Que se faça o possível para Andrade ficar

Segue a chatíssima novela da renovação de Andrade - que, ao que tudo indica, deve ter um final feliz, com a permanência do treinador na Gávea. Pretendo não mais tocar no assunto até que a situação se defina - afinal, como eu mesmo andei escrevendo por aqui, esta época do ano é pródiga em pilha errada da imprensa, que precisa continuar preenchendo seu espaço mesmo em época de falta de notícias. O melhor que se faz, pra não ganhar ainda mais fios de cabelo branco à toa, é se ater a fatos concretos.

Mas, aqui do meu canto, na humildade, vou fazer um comentário sobre o comentário do Arthur Muhlemberg sobre o assunto. Cês podem lê-lo aqui, mas pra resumir: ele acha que o Flamengo não tinha nem que pensar e dar logo o aumento do tamanho que o Andrade está pedindo - ele é insubstituível, indispensável, e o futebol rubro-negro, com todas as suas receitas, não tem nada que conter gastos para sustentar outras áreas deficitárias do clube. E, a bem da verdade, é a invisível mão do mercado quem fará inevitavelmente com que o salário de Andrade chegue aos valores que ele pede.

Eu já acho que não é bem assim.

Como todos sabem, o Flamengo tem uma enorme dívida, que faz com que rendas sejam penhoradas, receitas adiantadas etc. etc. etc. Simplesmente fazer a conta "o futebol arrecadou 10, pode gastar 10" não adianta muito, se a gente sabe que uns 4 ou 5 terão que sair para pagar as contas passadas - contas essas, aliás, em enorme parte criadas pelo próprio futebol. Não é para pagar as piscinas ou os ginastas que o futebol do Flamengo precisa ajustar suas contas - e sim pra pagar seus próprios compromissos, manter as contas em dia, deixar de ver algo que deveria ser corriqueiro, como "Flamengo paga seus salários", virar manchete de jornal no nível de "Homem morde cachorro". A essa altura, ninguém discorda que tanto o clube social quanto os esportes amadores precisam se autossustentar - todos os candidatos à presidência do Flamengo bateram nesta tecla durante a campanha. Desviar qualquer dinheiro do futebol pra plantar árvore ou asfaltar rua na Gávea é incompetência - vai atrapalhar o grande carro-chefe do clube e simplesmente não há a menor necessidade disso.

É bom dizer ainda que, em 2008, houve superávit nas contas do futebol - mas apenas porque o Flamengo provavelmente arrecadou mais com vendas de jogadores naquele ano do que havia feito em qualquer outro de sua história. Como em 2009 não houve grandes negociações de atletas e o clube ainda passou metade do ano sem receber nada de patrocínio de camisa, a situação não deve ter se tornado muito mais confortável. Para o ano que vem, como sabemos, a situação pode ser um tanto melhor; deve vir aí um bom patrocínio, há o contrato da Olympikus, há Libertadores, há o status de campeão brasileiro. Mas isso não quer dizer que qualquer loucura ignorando o fato de que as contas têm que fechar se justifique. No duro, estamos todos aqui chutando bastante, já que não são muitos de nós os que realmente têm as contas do Flamengo na mão pra poder somar A + B e ter certeza do que dá ou não pra fazer.

Na verdade, foi exatamente por não levar muito em consideração esse tipo de coisa que o Flamengo chegou ao início deste ano numa situação caótica: meses de salários atrasados para jogadores e funcionários, nenhum crédito na praça e jogador contratado poucos meses antes indo embora de graça, em troca do perdão de uma dívida milionária contraída em pouquíssimo tempo (e aproveitando pra queimar o filme da instituição na imprensa pra todo mundo ouvir, sem que ninguém no clube pudesse levantar nenhum argumento pra contestar o cara). Acredito firmemente que o fato dessa política ter mudado um pouquinho ajudou bastante o Flamengo a ter um clima de tranquilidade relativa por alguns meses, nos quais o time reagiu em campo e arrancou rumo ao título. Não sei bem se o trabalho de Andrade teria o mesmo sucesso se fosse feito com um grupo insatisfeito por não ver o dinheiro pingando na conta por meses.

E bem: ao que parece, o Flamengo pode estar usando exatamente as leis do mercado para fechar o contrato com Andrade em termos um pouco melhores para suas finanças (atualizando: no Sportv, anunciam agora que a renovação foi oficialmente anunciada na Gávea). É a velha lei da oferta e da procura: afinal, haveria por aí outro clube disposto a pagar a Andrade um salário do tamanho que ele pretendia? Há sempre árabes e japoneses à solta, com os quais é difícil competir, mas em princípio parece que não. E eu acho mesmo que um aumento salarial de 200% e um contra-cheque de 150 mil por mês parece uma valorização bastante boa para um profissional que realmente fez um belo trabalho nos últimos seis meses. É óbvio que há por lá alguns que sentarão muito no banco de reservas ao lado de Andrade recebendo um salário maior que o dele - mas o grande erro está justamente em alguém ter firmado esse tipo de contrato com estes caras. Esperemos que quem está por lá hoje seja mais previdente nos próximos tempos.

Pra deixar claro: acho que Andrade tem o direito de pedir o salário que quiser sem que ninguém possa chamá-lo de mercenário por isso, e que sua manutenção precisa ser a grande prioridade na montagem do grupo rubro-negro para 2010. Ele é importantíssimo, dificílimo de substituir, por um milhão de razões, e tenho quase certeza que qualquer outra opção que fizessem seria pior. Acharia o fim da picada se pagassem a outro técnico um centavo que seja a mais do que estão oferecendo a ele. Acharia igualmente terrível se abrissem mão do treinador e gastassem uma grana pra trazer um Vagner Love ou um Kléber. Manter Andrade tem que estar acima de qualquer outra contratação que possa ser feita.

