Brasileiro 2009 - 17a. rodada - Goiás 3 x 2 Flamengo

Frustrante. É essa a melhor definição pra derrota do Flamengo para o Goiás de ontem. Um primeiro tempo frustrante, pela péssima atuação; um segundo tempo frustrante pelo lamentável desfecho, em que permitiu um golzinho aos 45 minutos depois de ter feito o mais difícil e corrido atrás de uma desvantagem de dois gols. Fora a frustração de saber que, afinal, um erro inexplicável do juiz foi determinante no placar.

Andrade, afinal, acabou escolhendo Fierro para começar o jogo e colocou o time, em tese, com um jogador a mais para armar no meio. Porém, infelizemente Kléberson parece que teve um problema intestinal e ficou no vestiário durante todo o primeiro tempo. Com isso, o Flamengo jogou com um a menos - o cara nem aparecia pra armar na frente, nem se colocava como volante atrás. Ficava um buraco na meia esquerda por onde o Goiás avançava sempre tranquilo para preparar seus ataques e parecia que só Willians estava lá para marcar no meio-campo.

Somava-se a isso a péssima estreia de Dênis Marques, que não achou sua posição e errou basicamente tudo o que tentou, e o que aconteceu é que a bola não parou no ataque do Flamengo o primeiro tempo inteiro. O Goiás dominava, jogava muito melhor, mas a bem da verdade nem finalizou tanto assim. Fez seu primeiro gol logo no início num escanteio - em falha de marcação de Dênis Marques - e só fez o segundo graças a uma falha grosseira do juiz, que não marcou uma falta clara de Léo Lima em Willians antes de chutar pro gol. E o Flamengo, em dois lances isolados, até poderia ter feito unzinho - mas Harley fez defesaças em chute de Adriano de longe e de Dênis Marques de perto, muito perto.

Mais uma vez Andrade foi muito feliz em suas mexidas no intervalo. Trocou Dênis Marques por Bruno Paulo - boa ideia, embora o garoto também não tenha conseguido entrar no jogo. E percebeu que Kléberson não tinha entrado em campo, adiantou Aírton para a cabeça de área e colocou Petkovic na armação.

Não vou nem me alongar no clichê "o mais lúcido em campo". Pet fez muita diferença porque praticamente todo jogador do Flamengo que pegava a bola o tinha como opção de passe. Isso porque ele realmente se mexeu em todos os lances para dar opção de jogada. Característica importantíssima pra quem quer ser armador no meio-campo e tem mais é que participar muito do jogo mesmo - mas a verdade é que se todos os outros, de qualquer posição, tivessem um pouquinho só dessa vontade de se mexer pra receber a bola e o Flamengo jogaria muito, mas muito melhor.

De qualquer forma, só essas mexidas já fizeram o Flamengo ter mais gente no meio, adiantar a marcação, conseguir trocar passes no campo do adversário e entrar sufocando o Goiás logo de início, até conseguir seu gol de pênalti. Após este gol, o ímpeto diminuiu por alguns minutos, o bastante pra se ver que se o Goiás conseguisse atacar, a zaga teria problemas; mas logo a marcação na frente voltou e a bola não saiu mais do campo de ataque do Flamengo. Faltou ainda conseguir realmente criar mais além da sequência infinita de cruzamentos pra área em que quase todas as jogadas terminavam; mas, de qualquer forma, a bola ficou rondando a área do Goiás por muito tempo até finalmente entrar, no golaço de Petkovic.

O problema é que, como aconteceu depois do primeiro gol, também depois do segundo o Flamengo teve seu momento de "ufa, conseguimos!". A vontade de ficar em cima arrefeceu e, desta vez, Andrade mandou o recado de que o objetivo havia mesmo sido atingido ao tirar Fierro e colocar Lennon para segurar o jogo. Nisso, deixando de jogar na frente, os problemas na defesa do Flamengo voltaram a aparecer. Nos 10 minutos finais o Goiás pôde atacar e já tinha tido pelo menos duas chances claras antes de fazer o lamentável terceiro gol, aos 45 do segundo tempo.Um belo gol, numa tabela muito bem feita pelo meio da defesa do Flamengo. Graças a Léo Lima - e eu, que conheço a tradição do Flamengo, devia mesmo ter imaginado que Léo Lima seria decisivo nesse jogo.


