Brasileiro 2010 - 8a. rodada - Flamengo 1 x 0 Botafogo

Infelizmente, não pude realmente assistir à vitória do Flamengo de ontem. Estava em estúdio com o Don Robalo e só deu para acompanhar quase toda a partida pelo tempo real do GloboEsporte. Não tenho a cara de pau de escrever fingindo que assisti ao jogo só por ter visto os melhores momentos. Mas não queria deixar passar batida esta partida.


Pra não dizer que não vi nada: deu pra ver alguns pedaços da metade final do segundo tempo, justamente o período em que saiu o gol do Flamengo. Pelo que li, no primeiro tempo o Flamengo conseguiu controlar o jogo a maior parte do tempo, como eu achava que poderia acontecer, por conta da superioridade de seu meio-campo; e no segundo, Joel melhorou o time com o tipo de substituição que eu também antecipei no texto de ontem. Nestes minutos que pude acompanhar ao vivo, o Botafogo já tinha trocado Sandro Silva por Edno e lançava Jóbson no ataque; marcava no campo do Flamengo, que tinha dificuldades pra conseguir sair de sua defesa. Porém, num momento em que conseguiu trocar passes no campo do adversário, Pet acabou fazendo a diferença, num passe sensacional que acabou no gol de Paulo Sérgio.

A quem realmente assistiu ao jogo, deixo as perguntas: foi por aí mesmo? Fora os lances que aparecem nos melhores momentos (um chute no primeiro tempo após cruzamento de Kléberson, uma jogada individual no segundo e o passe na jogada do gol), Petkovic foi bem? E Kléberson? Wellinton conseguiu segurar bem a onda na zaga? Diego Maurício ou Paulo Sérgio - quem parece mais aproveitável neste momento? Deixem aí seus comentários.

* * * * * * * * * * * * *

Qualquer vitória num campeonato de pontos corridos é importante, e esta deixou o Flamengo numa posição até boa na tabela para este início de competição. Mas foi especialmente importante neste momento para o clima do clube, criando um ambiente favorável para que consigam trabalhar por lá da melhor maneira possível.

O time que o Flamengo tem hoje, no papel, não inspira confiança no ataque - mas, de resto, não é ruim para o nível que vemos por aí. Como comentei ontem, se Pet conseguir agora se manter em condições razoáveis, mesmo que não no nível excepcional da época da arrancada do ano passado, já será um belíssimo reforço em relação ao time nada convincente do primeiro semestre. Com o que já está disponível, um meio-campo até conservador, com Willians, Kléberson, Correa e Petkovic, já é bastante competitivo - e acho que é o que Rogério tem em mente como titular. E ter um meio-campo que funcione bem é meio caminho andado pro time inteiro funcionar.

Ainda não confio em Rogério como treinador e mais pra frente, por enquanto, só se sabe que poderão entrar Renato e Val Baiano. São reforços modestos; pra realmente pintar como candidato forte a título ou G4, o ideal seria que chegassem para serem titulares ao menos um zagueiro e um ou dois atacantes. Mas é possível sim que o Flamengo faça uma boa campanha neste Brasileiro mesmo apenas com quem já está na Gávea - desde que o clima internamente siga bom e o trabalho seja sempre sério. A nova ordem que Zico quer implantar pode ajudar muito nisso, especialmente se a torcida comprar pra valer a ideia. A consciência de que o trabalho agora mira mais no longo prazo pode até ajudar a surgirem boas surpresas nos resultados imediatos.



14/7/2010 - 21h - Flamengo 1 x 0 Botafogo
Maracanã - Rio de Janeiro, RJ
Renda/Público: R$416.885,00 / 15.373

Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ) Gutemberg de Paula Fonseca
Auxiliares: Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Rodrigo Pereira Joia (RJ)
Cartões Amarelos: Kleberson, Paulo Sérgio (FLA) ; Fábio Ferreira , Antonio Carlos (BOT)

Gol: Paulo Sérgio, 23'/2ºT (1-0)

Flamengo: Marcelo Lomba, Leonardo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Rômulo, Willians, Kleberson e Petkovic (Fabricio); Vinicius Pacheco (Camacho) e Diego Maurício (Paulo Sérgio). Técnico: Rogério Lourenço.

