Marcinho fora - alguém feche essa janela!

Diz o Globoesporte.com agora que Marcinho nem joga amanhã, contra o Coritiba - pelo que entendi, está se transferindo para o grande concorrente árabe da CNN. Agora é assim: os caras se mandam sem nem dizer tchau. A coisa está ficando cada vez mais selvagem. Desta vez, pelo que se sabe, não vai dar nem pro Kléber Leite dizer depois que manteve fulano ou contratou beltrano com o dinheiro desta transação, já que Marcinho não era do Flamengo e a grana vai toda pra bolsos alheios.

Para o time, não é nenhum desastre, pois há no elenco outras opções para a posição - o que não era o caso para o Renato Augusto e não seria ainda em caso de saída de Juan ou Bruno. Mas nunca vai ser bom perder o artilheiro do time. Fora esta importância óbvia, Marcinho ainda tinha uma vantagem: era também dublê de meia de ligação, o que dava a Caio Júnior uma opção tática interessante até pra mexer no time durante os jogos.

Se fosse por mim, Maxi ganharia a posição e estaríamos bem servidos. Mas o mais provável é que Tardelli fique com a vaga de titular, o que pra mim é lamentável - e o pior é que volta e meia alguém tem a idéia de que ele também pode jogar na meia, o que é simplesmente desastroso. O cara não tem características pra isso e entrega o meio pro adversário toda vez que atua por ali, como aconteceu no primeiro jogo da final do estadual contra o Botafogo e até na última partida, contra o Vasco.

De qualquer forma, é capaz de agora aqueles que vibram e salivam a cada notícia de gol do Éder em coletivos comecem a vê-lo ganhar algumas chances de ao menos sentar no banco. Quem sabe esse povo todo - que, como eu, nunca o viu jogar - esteja certo em pedir tanto por uma oportunidade pro garoto. Além disso, deve haver aí com essa uma sobrinha de orçamento pra entrar alguém a mais na folha de pagamentos. Que não seja o Felipe.

5 comentários:

Mário Teresa disse...

A eminente saída do Marcinho representa muito mais uma perda no elenco à uma perda no time propriamente dito. Perdemos um bom jogador em ótima fase, não é um desastre total, mas enfraquece o grupo e com isso, passo a ver com outros olhos uma possível volta do Felipe, noves fora o seu temperamento, estamos mais carentes do que nunca de alguém na meiuca pra pentear a redonda.

André Monnerat disse...

Eu já discordo bastante. O Felipe não tem nada a ver com o Marcinho, nem em características, nem em função.

Acho que, se a idéia é manter o nível do elenco, tem que procurar reposição. Mas dá pra ser mais criativo que pensar em Felipe, na boa.

Mário Teresa disse...

André Monnerat:
Saudações Flamengas!!!
Eu também acho que o Felipe tem características distintas do Marcinho, mas eu enfatizo a necessidade da equipe em ter alguém no meio-de-campo pra fazer o jogo fluir, não podemos depender do apenas do Ibson para isso, daqui a pouco o cara fica sobrecarregado na armação e a magnética vai pegar no pé dele ...quanto a criatividade para contratar eu concordo contigo, mas como estão ventilando o Felipe, é em cima dele que eu estou imaginando um possível reforço!!!
Pelo amor de Deus, fechem logo a janela, a porta, os portões, etc...

Mário Teresa disse...

Ja iria me esquecendo...
Parabéns pelo blog cara!!!
Virei fã!!!
Conheci este espaço ha pouco tempo e agora marco ponto todos os dias... Parabéns mesmo!!
Vamos juntos até os louros de Dezembro, onde se Deus quiser e a janela deixar, estaremos comemorando o sonhado e exigido HEXA!!!!

Anônimo disse...

Felipee Nãoooo!

Qualquer um menos ele.