A cronologia da confusão

Como já falei aqui em outras ocasiões, ano de eleição no Flamengo é um negócio complicado. Tudo fica muito difícil de entender. Assim sendo, segue aí a cronologia do que andou acontecendo de ontem pra hoje - vão lendo, juntem as peças e tentem entender o que andou acontecendo. Boa sorte!

• 19/5 - anteontem - 23h - Sai o anúncio do retorno de Petkovic ao Flamengo, dentro de uma negociação que envolveu a antiga dívida do clube com ele, que gerava descontos nas rendas do Maracanã. A negociação foi tocada pessoalmente pelo então presidente em exercício, Delair Dumbrosck - segundo as notícias, contra a vontade do departamento de futebol.

• 20/5 - ontem - 19h30 - Poucas horas antes do início da partida mais importante do ano para o Flamengo, surgem na Internet informações de que a contratação de Petkovic poderia gerar pedidos de demissão de toda a cúpula do futebol, incluindo Kléber Leite e Cuca. Em seguida, no Sportv, repórteres vão atrás de Cuca pra confirmar a informação e ele nega a possibilidade, dizendo-se tranquilo. Delair dá entrevista na ESPN Brasil defendendo o negócio.

• 20/5 - ontem - 20h - Delair afirma que o negócio, independente de qualquer dirigente, era necessário para o Flamengo, que não acredita em demissões no futebol e afirma que, se Cuca não ficou sabendo, foi por uma falha de comunicação em uma semana agitada.

• 20/5 - ontem - 21hKléber se recusa a falar do assunto, dizendo que só se pronunciaria hoje.

• 20/5 - ontem - 22h - Márcio Braga, ainda afastado da presidência, apóia Delair no negócio com Pet , diz que o departamento de futebol não deve ver a contratação como uma afronta e afirma que Kléber Leite "não é bom negociador".

• 21/5 - hoje de madrugada - Em coletiva após o jogo contra o Inter, Cuca reconhece que foi pego de surpresa pela contratação de Petkovic, mas diz que trabalha com qualquer jogador. "Sou só o técnico". Kléber Leite avisa, por assessoria de imprensa, que se manterá em silêncio sobre o assunto.

• 21/5 - hoje - 13h - Antes do retorno ao Rio, ainda em Porto Alegre, Kléber Leite avisa que falará do assunto em entrevista coletiva, após conversar com Márcio Braga.

• 21/5 - hoje - 13h30 - Delair Dumbrosck, em mais uma de suas entrevistas-bomba, relaciona possíveis resistências ao acordo com Pet a uma antecipação da campanha eleitoral por parte de gente do departamento de futebol. Diz que Kléber sabia do negócio desde o início e ainda o alfineta, lembrando de negociações dele para trazer Romário e Felipe de volta.

• 21/5 - hoje - 15h - Michel Assef, antigo aliado de Kléber, e Márcio Braga recepcionam juntos o time  - e principalmente Kléber Leite e Plínio Serpa Pinto - ainda no aeroporto do Rio.

21/5 - hoje - 17h30 - Márcio Braga retorna de licença e volta a ocupar a presidência do clube. Ao contrário do que costuma acontecer, os relatos da coletiva de Márcio e Kléber vão saindo em pedaços em diversos portais, cada um com um detalhe diferente - o normal é os sites todos repetirem as mesmas informações, muitas vezes com textos quase idênticos. Ficamos sabendo que antes da coletiva houve uma reunião de mais de uma hora, que incluiu Márcio, Kléber e Cuca; ao mesmo tempo, surgem relatos de que Delair foi afastado por dirigentes insatifeitos, mas que está "prestigiado" e apenas viajou para Campos do Jordão; que Márcio Braga pretende tocar os assuntos do futebol, inclusive o acordo com Pet; que os acordos para Pet jogar e a renegociação da dívida, agora, são vistos como assuntos separados, mas que devem ir adiante - embora em outro veículo, apareça uma declaração de Márcio dizendo que "não há nada certo", além de Michel Assef, também presente, ressaltar que não há contrato assinado e que, portanto, ele não está fechado com o Flamengo.

O que vai acontecer daqui pra frente? Vai saber.

O mais curioso de tudo é o seguinte: afinal, Márcio Braga não está supenso? Ele pode reassumir a presidência, afinal?

* * * * * * * * * * * * * *

Ah, sim - pra não ficar apenas em notícias ruins: no dia 26, semana que vem, na reunião do Conselho Deliberativo, os conselheiros terão a oportunidade de aprovar o contrato com a Olympikus e a primeira camisa do novo fornecedor. E, pra completar, votarão o contrato com o novo patrocinador.

2 comentários:

Max disse...

Só sei que essas noticias me deixaram bem triste. O Flamengo não nos merece mesmo. Maldito vício...

Quando aparece alguém querendo fazer algo direito e por ordem na casa, acaba sendo afastado pela corja de sempre. É difícil julgar as medidas desse Delair, porque não foram divulgadas informações suficientes, mas eu estava com uma bela impressão dele.

Lamentável.

Carlos Muniz disse...

Quer apostar que esse negócio ainda vai afundar e o Pet não vem mais?

Não que ele seja O reforço, mas aí vai dar mais problema, mais dinheiro indo embora, mais divida e o Flamengo vai continuar na pindaíba.

Márcio Braga voltado = mais confusão