Botafogo: Jefferson, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Fahel; Alessandro, Leandro Guerreiro, Sandro Silva (Edno), Lucio Flavio (Renato Cajá) e Marcelo Cordeiro; Herrera e Caio (Jobson). Técnico: Joel Santana.

6 comentários:

Ique Muniz disse...

Eu vi o jogo e tenho algumas considerações. Vamos ver se ajudam, André:

- Achei o primeiro tempo dividido. O Fla começou melhor, mas depois deu algumas chances ao Bota. Vacilou um pouquinho...

- Entre os atacantes, acho que Diego deve seguir de titular. Mostrou mais vigor físico, mais vontade. Saia algumas vezes da área, diferente do P.S, mas parece em melhor forma

- Kleberson "não fedeu nem cheirou", deu seus passezinhos pro lado e não acho que tenha sido bom.

- Wellinton até que foi bem, não cometeu falta besta e marcou legal o ataque

- Não gostei da movimentação do Leo Moura. Não sei se era ordem do Rogério, pra subir e abrir espaço pro Cordeiro, mas literalmente ontem não tinhamos lateral direito. O capitão jogou no meio, quase como um volante pela direita. Apareceu pouco na frente.


MAs concordo com seus comentários. Quem sabe, com confiança e os reforços, dá pra engrenar e surpreender (já que muita gente tá tirando onda)

Abraços

Thiago Oliveira disse...

Lomba foi perfeito quando exigido.

Léo Moura foi bem, vi ele orientando o time, exercendo liderança

Angelim fez o feijão com arroz, tirou todas as bolas sem inventar

Wellington me deu medo, apesar de não ter dado mole pro ataque do Botafogo, me parece apavorado em todas as jogadas.

Juan perdeu as bolas de costume, tomou uma bola nas costas no primeiro tempo que quase resultou em gol do Botafogo, errou os cruzamentos como costuma errar mas até que no segundo tempo foi bem defensivamente, o Botafogo praticamente não criou pelo lado dele.

Romulo estava apavorado igual ao Wellington

Willians foi bem na frente e atrás, correu como sempre, criou boas jogadas ofensivas e desarmou várias vezes os jogadores do Botafogo, deu liberdade pro Léo Moura atacar, percebi que quando o Léo subia, ele ficava, quando o Willians ia, o Léo ficava.

Kleberson teve alguns poucos bons momentos mas esteve com aquela lerdeza de sempre, parece que está dormindo mas até que girou bem a bola, jogou centralizado.

Pet foi muito bem, criou, finalizou, organizou, cadenciou quando foi preciso, um líder em campo.

Pacheco foi muito bem, correu muito, ajudou na marcação e criou as melhores jogadas de ataque, pra mim, o melhor em campo. Se soubesse finalizar e passar, seria craque pois ele é rápido demais.

Diego Maurício mostrou personalidade, partiu pra cima mas poucas vezes levou vantagem, teve uma boa chance numa finalização que o Jeferson defendeu, precisa ser trabalhado, tem futuro.

Apoc disse...

Só vou postar pq discordo dos amigos que falaram anteriormente...

Eu esperava o pior possível nesse reinício de campeonato brasileiro, mas fiquei impressionado com o quanto os caras correram.

O preparo físico nesse mês de copa foi muito bem feito, os jogadores do flamengo correram muito mais que os do botafogo.

O pet ta em outro shape...participando das jogadas, correndo pra recompor, sinistro.

Só esbarramos no ataque que é muito fraco tecnicamente...