* * * * * * * * * * * * *

Aírton não voltou bem. Foi violento como não costuma ser - ele é de largar cotovelos, chutar o adversário fora do lance, mas também de tomar a bola sem falta. E jogou muito nervoso, reclamando o tempo inteiro, coisa de dar medo de expulsão mesmo.

E Léo Moura não foi bem, mas ao menos voltou a ter sua posição definida. É um avanço.




6/8/2009 - 21h50 - Goiás 3 x 2 Flamengo
Serra Dourada - Goiânia, GO
Renda/público: R$1.024,680/37.320 pagantes (42.913 presentes)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e José Carlos Dias Passos (PR)
Cartões amarelos: Douglas, Ernando, Leandro Euzébio e Léo Lima (GOI); Aírton, Ronaldo Angelim e Fierro (FLA)

Gols: Amaral, 13'/1ºT (1-0); Léo Lima, 23'/1ºT (2-0); Adriano, 3'/2ºT (2-1); Petkovic, 33'/2ºT (2-2); Iarley, 45'/2ºT (3-2)

Goiás: Harlei, Ernando, Leandro Euzébio e Rafael Tolói; Douglas, Amaral, Fernando (Gomes, 37'/2ºT), Léo Lima, Felipe Menezes (Zé Carlos, 30'/2ºT) e Julio Cesar; Iarley - Técnico: Hélio dos Anjos

Flamengo: Bruno, Welington, Aírton e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Fierro (Lenon, 37'/2ºT), Kleberson (Petkovic, intervalo) e Everton; Denis Marques (Bruno Paulo, intervalo) e Adriano - Técnico: Andrade

11 comentários:

Marcos Monnerat disse...

O Leo Moura jogou muito, mas muito mal mesmo. Mas com vontade e guardando sua posição na lateral. Acho que grande parte da má atuação dele se deve à falta de movimentação do time de botão do Fla.

Podemos reclamar do juiz no segundo gol do Goiás, de um pênalti logo antes do que saiu o gol do Fla e de um impedimento mal marcado em que Bruno Paulo entrava na cara do goleiro. Mas também temos que admitir que o Aírton deveria ter sido expulso ainda com 15 minutos do primeiro tempo, momento em que já tinha feito pelo menos três faltas violentas.

No final, o terceiro gol do Goiás me deu uma sensação de "bem feito" por ter resolvido recuar para segurar o empate.

AF STURT disse...

O tecnico do goias também recuou o time ,mas ao contrario do Fla o time deles não ficaram lá atras.

Folha disse...

Aírton pode ser expulso em qualquer lance se o juiz for minimamente rigoroso.

Bruno é lamentável.

Kleberson jogou bem 3 partidas durante 2 anos, chegou de maneira inacreditável a seleção e continua jogando o de sempre, nada.

Bruno Paulo, Erick Flores, Fellype Gabryel, é tudo a mesma coisa, infelizmente.

Uma vez mais acho que o juiz foi o menos culpado.

Arthur Costa disse...

Monerat, falei de malandragem em um comentário a uns dois posts abaixo...

e foi oq o Airton fez em alguns lances ontem...

vai dividir uma bola? então ele deixa o braço, levanta de mais a perna... achando q o juiz vai achar q é lance da dividida apenas... ELE acha q é malandro. Eu acho agressão msm...

Uma pena. Pois há vários momentos tbm do jogo em q ele desarma numa boa, chega no tempo de bola muito bem. Mas às vezes, a vontade de pegar o cara fala mais alto.


E realmente não da pra jogar sempre tendo q correr atrás de resultado pow...

Flávio disse...

