Já está a apenas 3 pontos do Flamengo

Sendo sincero: não vi o Botafogo jogar muito, desde a troca de técnico. Assisti à estréia contra o Santos e o segundo tempo contra o Flamengo.

Mas, a cada partida - mesmo nas que não vence -, o comentário geral é o mesmo: "o time jogou bem, merecia vencer".

E isso porque era um time destroçado, antes do novo treinador assumir.

Lembro que tinha muito rubro-negro rindo. Mas eu escrevi por aqui mesmo: Ney Franco era uma bela escolha da diretoria do Botafogo.

E, pelo menos por enquanto, vai dando certo.

5 comentários:

Pablo Alcântara disse...

E se o Caio Jr. tivesse ido para o Catar e o Ney Franco pro Fla? È muito 'se' pra uma frase só. O fato é que perda de jogadores não justifica apenas o fracasso do time nessas seis rodadas. O treinador não soube arrumar o time. Não soube compensar as perdas, não soube ler as características de jogo de jogadores substitutos. E em detrimento dos que foram embora, o Caio Jr foi o escolhido. Ele ficou. E, aí?

André Monnerat disse...

Olha... Não sei se seria uma boa o Ney Franco vir pro Flamengo, naquela hora. Muita gente tem raiva do cara. Nos primeiros dois jogos sem vencer, já iam chamar de burro.

E também não acho que a escolha tenha sido "vamos ficar com o Caio Júnior em vez de ficar com o Marcinho" - já vi o Kfouri fazer este comentário e não acho que seja por aí.

O Marcinho iria, de qualquer forma. Não falo nem da notícia de que ofereceram salários altos ao cara e ele preferiu sair. Mas do histórico dele: com 20 e poucos anos, ele já jogou em Cruzeiro, Atlético-MG, Grêmio, Turquia, Flamengo e agora Qatar. Isso é coisa dele com seu empresário, não tem jeito.

O Renato Augusto sim, daria pra segurar, pelo contrato que ele tinha. Eu não conheço as contas do clube, mas teria segurado o cara. Mas acho que não só o clube quis vender - ele também queria ir.

Se planejaram mal, é fato. Deram azar com contusões, junto disso. E o Caio não está sabendo lidar da melhor maneira com a situação.

Juan disse...

Embora tenha achado correta a saída de NF, por vê-lo enfraquecido dentro do grupo e do clube, nunca desprezei sua capacidade como técnico, considerando, claro, os técnicos da mesma geração. E, ao contrário de muitos, achava que ele daria jeito no Botafogo.

Pablo Alcântara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pablo Alcântara disse...

Não acho que segurar o Marcinho era imprescindível, não. Da mesma forma, acho o mesmo sobre o Caio Jr.. Na verdade, perdemos apenas o Marcinho! Era o artilheiro? Era. Mas isso é razão pra não vencer seis jogos seguidos? Não! O Renato Augusto nem vinha jogando e a saída do Souza foi reforço. Se há um grande culpado dessa fase é o próprio Caio Jr. Desde que chegou, está perdido. Tenta soluções sem fundamento e não sabe aproveitar o que cada jogador pode oferecer. Não há jogadas ensaiadas nem de bola parada muito menos de movimentação.