O vinícius pacheco corre pra caralho, tem uns bons avanços pela esquerda, mas é péssimo na finalizaçao.

O Diego Maurício é uma vergonha. Tentava jogadas individuais até no meio de campo, com 4 ou 5 companheiros como opçao ele sempre ia na jogada individual. Teve uma jogada que levou perigo, mas é pouco. Tem muito o que aprender ainda.

Grata surpresa foi o Paulo Sérgio...não pelo gol, mas sempre tocava de primeira e corria pra receber na frente, tentava jogadas mais inteligentes...e mostrou que tem estrela. Mas tinha que tirar a camisa pra comemorar o gol?

Kleberson foi mal até a primeira metade do primeiro tempo...até que descobriu (???) que joga melhor pela meia direita e passou a fazer bons passes e cruzamentos, inclusive um foi no pé do Pet que rematou ao lado do gol.

Willians muito brigador, corre pra caralho...jogou bem hoje, nao perdeu a cabeça e roubou muita bola. Botou o Jobson no bolso!

O Romulo foi seguro, errou alguns passes na saída de bola, mas seguro nos desarmes. Ainda bem que teremos melhores opçoes em breve pra primeiro volante.

A zaga foi segura também...jogaram com inteligencia.. pena foi alguns erros de passe na saída...falta alguem pra cadenciar esse jogo ali na intermediária. Seria o papel do Romulo, mas o bicho ta devagar no passe.

Leo Moura foi mal...errou muito na defesa...se fosse com um time um pouco mais qualificado teriamos tomados 2 gols por sua culpa. Mas no apoio ele conseguiu fazer uns lançamentos e cadenciar o jogo quando preciso. Acertou algumas arrancadas, mas nao lembro dele cruzar uma bola na linha de fundo. Continua avançando pro meio.

Juan foi bem, tanto na cobertura como no ataque. Ele está readiquirindo a forma física e técnica de outrora e a regularidade.

Marcelo Lomba foi muito bem, fez uma defesa difícil e foi seguro em todas as jogadas em que participou.

Anônimo disse...

Pet jogou muito mesmo, chegou a ser surpreendente.
Agora quem achou boa a atuação do Diego Maurício viu outro jogo... ele foi pífio. Tomara que melhore, mas acho que por ora o lugar é do Paulo Sérgio mesmo, ou de qualquer outro que pintar.

Bosco Ferreira disse...

Quem não conhece o Flamengo poderá dizer que a vitória foi uma surpresa agradabilíssima diante de um Botafogo teóricamente mais preparado, campeão carioca e reforçado com contratações.

Mas quem conhece a história da mística da camisa rubronegra sabe muito bem que nada é impossivel.

E ontem a camisa brilhou na hora certa. Ajudou a torcida a fazer as pazes com o RL e com o PS, e acreditar que coisa muito bôa vem por aí. Precisava-mos dessa vitória ontem.

Régis disse...

Achei que o time foi frágil em alguns momentos e promissor em outros, mas o que me chamou a atenção foi a vontade e seriedade que o time demonstrou. Lomba foi bem quando exigido, achei que o Angelim esteve bem no jogo, Léo Moura mal (tem crédito), Kleberson apagado no principio e com bons lampejos no decorrer do jogo. Continuo achando que o Diego Maurício vai ser um bom jogador apesar de não ter ido tão bem nesse jogo (é bem melhor que o Paulo Sérgio)continua um pouco afobado nas conclusões. E o Pet apesar de terminar o jogo "morto" pode a qualquer momento faz a diferença, e fez novamente. Achei que no final o Rogério ainda mexeu mal tirando o Vinicius e colocando o Camacho. Gosto do Camacho e não sou fã do Vinicius, mas o momento era de jogar no contra ataque porque o Botafogo vinha para cima então poderia ser util o VP. Tô fechado com o certo (como diz o Arthur) mas continuo não gostando nem um pouco do nosso treineiro.