André: por favor, reveja o primeiro gol. Não houve falha do Denis Marques, houve falta do jogador do Goiás que empurrou o Denis Marques.

André Monnerat disse...

Pô, Flávio...
Revi o gol e o Dênis Marques tá longe à beça do cara, de costas pra ele. Acho que nem se o jogador do Goiás quisesse ia conseguir empurrar o Dênis Marques e ainda subir pra cabecear.

No segundo gol sim, houve um empurrão grosseiro do Léo Lima no Willians que o juiz não deu porque não quis.

Marcus Vinícius disse...

André,

Vc sabe dizer se pra se tornar sócio off-rio devo ir à Gávea, ou posso fazer via sedex?

Passou a hora de discutir as atuções do time (acredito que esse seja o menor dos problemas) DEVEMOS NOS ASSOCIAR JÁ!!!!!!!

Marcus

André Monnerat disse...

Marcus Vinícius, não tem que ir à Gávea pra se tornar sócio off-Rio não. Manda-se os documentos necessários por correio.

Você pode se informar pelo e-mail secretaria@flamengo.com.br . Eles têm costumado responder direitinho.

Lembrando que pra poder votar em 2012, tem que conseguir se associar até o dia 31 deste mês!

Marcus Vinícius disse...

Vlw André, percebo que ainda há muita resitência em se tornar sócio, mas não há outra maneira de mudarmos esse quadro lastimável.

Nego usa desculpa do tipo que não confia em ninguém no clube e tals, mas a ÚNICA maneira de mudar aquilo lá é somente se associando!!!!

Acho que todos os blogs devem alertar sobre o prazo (até 31/08) e fazer uma contagem regressiva de modo bem agressivo, sei que chegaram a fazer, mas deve ser novamente colocado em destaque.

Cara,eu sou carioca e moro atualmente em Cuiabá ( a serviço), percebo a cada vexame, que somos torcedores de museu , vivemos de um passado glorioso e ficamos assim, de braços cruzados esperando um milagre...e quem sai da bolha do RJ percebe, como eu, que a cada dia estamos nos tornando menores...e isso dói muito fera!!!

Gostaria realmente que vcs blogueiros (Vc, Arthur Urublog, Alex do Triplex)fizessem mais um chamado à Nação........ASSOCIAR-SE É OBRIGAÇÃO!!!

Marcelo Constantino disse...

Bela análise, André. É raro ver algum jornalista que enxergue o jogo do Flamengo tão bem como vc -- ou digamos que eu vejo o jogo de uma forma muito próxima da sua. :)

Considerações gerais:

1) Espero que o erro do juiz no gol do Leo Lima ajude ao Williams (e a qq outro jogador do Flamengo) a não se atirar no chão e ficar deitado com a mãozinha pra cima pedindo falta DENTRO DA PRÓPRIA ÁREA, mesmo que tenha sido falta. Mal comparando, foi o que o Lucio Flavio fez no recente gol do Emerson contra o Botafogo.

2) Confesso que desconheço quem é Denis Marques, e minha guia sobre ele é simples: ele era reserva no Japão. O que vi ontem, mesmo dando todos os descontos possíveis, não me deixou qq saudade do Zero. Ou seja, patético.

3) Patética é tb nossa defesa, e não é de hoje. Vem desde o começo do campeonato. Ontem o Goiás entrou com incrível facilidade na área do Flamengo toda vez que quis. E isso pq jogamos com 3 zagueiros e 2 volantes, ou seja, (em tese) metade do time joga pra defender.

4) Embora a atitude de tirar um meia para colocar um volante tenha sido devidamente punida com o gol no fim, imaginemos: e se o Andrade tira o Fierro pra colocar o... Zero?!

5) O Bruno fez cera depois do 2-2 ou foi impressão minha?

Arthur Costa disse...

Eu não achei q o Bruno fez cera...

na rádio globo falaram q ele tava meio tonto msm.

Tanto q no atendimento dele tavam jogando água na nuca dele.