, já não dá mais pra pensar. É o efeito da catástrofe que se abateu sobre o time no Mineirão na última rodada. 


E o pior é que, mesmo o Sport sendo lanterna, tendo alguns desfalques e o Cruzeiro vindo completo (à exceção de Kléber), a missão não é fácil. A Ilha do Retiro é sempre um estádio difícil de se jogar (neste campeonato, o desempenho do Sport em casa é de 50% - todas as suas 7 vitórias foram lá) e o desespero pernambucano deve servir de combustível.

É um jogo imprevisível. Na loteria, eu cravaria empate - e, pro Flamengo, até já estaria de bom tamanho. Especialmente se conseguir um bom resultado amanhã, no Mineirão.


* * * * * * * * * * * * *

Hoje ainda deve ser o dia da volta oficial do Vasco à primeira divisão. Era mais do que previsível - não deu nem praqueles que gostam de secar começarem a torcer. Como eu escrevi lá atrás, no início da campanha na série B, a diferença de orçamento entre um "time grande" e todos os demais da série B é muito, muito grande. O esforço que teria que ser feito pra não conseguir ficar ao menos entre os quatro primeiros num campeonato de pontos corridos seria enorme. Vejam bem: o Duque de Caxias, espécie de seleção dos pequenos do Rio sob o comando de Eurico Miranda, vai fazendo uma campanha razoavelmente tranquila, aparentemente a salvo de riscos de rebaixamento.

Mas o Vasco soube aproveitar a situação para crescer. Reorganizou seu departamento de futebol, contratando um verdadeiro profissional para comandá-lo - o ex-Grêmio Rodrigo Caetano, de um perfil muito difícil de encontrar no mercado. Já se fala que a diferença nas categorias de base por lá, hoje, já é muito grande. E ainda atraiu para o seu marketing o Fábio Fernandes, profissional top no mercado de agências de publicidade, que vai fazendo o bê-a-bá suficiente para que o clube já tenha, hoje, 40 mil sócios - que podem representar uma receita para o clube de até R$750 mil por mês, numa conta simplificada, e hoje pagarão um terço do valor do ingresso normal para ir festejar no Maracanã.

Pro ano que vem, a missão será obviamente muito mais difícil. A vida financeira do Vasco ainda não é nada tranquila e a base montada não tem nível pra brigar pra valer na série A. Mas o trabalho, nesta etapa da vida do clube, foi bem feito.

Um comentário:

helbertigrao disse...

Meus parabéns meu irmão de massas.
Até agora nenhum blog flamenguista aceitou a aposta em postar em seu blog a foto do jogador do time que ganhar, com o título
“Só os fortes sobrevivem”
Se o galo perder eu posto no blog a foto do Adriano ou outro jogador que fizer o gol ou se o flamengo perder vocês posta nos seus blogs a foto do jogador do Galo.



http://vamogaloo.blogspot.com/