Nunca vai pra frente

Eu já escrevi aqui porque acredito que, para o Flamengo, aumentar o número de sócios deveria ser uma verdadeira obsessão - algo que fosse prioridade em um grande planejamento estratégico. Você pode ler isso aqui e aqui; há o aspecto institucional da coisa e, é claro, a parte financeira.

E eu já lamentava que Márcio Braga, que agora está fora por motivos de saúde, não tivesse esta visão e sempre desdenhasse deste objetivo.

Pois bem: se antes já era uma coisa de fé querer se associar a um clube que lhe oferece pouco, muito pouco, quase nada em troca de seu suado dinheiro, agora então virou caso de fanatismo. As mensalidades foram todas aumentadas, em todas as modalidades. E não foi pouco.

O mais bizarro é o caso do sócio off-Rio - uma categoria criada para quem mora longe do Rio. O abnegado sócio off-Rio não tem nem a sede do clube para frequentar (embora digam que a Gávea não anda lá essas coisas, isso ainda seria um atrativo). Em troca de seu dinheiro, recebe basicamente nada, já que as promoções e publicações oficiais do clube, prometidas no site, não existem. Poderia votar nas eleições depois de 3 anos pagando as mensalidades - mas não sabe bem como isso seria feito e o mais provável é mesmo que tivesse que pagar passagem para a Cidade Maravilhosa, para votar pessoalmente.

Com tantos "atrativos", o preço de 15 reais por mês já parecia alto demais. Pois agora, sem aviso, ele saltou para inacreditáveis R$40,00.

Dá vontade de chorar.

6 comentários:

Alan Souza disse...

André,
Acho que eles não tem essa vontade de aumentar o número de sócios ou fazer um projeto como o do Inter, justamente para se perpetuarem no poder.
SRN

André Monnerat disse...

Alan - não tem como não pensar outra coisa.

André Monnerat disse...

Quer dizer - não tem como pensar outra coisa. Não há outra explicação.

Essa agora foi de chorar.

Roberto de Moraes/RJ disse...

André, é mesmo inacreditável. Mas isso tudo veio naquela fatídica reunião do Conselho Fiscal e seus "21 pontos para reeger o Flamengo". Basicamente o que foi votado lá foi um aumento em cascata de todos os serviços do Clube.
Acredite se quiser, até mesmo o simplíssimo Exame Médico passou de R$5,00 para R$10,00.
Eu sou sócio-proprietário do clube e cada vez mais me sinto incapaz de conseguir ajudar em qualquer mudança que venha a tentar aparecer no clube.
Ainda porque, lembre-se bem, a oposição é encabeçada pelo Leonardo Ribeiro, ex-chefe de torcida organizada e parte integrante do mandato Edmundo Santos Silva.
É uma tristeza mesmo. Só nos resta enaltecer nos heróis do basquete e voltar a chorar copiosamente.

Arthur disse...

André,

Veja se pode me ajudar: sou consultor de marketing com grande experiência em vendas e promoção de produtos de consumo. Vendo a situação que se encontra o Flamengo, resolvi, por exercício, pensar em algo. O projeto está pronto, e ficou excelente, mesmo. Simples e fácil de desenvolver, sendo bem implantado e administrado, tem um potencial de vir a ser o que a FLATV não conseguiu.

Resolvi mostra-lo direto ao Flamengo antes de buscar parceiras que financiem o projeto, que é barato e de rápido retorno. Tão barato que o próprio Flamengo poderá desenvolver com a estrutura que já tem. Mas meus e-mails não são respondidos, nem minhas ligações tem retorno. Fica parecendo que estão nadando em dinheiro, com ações de Marketing revolucionárias e bem sucedidas, e me atender, me dar atenção, é favor, não obrigação de quem procura soluções e deveria estar aberto ao que vier.

É claro que o projeto serve para qualquer clube, mas ele foi feito pensando no Flamengo, e só apresento a outros clubes após uma recusa formal.

Agora te pergunto: como devo proceder para conseguir o mais rápido possível, uma reunião com alguém com poder de decisão, e que deverá durar meia hora, onde apresentarei o projeto e deixarei material para maior análise?

Grande abraço,

Arthur Britto

André Monnerat disse...

Arthur, você sabe que eu não sou do marketing do Flamengo - então, pra mim é difícil te responder isso. Mas me manda um e-mail - andremonnerat@gmail.com.