O pacotão

Lendo as notícias sobre a nova SeleFla que Kléber Leite está montando, me peguei lembrando de meus tempos de escola, quando "sobrevivia" da humilde mesada que ganhava de minha mãe. Nessa época de gastos racionados, costumava apelar na hora do recreio, na cantina do glorioso Colégio Pedro II, para as pipocas Frank.

As pipocas Frank, que vinham no indefectível pacote de plástico transparente rosa, podiam ser crocantes e gostosas. Ou podiam ter a consistência de um pedaço de isopor e praticamente o mesmo gosto. No duro, 99% das que vinham num pacote entravam nesse segundo caso. No meio delas, vinha uma doce e crocante - que dava a maior sensação de ter tirado a sorte grande, apesar de pra isso eu ter tido que comer todo aquele isopor. No duro, mesmo as pipocas da sorte não eram grandes coisas; não se comparavam com um bom Negresco, por exemplo. Mas, no meio do isopor... Se destacavam. E acontecia ainda de não vir nenhuma premiada no pacote inteiro.

Mas bom... Pipoca Frank era barato à beça.


* * * * * * * * * * * * * * * * *

Primeiro, dêem uma olhada no vídeo de melhores momentos de Fernandão, ex-América, uma das pipocas do saco cor de rosa.



Independente do que acharam das habilidades do rapaz, reparem no perfil do cara que colocou o vídeo, com o estratégico título em inglês "Fernandao America Best Moments".

É um verdadeiro portfolio de futuros craques do futebol brasileiro, todos com seus vídeos com títulos em inglês - são os Best Moments não só de Fernandão, mas também de Alessandro, Danilo Silva, Wallace, Luciano N. e por aí vai. Tá certo, colocar seu produto pra ser divulgado na internet é imprescindível nos dias de hoje. Vai que tão procurando por algo parecido no Google e te encontram?

E, no meio deles todos, lá está ele - El Tigre Ramirez.

É...

Um comentário:

Ronel disse...

Monnerat, e o que sua mãe dizia quando te dava uns trocados? "Agora você não vai poder reclamar que está sem merenda". Kléber Leite fez a mesma coisa com o Caio jr. Tá vendo, depois reclamam... esse Kléber Leite é uma mãe!