As eleições e o estádio do Flamengo

Maquete do estádio do Flamengo na Gávea
Com essa notícia de que o Flamengo negocia para jogar no Engenhão a partir do ano que vem, a discussão sobre o estádio próprio volta à tona - "se tivéssemos nossa casa, isso não aconteceria". A diretoria, como se sabe, tem o projeto de revitalização da Gávea, que emperrou graças à associação de moradores do Leblon e a vereadora Andréa Gouveia. O Arthur, do Urublog, acabou de re-publicar um texto dele sobre o assunto.

É bom lembrar disso em ano de eleição. Aqueles que gostariam de ver o estádio da Gávea saindo do papel devem pensar nisso na hora de dar seu voto para vereador. Mesmo que não votem nela, se escolherem outro candidato de seu partido, o PSDB, podem estar ajudando a moça a ganhar um novo mandato.

De qualquer forma, se o plano de revitalização da Gávea, ou mesmo qualquer outro de construção de um estádio próprio do clube, é levado a sério pela diretoria, a hora de se mexer é agora. Que se chame pra conversar os principais candidatos a prefeito - podem até fazer aquela palhaçadinha de posar pra foto dando camisa do Flamengo, se quiserem. O importante é discutir, agora, seus planos em relação ao Flamengo. O que acham do projeto da Gávea? O que poderiam fazer para ajudar o Flamengo com ele? E, se não gostam, que opções ofereceriam ao clube? É bom ter em vista que é interessante pra todo candidato a prefeito em ano de eleição aparecer como simpático a causas flamengas. A hora de conseguir que assumam compromissos públicos é agora.

Independente disso, está na cara que o vencedor nesta eleição não vai ser o candidato de César Maia. Assim, toda a simpatia que ele demonstrava com o projeto vai se tornar inútil em pouco tempo. É bom saber desde já o panorama que se desenha, pra saber como agir nos próximos anos.

2 comentários:

Mário disse...

Na boa...
há anos que estamos nesse lance do estádio da gávea!
Se houvessemd e fato o interesse em construir um estádio para o flamengo, essa diretoria ja estaria ha muito, em outra frente.
Não é possível que na cidade do Rio de Janeiro não haja nenhum espaço disponível para ser construído um estádio de futebol.
na minha opinião seria maravilhoso se fosse na gávea pelo contexto histórico, mas não havendo possibilidade, eu ja estaria tentando uma solução alternativa. Dar murros em ponta de facas não me parece uma ação inteligente.

Anônimo disse...

Isso é bobeira...

Maracanã vai entrar em obras pra ficar bacana pra Copa. Quando terminar isso, ele será privatizado ou arrendado, no estilo Engenhão.

E é claro que o Flamengo vai ficar com ele, sozinho ou em parceria com CBF e Flu.

Max Junqueira