Só não dá é pra escaparem deste fato, puro e simples: só dá pra gastar o que dá pra gastar. Que façam todo o esforço possível. O possível.

6 comentários:

Flora disse...

graças a deus. ja estavam falando ate de celso roth.

eu achei impressionante ouvir mta gente que não era tão importante mandar o andrade, pq o importante era o grupo de jogadores.
esqueceram que milhoes de tecnicos ja passaram pro flamengo e não ganharam nada. e que principalmente esse grupo se formou assim pq se uniu em torno do treinador.

e sinceramente acho que o andrade merecia receber o que ele pediu.
simplismente ele tava pedindo de acordo com o que o mercado tem mostrado, ele não inventou isso do nada.

e acho uma hicrisia muito grande dizerem que so podem pagar valor tal, senao comproneteria o orçamento do proximo ano. realmente, é por causa do salario do andrade que o flamengo não conseguiria cumprir com suas obrigações.
patetico, um clube que tem pro ano que vem 140 milhoes em orçamento. é só se livrar de meia duzia de jogadores, aquela barquinha que sempre rola no fim do ano de qualquer clube, emprestar um bruno mezenga, um maxi, não renovar com um everton silva (que alias não entendo pq continua. tirando a animação inicial, mostrou no resto do ano que é um tremendo perna de pau, não merecendo nenhum esforço da diretoria a mante-lo). e o denis marques, que todo mundo falou que não seria aproveitado esse ano, indo pra outro time. isso pra falar de alguns

enfim, fiquei feliz por ele ter ficado, mas a impressão que ficou pra mim é que o marcos braz fez de tudo pra tirar o cara da gavea. acho que a patricia amorim que foi responsavel por ele ficar, ate pelas proprias palavras do andrade.

ah, e o marcos braz ta se mostrando um belo de um arrogante, se achando fodão e tem conduzindo muito mal todas as renovações com jogadores. parece que não precisamos de ninguem. que tem bom jogador aos milhoes ai dando sopa.

eu nunca amei ele, agora menos ainda. todo mundo esqueceu as besteiras que ele ficou falando esse ano. o titulo não pode apagar tudo que o flamengo de errado esse ano. ele deu muita sorte
esse negocio que ele bancou o andrade é mentira, so não ficou pq não conseguiu outro tecnico qualquer (os nomes especulados eram de dar medo) e tambem teve sorte do maldonado e do alvaro darem certo. foi uma aposta que poderia dar errado como deu a contratação do gil.

a verdade é que o flamengo teve muita sorte de campeão, pq acontecer todos os fatores pra la de improvaveis que aconteceram nesses ultimos meses sabe-se la quando pode acontecer de novo.

por isso se o flamengo quer continuar sendo campeão tem mudar muita coisa la dentro ainda. um bom diretor remunerado de futebol seria fundamental. espero que o flamengo feche com esse cara que esta sendo especulado. tem um otimo curriculo.

é isso. SRN

Flora disse...

Mil erros de português.
Escrevi no calor da emoção e muito rápido. Mas é isso aí. Fui

Bosco Ferreira disse...

FLORA, o que interessa aqui são as ideias e as posições que se quer defender, não se preocupe com erros. Comentário não pode ter esse luxo, afinal não temos revisor. Concordo com tudo que você falou. Temos que começar a cobrar a partir de segunda feira o nome desse diretor remunedrado.

Tiago Cordeiro disse...

Flora, não concordo que seja hipocrisia. Claro que não é só o salário do Andrade que sacrifica o orçamento, mas o contrato dele foi o primeiro a ser negociado. Pq iriam ignorar que a cinta tem que apertar?

E eu concordo sobre os milhões de técnicos, mas infelizmente todos eles conviveram com problemas como janela européia e atrasos de salários. Além disso, até hj só disputamos o título brasileiro duas vezes: em 2008 e 2009. Nos outros anos sempre perdíamos o título já no meio do campeonato.

E relax com isso de erros. :)

Tiago Cordeiro disse...

Ah e tomara q esses caras q nunca jogam saiam no ano q vem.

A renovação do Maxi até hj é um mistério insondável.

Marcos Monnerat disse...

Eu acho que a renovação do Andrade seguiu realmente a lei da oferta e da procura. Ao mesmo tempo que seria difícil para o Fla conseguir um técnico de ponta por 160 mil por mês, o Andrade não deve ter tido propostas melhores do que essa. Assim, chegaram nesse acordo. Nada demais.

Eu só espero que esse tipo de coisa pese também na renovação de jogadores e novos contratados.

Zé Bob tem que vazar. Por mais que tenha tido sua importância nessa reta final, é um jogador fraco que não vale nem metade do salário que recebe. Prefiro até mesmo o Maxi do que ele.

Denis Marques tem que vazar de qualquer jeito. O salário dele é cinco vezes maior do que ele merece no mínimo!

Éverton Silva pode não ser um cracaço, mas é um bom reserva pro Leo Moura. Mostrou potencial e pode substituí-lo sem grandes traumas.

Juan, por mim, podia vazar. É caro, é chato e não joga nem metade do que acha que joga. A lateral esquerda é o nosso maior problema. O ideal é ficar com o Éverton para tentar ele nessa função e ensiná-lo a marcar com a ajuda dos volantes e trazer outro para disputar posição com ele.