Teste forçado, que pode ser útil

No ano passado, sempre que o Flamengo se viu sem Ronaldo Angelim em campo, teve problemas. Durante o Brasileiro, o time foi derrotado em todos os jogos em que Angelim não pôde jogar (Vitória, Cruzeiro, Palmeiras e Goiás), e ainda levou gols pelo setor onde deveria estar - fosse ele substituído por Dininho ou por Thiago Salles.

Agora, Angelim sofreu cirurgia e deve ficar de fora até o início de abril. Com certeza, fará falta - mas pode haver um lado bom nisso. Esta ausência acontece ainda no início da temporada, longe dos jogos mais importantes do ano, por mais que exista uma Taça Guanabara no caminho. Será um tempo para Cuca descobrir a melhor maneira de conviver com a ausência de Angelim, para saber o que fazer quando isso vier a ser necessário mais à frente. No ano passado, Caio Júnior não conseguiu descobrir o que fazer, o que custou pontos preciosos.

De início, o substituto deve ser Thiago Salles, um garoto que chamou a atenção por fazer muitos gols - nos juniores e nas chances que teve entre os profissionais. Isso talvez o credencie pra buscar uma vaga no ataque, mas como zagueiro ele até hoje deixou a desejar. Tem sérias dificuldades de posicionamento em campo e deixou a defesa vulnerável sempre que jogou, desde 2007. Vamos ver se com o tempo que teve pra amadurecer e com alguma sequência de jogos, a coisa melhora. Mas eu não boto fé.

Outra opção seria Douglas, mas ele parece que não agradou Cuca na chance que teve na última rodada, além de ser destro. Fabrício, que é canhoto e se destacou no Paraná pela série B do ano passado, seria o substituto natural - mas já foi vendido. Há ainda o garoto Wellinton, que andou na seleção brasileira sub-20, mas parece que também já teve seus direitos econômicos negociados pra ajudar a tapar o buraco no orçamento. Ou seja: fora ser um moleque, é mais um que pode sair a qualquer momento. A verdade é que o Flamengo ficou mal servido de zagueiros para o banco de reservas.

Márcio Braga avisou que ninguém mais será contratado este ano - e está certo, simplesmente não há dinheiro. Mas vamos ver agora, sem Angelim, se este buraco no elenco é possível de ser tapado sem buscar ninguém de fora. 

Um comentário:

Warley Morbeck disse...

E enfim o Salles vai ter uma chance de verdade.

Warley Morbeck

Flamengo Eternamente
Eterna Bola
Fla TV